Pesca Gerais

Tartarugas domésticas: quais são os tipos e os cuidados com esse pet exótico?

tartaruga

As tartarugas domésticas não são animais de estimação convencionais, mas a procura por pets exóticos vem aumentando cada dia mais. Mas, antes de ter uma tartaruga como pet, é importante conhecer um pouco mais sobre as espécies de tartarugas e seu hábito de vida.

Portanto, segundo o IBGE existem mais de 2 milhões de répteis como animais de estimação no Brasil. Então, é importante lembrar que não são todas as espécies de tartarugas que podem ser pets! Assim, às três espécies permitidas são: as tartarugas, o cágado e o jabuti.

Aliás, como muitas pessoas não sabem diferenciar as 3 espécies, vamos falar um pouquinho sobre elas.

  • Tartarugas – possuem casco arredondado, alto e rígido. Seu pescoço é mais curto se comparado a outras espécies. Elas costumam passar a maior parte do tempo dentro da água. Entretanto, ela costuma sair apenas para desovar e tomar sol, elas vivem na água doce e na salgada. As espécies autorizadas pelo IBAMA são a tartaruga-da-amazônia, a irapuca e a tracajá.
  • Cágados – essa espécie é semi-aquática, ou seja, podem viver dentro ou fora da água. Porém, elas vivem melhor na água doce. A diferença do cágado para a tartaruga é o casco. O cágado tem o casco mais ovulado e achatado em relação à tartaruga. Outro ponto que os difere, são as patas! Nos cágados elas possuem membranas entre os dedos para facilitar seu deslocamento na água. A alimentação é feita com crustáceos, pequenos peixes e rações apropriadas. As espécies autorizadas são o cágado-de-barbicha e a tigre d’água.
  • Jabutis – essa é a espécie mais diferente entre as tartarugas domésticas! O jabuti vive apenas na terra, seu casco é mais pesado e alto que as outras espécies. Sua dieta é herbívora, ou seja, se alimenta apenas de legumes, frutas e verduras.

tartaruga no aquário

Como e onde comprar as tartarugas domésticas?

Antes de mais nada, para criar esses pets exóticos, é necessário ter uma autorização. Essa autorização é emitida pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis. O pet shop que vende esse tipo de pet, precisa ter várias licenças para comercializar animais exóticos.

Sempre averígue essas informações antes de comprar seu animal. Se o estabelecimento não quiser apresentar a documentação desconfie de tráfico de animais! Sendo assim, para saber o que é necessário para retirar sua licença para ter uma tartaruga doméstica, clique aqui e acesso o site do IBAMA para verificar as exigências.

Vale lembrar que todas as tartarugas domésticas vendidas de forma legal. Possuem um microchip com seus dados. A nota fiscal de venda do animal deve conter:

  • Número do animal.
  • O número do criador devidamente registrado no IBAMA.
  • O certificado de origem.
  • Nome do proprietário.
  • RG e CPF.
  • Endereço completo.

Sempre que houver a necessidade de transportar o animal. O proprietário deve levar consigo a nota fiscal. Adquirir uma tartaruga doméstica pode custar cerca de R$ 500,00. Mas, existem outros custos envolvidos. Pois, será necessário criar um ambiente apropriado para a tartaruga.

tartaruga na água

Qual é o ambiente ideal para criar uma tartaruga?

Primeiramente, é importante saber qual espécie entre as tartarugas domésticas você irá adquirir, já que cada uma tem uma necessidade diferente. O jabuti como citamos anteriormente, não precisa de um espaço que tenha água. Diferente da tartaruga e do cágado que precisam de água.

Se optar em ter as tartarugas domesticas que gostam de água, será necessário preparar o aquário!

  • O ideal é não encher o aquário por completo. No centro coloque um tronco de madeira que seja grande e comprido o suficiente para que o animal fique confortável e saia por completo da água para se secar.
  • Não coloque sua tartaruga em água com cloro. O cloro irrita a pele e os olhos do animal, além de causar manchas brancas no casco.
  • Evite colocar qualquer objeto solto no aquário que não seja comestível. A tartaruga doméstica pode acabar engolindo. Aliás, fique atento aos espaços, não deixa nada muito apertado para evitar que o filhote de tartaruga se prenda.
  • Caso precise viajar e não tenha com quem deixar sua tartaruga. Compre alguns peixes pequenos que não precisem de oxigenação na água e coloque junto com a tartaruga. Além de distrair a tartaruga, quando ela sentir fome ela irá se alimentar facilmente.
  • Adquira a uma lâmpada especial para répteis e mantenha ela ligada durante o dia. Essa lâmpada substitui a luz solar.
  • Mantenha a tampa do aquário meio aberta. Isso é importante para trocar o ar e evitar o surgimento de fungo.
  • Tente manter a temperatura do aquário regulada entre 28 e 29 graus. Quando trocar a água, mantenha a mesma temperatura, evitando que aconteça o choque térmico.
  • Lembre-se que a tartaruga cresce, um aquário pequeno pode servir inicialmente, mas em cinco anos ela atingirá a fase adulta e precisará de um aquário de cerca de 200 litros de água.

turtle

Curiosidades sobre os cuidados com as tartarugas

O tempo de vida das tartarugas podem variar de 10 a 100 anos dependendo da espécie. As tartarugas domésticas, costumam viver cerca de 40 anos. Por isso é muito importante pensar bem para adquirir um animal como uma tartaruga. Afinal, ela será sua companheira por muito tempo.

As tartarugas domésticas são animais simples de cuidar. Embora seja importante, criar um ambiente que seja adequado e buscar oferecer uma alimentação equilibrada. Então, para montar um aquário ideal para tartarugas domésticas aquáticas e semi-aquáticas, será necessário:

  • Aquário com 200 litros de água, esse tamanho poderá variar de acordo com o tamanho da tartaruga adulta.
  • Termostato para controlar a temperatura da água.
  • Lâmpada de aquecimento.
  • Lâmpada de UVB.
  • Termómetro para controlar a temperatura da água.
  • Uma plataforma seca, que pode ser um galho que comporte o peso e a altura necessário para que a tartaruga fique totalmente fora da água.

Portanto, a dieta irá depender da espécie, algumas tartarugas domésticas comem apenas plantas. Já outras preferem proteína animal. Aliás, as tartarugas são animais inteligentes, elas podem diferenciar seus donos de outras pessoas. Aprendem seu nome e entendem quando são chamadas.

Entretanto, algumas tartarugas como as aquáticas, não são muito de contato físico. Por isso é preciso treiná-las para receberem bem afetos e comidas na mão.

Quer saber mais sobre animais marinhos? Acesse nosso blog Pescas Gerais! Agora se você quer ficar por dentro dos melhores equipamentos para pesca esportiva, acesse nossa loja!

Veja também: Tartaruga marinha: principais espécies, características e curiosidades

Posts Relacionados

Deixe um Comentário