Pesca Gerais

Veneno de cobra, conheças as serpentes venenosas e como fazer os primeiros socorros

No Brasil, existem cerca de 360 espécies de serpentes, somente, 54 possuem veneno de cobra prejudiciais aos seres humanos. No Brasil existem 4 grupos de serpentes, jararaca, cascavel, surucucu e coral. Sendo a coral a cobra mais venenosa, mas somente 1% dos acidentes ocorrem com essa espécie. Em 3º lugar temos a cascavel, em 2º a surucucu. Em 1º temos a jararaca, responsável por 80% de todos os acidentes envolvendo o veneno de cobra no Brasil.

Mesmo que esse animal possa representar um risco, é muito importante preservar a vida desses animais. Pois, eles são extremamente importantes para a saúde! Com o veneno de cobra, além do soro, é usado para criar medicamentos como o Captopril. Diariamente usado por milhares de pessoas para o controle da pressão alta!

Aliás, grande parte desses acidentes, é porque o homem está no meio ambiente do animal ou, porque está destruindo e morando cada vez mais perto do mesmo. É extremamente importante preservar e cuidar das poucas áreas de florestas que existem, para preservação de todos os animais silvestres. Assim, quando precisar ir até esses locais, procure sempre usar equipamentos de proteção individual, como as caneleiras e botas de segurança.

veneno de cobra jararaca

Instituto Butantã o maior produtor de soro de veneno de cobra do Brasil

No Brasil o Instituto Butantã é o maior produtor de soro antiofídico para as serpentes nacionais. O SUS é o maior comprador dos seus soros para oferecer nos hospitais municipais de todo o país.

A fabricação do soro para o veneno de cobra acontece de forma igual para todos as serpentes. O primeiro passo é a extração do veneno da cobra, depois é injetado nos cavalos, para que produzam os anticorpos.

Após a produção, é retirado o sangue dos cavalos e separado o plasma onde os anticorpos estão localizados. Entretanto, ainda é necessário vários testes e um processamento industrial para os soros ficarem prontos!

Assim, os soros são produzidos de acordo com o veneno da cobra. No Instituto Butantã existe o soro antibrotrópico, que é o soro para Jararaca. O soro anticrotálico que é o soro da Cascavel. Soro antielapídico que é o soro da Coral e o soro antilaquético para Surucucu.

Entretanto, por questões estratégicas, principalmente em regiões como o Amazonas, Como os sintomas de Surucucu e Jararaca são muitos semelhantes, para essa região existe um soro combinado conhecido como antibotrópicolaquético que funciona para picada de Jararaca e Surucucu.

extraindo veneno de cobra

Já para a região Sul e Sudeste do Brasil, a combinação de soro é o antibotrópicocrotálico, utilizado para cascavel e jararaca que são as espécies mais comuns nessa região.

Como é a ação do veneno de cobra?

Cada pessoa pode ter uma forma de reação diferente ao veneno da cobra. Algumas podem ter uma reação grave, outros mais leves. Tudo irá depender da quantidade de veneno de cobra injetado e de outros fatores como idade, peso e condições da saúde da pessoa.

Conheça os sintomas do veneno de cobra do Brasil:

  • Jararaca – ação local intensa, dor local, inchaço e problemas de coagulação. Pode levar a necrose no local da picada, a pessoa pode ter tontura, náusea, vômito e hipotensão. Se não tratada, pode haver comprometimento do membro, falência renal e hemorragia intracraniana.
  • Surucucu – dor local, inchaço, sangramento e ação neuro-tóxica que causa diarreia e vômito. Não é incomum também a pessoa apresentar alteração na visão, queda da pressão arterial, redução na frequência cardíaca e sangramentos na gengiva e na pele. Quando não tratado o veneno de cobra Surucucu pode levar a morte devido à insuficiência renal e a sua ação neurotóxica.
  • Cascavel – não causa dor local, mas causa uma reação de paralisação do globo ocular, a pálpebra da pessoa cai, ela fica com o olho meio aberto e com a testa enrugada forçando para abrir os olhos e a pessoa fica lucida o tempo todo. Ele também causa visão dupla e paralisia muscular.
  • Coral – provada a mesma reação de paralisia ocular da cascavel e também causar dormência em partes da mão e dedos. Algumas pessoas podem apresentar problemas respiratórios.

Aliás, não é necessário levar a cobra que picou o paciente até o socorro médico. Isso porque através desses sintomas o médico saberá exatamente que tipo de soro administrar.

momentos antes da extração do veneno da cobra

Existe uma quantidade de soro ideal para cada tipo de veneno de cobra?

O soro deve ser injetado diretamente na veia do paciente, após a diluição no soro fisiológico. Por isso, apenas um médico tem a capacidade de avaliar o quadro clinico do paciente para saber a dosagem ideal.

Em caso da utilização do soro errado, o soro em si não fará mal algum para o paciente. A questão é que o mesmo ficará sem o tratamento adequado, podendo sofrer graves consequências.

A quantidade de soro dependerá do tamanho do acidente:

  • Acidentes leves aproximadamente 4 ampolas de soro;
  • Já o acidente moderado de 4 a 8 ampolas de soro;
  • Acidente grave acima de 8 ampolas.

Entretanto, somente o médico poderá avaliar através de exames e testes clínicos a quantidade exata de soro necessário par ao paciente, podendo variar para mais ou para menos.

Picada de cobra, o que se deve ou não fazer

Existem muitos mitos em volta de uma picada de cobra, vamos entender o que se deve ou não fazer nesse momento.

Devo fazer um torniquete próximo ao local da picada?

Não, isso porque o corpo demanda de mais atividade para lidar com duas questões. A primeira é a falta de circulação no membro com o torniquete, e a segunda é o rim ter que trabalhar ainda mais para purificar o veneno do sangue. O ideal é deixar que o sangue circule normalmente.

É correto fazer a sucção do veneno?

Não, o veneno durante a pica é injetado por pressão e assim ele não permanece localmente. Quando a pessoa tenta fazer a sucção, o sangue que irá sair nesse processo, é apenas local.

Fazer furos em volta da picada ajuda?

Não, principalmente se for picado por uma jararaca, já que o veneno tem ação hemorrágica e isso só poderá piorar a situação.

Jararaca, cobra venenosa
Qual é a melhor forma de proceder após uma picada de cobra?

Assim, como em qualquer outra situação, se manter calmo é essencial. Quando ficamos nervosos ou assustados, nosso coração acelera e nosso cérebro libera várias sustâncias para manter nosso corpo alerta. E isso pode acabar piorando a situação. Dessa forma, procure sempre manter a calma.

Então, o segundo passo é higienizar o local da picada com água e sabão, para evitar possíveis infecções locais. O terceiro ponto é ir quanto antes para um serviço de atendimento médico e se possível durante o trajeto, mantenha o membro picado pela cobra elevado de forma confortável para evitar o inchaço.

Assim, independentemente do local que você esteja, faça essas primeiras etapas e procure o atendimento médico quanto antes, não importa a distância e o tempo.

Aliás, o ideal é sempre ir com todos os equipamentos de segurança em uma pescaria para evitar acidentes. Entretanto, caso algo aconteça, siga as recomendações! Conheça mais assuntos sobre pescaria esportiva no nosso blog! Para se proteger, conheça alguns equipamentos de proteção em nossa loja Pescas Gerais!

Veja também: Sucuri-amarela: reprodução, características, alimentação e curiosidades

Se gostou do post sobre veneno de cobra, deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário