Pesca Gerais

Varas de pesca: Conheça os modelos, ações, principais características

diversas variedades de um equipamento de pesca no suporte

Varas de pesca – Para garantir o sucesso da sua pescaria é importante ter equipamentos que proporcionam segurança e principalmente facilidade na prática.

Varas para carretilhas, molinetes, varas de fly fishing, varas telescópicas, e até mesmo tradicionais varas de bambú, entre outros modelos estão disponíveis no mercado.

Cada modalidade de pesca exige um equipamento específico. Dessa forma é praticamente impossível pescar em uma represa com uma vara de pesca oceânica, ou pescar com fly utilizando vara de surfcasting.

A seguir explicamos características das principais varas de pesca e suas modalidades:

Varas de pesca e os tipos

Varas de pesca - fly fishing

Fly Fishing

A vara é um dos componentes mais importantes na pesca de fly. Em conjunto com a técnica do pescador, permite o arremesso da linha e apresenta a isca suavemente. Geralmente são feitas de grafite, material leve e flexível.

Há três elementos importantes na escolha de uma vara: comprimento, número, e principalmente a ação.

Quanto ao comprimento, uma vara de 9 pés, o tamanho mais tradicional, é indicada para quase qualquer pescaria de fly no Brasil.

O número da vara está relacionado ao número da linha a utilizar-se e ao tamanho da isca e do peixe procurado.

A numeração vai de 1 a 15. Quanto mais baixa, menor o tamanho das iscas e dos peixes. Quanto maior o número, maiores e mais pesadas serão as iscas. Assim como o tamanho dos peixes capturados.

Varas de pesca, ação das varas de fly fishing

Por exemplo: a maioria dos peixes brasileiros podem ser capturados com equipamento de fly, de numeração de 7 a 9.

No entanto, as varas lentas proporcionam uma apresentação da moscas mais delicadas.

As varas médias abrangem vários estilos de pesca e combinam maior rigidez com a técnica do pescador. Permitem alguns erros sem comprometer totalmente o arremesso.

As varas rápidas exigem maior habilidade do pescador e permitem arremessos mais longos.

Deve-se levar em conta também a vibração da vara. Após ser flexionada, a ponta não pode vibrar muito. Quanto antes a ponta parar de vibrar, melhor é a vara.

Baintcasting

Varas de pesca, ação das varas de baitcasting

A função principal da vara é arremessar a isca a distância, em locais determinados. Também tem papel fundamental na briga com o peixe logo após fisgado.

Existem modelos para a pesca com molinetes e com carretilhas. A maior diferença está no tamanho e posição dos passadores.

Para a pesca com molinete, os passadores ficam embaixo da vara e os primeiros têm de ser maiores, já que a linha saia em espiral. Isso evita que o atrito entre a linha e os passadores diminua o alcance do arremesso.

As varas para carretilha geralmente possuem um “gatilho” para ajudar o pescador a segurá-la mais firmemente. Seus passadores ficam em cima da vara e são menores, pois o que gira é o carretel da carretilha, e não a linha.

Geralmente são feitas de fibra de vidro, fibra de carbono e ligas mistas. Portanto, as de fibras de carbono são as mais leves e resistentes.

O comprimento varia entre 4 pés e 7 pés e 6 polegadas, porém as mais comuns são as de 5´6″ – 6″ – 6´6″ e 7´.

Cada vara tem um intervalo com resistências de linhas às quais ela pode suportar e o peso de isca mais indicado para o arremesso. Ou seja, é o que se chama de capacidade de casting.

Essas informações estão escritas na haste da vara, também chamada de blank.

Varas de Pesca - Pesca de praia surfcasting

Surfcasting

A pesca de praia (surf casting) exige arremesso longos, portanto, varas longas. Nem sempre o peixe está próximo à arrebentação. As varas mais indicadas têm comprimento normalmente superior a 3 metros.

A capacidade de casting não precisa ser necessariamente elevada. Tem de ser condizente com o peso do chumbo e da isca usados pelo pescador, a fim de atingir a área onde os peixes estão.

Conforme a força da correnteza escolhem-se o tamanho do chumbo e a capacidade de casting.

A vara deve ser limpa cuidadosamente após a pesca de praia para tirar o sal e a areia.

Pesca Oceânica

equipamento essencial para pescadores

Todo equipamento para pesca oceânica é bastante específico: varas, carretilhas, iscas etc. As varas são muitos resistentes (equipamento ultra-pesado do tipo “stand up”). Isso porque os peixes procurados nessa modalidade são grandes e brigões.

O cabo dessas varas é mais grosso para ser apoiado no suporte das embarcações e muitas vezes dobrado, como se a vara estivesse torta.

Fixas

Também conhecidas como varas lisas. São inteiriças ou de encaixe, com comprimentos variados. São de fibra, de bambu ou de carbono, sem passadores ou encaixe para carretilha ou molinete.

Sua classificação quanto a ação, resistência e tamanho é a mesma das varas convencionais. Geralmente utilizam-nas na “pesca de espera”.

É a velha e conhecida “vara caipira”, como a vara de bambu.

Afilamento e ações das varas de pesca

Varas de pesca, ação das varas de baitcasting - ação lenta - ação média - ação rápida - ação extra-rápida

Indica o ponto em que a vara começa a ser vergar sob uma determinada força. Indica principalmente o tempo de recuperação da haste, o tempo que a ponta da vara necessita para retornar à posição inicial.

Portanto, se a haste da vara se curvar cerca de 1/4 do blank, a ponta demorará menos para voltar à posição natural. Será assim uma vara extra-rápída.

Extra-rápida: Curva-se somente na ponta (cerca de 1/4 do seu comprimento).

Rápida: Flexiona-se em 1/3 do comprimento.

Média: Curva-se aproximadamente metade de seu comprimento.

Lenta: Praticamente todo seu comprimento se flexiona.

Cabos de varas de pesca

Também chamados de grips, os cabos devem ser confortáveis, com um bom acabamento e material de qualidade.

Afinal, o pescador pode segurá-lo durante muitas horas em uma pescaria. Podem ser confeccionados de cortiça, EVA, madeira, alumínio e borracha, entre outros.

Os mais recomendados são os de cortiça ou EVA, já que os de alumínio e madeira são pesados. Dessa forma, desenvolveram-se cada tipo de cabo para um pescaria diferente.

Cabos de EVA e cortiça

Alguns tipos básicos são:

  • Pistola (pistol grip): Desenvolvido para ser empunhado com uma mão, é confortável. Indicado para a pesca com iscas artificiais e com carretilha. Não deve ser utilizado com peixes grande porte ou brigões, já que não permite maior apoio, o que acaba cansando o pulso do pescador. Não possui um bom balanceamento.
  • Reto (trigger): É um modelo muito funcional e atualmente é o mais produzido. Possui comprimento de 7 a 15 polegadas e pode-se usar em diversas situações, com molinete ou carretilha.
  • Pitching: Desenvolvido especialmente para o uso com molinete. Tem comprimento de 8 a 10 polegadas e pode ser empregado em quase todos os tipos de pesca.
  • Steelhead: Usado em vara comprida (mais de 7 pés) e arremessos longos, como na praia. O comprimento do cabo pode passar de 13 polegadas. Assim, indicamos para peixes grandes e brigas longas.
  • Flipping: Indicado para o uso de carretilha, seu comprimento varia de 9 a 11 polegadas para varas de mais de 6,5 pés.
  • Musky: É um cabo para equipamentos pesados. Assim,  comprimento é normalmente superior a 10 polegadas, para varas de no mínimo 6,5 pés e para linhas com resistências superiores a 25 libras. Indica-se mais, para o uso em carretilha.

Ação das varas de pesca

As varas também são classificadas de acordo com sua ação. Isto é, quanto esforço elas suportam para retirar o peixe da água.

É essencial respeitar a ação indicada nas varas, pois um peixe muito grande em um equipamento não adequado pode causar o rompimento da haste.

Em relação às ações, as varas se dividem de acordo com as linhas:

  • Ultra-leves: até 6 libras
  • Leves: até 14 libras
  • Médias-leves: até 17 libras
  • Médias: até 20 libras
  • Médias-pesadas: até 30 libras
  • Pesadas: até 45 libras
  • Ultra-pesadas ou extra-pesadas: acima de 45 libras.

Conclusão: A escolha de uma vara de pesca é fundamental para o rendimento e principalmente o sucesso da sua pescaria. Portanto não deixe de observar e utilizar as informações deste post.

Por fim, se foi útil para você, deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para nós.

Veja também: Tudo que você precisa saber para comprar uma boa vara de pesca

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

2 comentários

Jean 14 de outubro de 2020 at 15:36

Aonde encontrar varas com o cabo dobrado, pesca oceânica

Resposta
Otávio Vieira 14 de outubro de 2020 at 17:41

Olá Jean, tudo bem? Essa informação não tenho para te passar nesse momento, vou pesquisar.

Resposta

Deixe um Comentário