Início » Tuiuiú, ave símbolo do Pantanal, seu tamanho, onde vive e curiosidades

Tuiuiú, ave símbolo do Pantanal, seu tamanho, onde vive e curiosidades

por Otávio Vieira

O tuiuiú é uma ave-símbolo do Pantanal, tendo também por nomes vulgares jaburu, tuiú-quarteleiro, rei-dos-tuinins, jabiru-americano, tuiuguaçu e tuiupara.

No Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, o nome seria “tuim-de-papo-vermelho”, na parte Sul do nosso país “jabiru” e no Amazonas “cauauá”.

Portanto, prossiga a leitura para entender todos os detalhes sobre a maior ave do Pantanal.

Classificação:

  • Nome científico – Jabiru mycteria;
  • Família – Ciconiidae.

Características do Tuiuiú

O tuiuiú é uma ave pernalta, o que significa que os membros inferiores são adaptados por conta do alongamento.

O animal tem o pescoço negro, nu e logo na região inferior, há o papo avermelhado que também não tem penas.

A plumagem das pernas seria negra, ao mesmo tempo em que o restante do corpo é coberto por penas brancas.

Com relação ao comprimento e massa, o valor máximo seria de 1,4 m e 8 kg, respectivamente.

A envergadura que é a distância entre as pontas das asas abertas tem até 3 m e o bico seria forte, preto e com 30 cm.

Um ponto importante sobre a espécie seria o dimorfismo sexual evidente.

É possível notar essa característica ao observar que as fêmeas são 25% menores e menos pesadas que os machos.

Além disso, o jaburu tem a capacidade de voar a grandes altitudes, mantendo as pernas e pescoço esticados.

A forma como a espécie voa faz com que ela se diferencie das garças porque estas voam com o pescoço encolhido.

No momento em que o animal precisa parar de voar, ele repousa na margem de uma lagoa ou rio.

Assim, eles também podem andar de forma lenta.

Por isso, o bicho tem uma beleza surpreendente e chama muito a atenção de turistas que visitam o Pantanal.

Tuiuiu no alagado com jacarés e aves

Reprodução do Tuiuiú

Na época de reprodução, os machos fazem danças em duetos e também brigam entre si batendo os bicos.

Normalmente os maiores machos são aqueles que vencem as disputas.

E por conta do aumento da irrigação sanguínea, a pele avermelhada do papo do tuiuiú fica ainda mais forte.

Logo depois do acasalamento, o casal pode se juntar a outros para formar o ninho.

Assim, os ninhos de jaburus seriam as maiores estruturas feitas por aves no Pantanal.

É possível até que os indivíduos formem grupos com outras aves como as garças, fazendo o ninho em árvores altas.

Assim, as fêmeas ajudam os companheiros reunindo ramos secos e no máximo, seis indivíduos participam da criação do mesmo ninho.

As estruturas são usadas a cada ano, sendo que os casais adicionam mais material para manter a resistência.

Dessa forma, o tamanho do ninho varia conforme a disponibilidade de material do local.

pescoço longo do tuiuiú

Alguns ninhos chegaram a medir 11 m de altura, com extremos entre 4 e 25 m.

Na parte de fora, os tuiuiús colocam galhos mais grossos e na parte de dentro, há plantas aquáticas e capins.

A mãe coloca de 2 a 5 ovos brancos e eles ficam incubados por até 60 dias.

Os filhotes saem do ninho com 3 meses de vida e nas primeiras semanas, eles recebem a proteção dos pais.

Por isso, vale falar que o casal tem muito cuidado com sua cria, pois eles acompanham desde a fase dos ovos até que os filhotes não precisem mais de sua ajuda.

E com o final da época de reprodução, o ninho se torna tão sólido que é capaz de sustentar uma pessoa adulta sobre ele.

Desse modo, outras aves como o periquito-barroso, costumam usar a base do ninho desta espécie para dar sustentação aos seus.

Alimentação

Falando sobre as populações de tuiuiú que vivem no Pantanal, é comum que eles aproveitem o momento de baixa das águas.

Além de se reproduzirem, os indivíduos conseguem pescar alimentos como a traíra com grande facilidade.

Os pais também podem levar aos filhotes presas como os moluscos aquáticos que pertencem ao gênero Pomacea.

Portanto, note que a dieta inclui os moluscos e peixes, além de insetos, pequenos mamíferos e répteis.

Curiosidades

O tuiuiú pode ter a pelagem flavística, que seriam penas com a ausência parcial de melanina.

É possível que o animal não tenha o pigmento castanho ou o preto, por isso, a sua cor é diluída.

Sendo assim, os indivíduos com este tipo de pelagem podem ter um pouco da sua cor original.

bando de tuiuiú

Onde encontrar o Tuiuiú

O jaburu vive em margens de rios e falando sobre o Cerrado, os indivíduos estão em locais alagados como veredas, campos úmidos e outros tipos de corpos d’água.

Com relação às áreas em que há populações maiores, podemos falar desde a parte norte até o estado de São Paulo.

As populações também estão em Santa Catarina, Paraná, Bahia e algumas vivem no Rio Grande do Sul.

Dessa forma, saiba que no Brasil há cerca de 50% de todos os indivíduos da espécie, sendo que eles são mais comuns nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A distribuição no mundo ocorre desde o México até o Paraguai, incluindo o norte da Argentina e países como o Uruguai.

Uma das maiores populações de tuiuiú também vive no Chaco oriental, no Paraguai.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre o Tuiuiú no Wikipédia

Veja também: Nossas Aves, um Voo no Imaginário Popular – lançamento Lester Scalon

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário