Pesca Gerais

Peixe Tucunaré Pinima: Conheça tudo sobre essa espécie

Por ser muito querido pelos pescadores esportivos e também para a criação em aquário, o Peixe Tucunaré Pinima é muito famoso em nosso país e no mundo.

Mas, por ser uma espécie voraz e muito agressiva, é importante saber as características e uma curiosidade:

Será que a introdução do Tucunaré Pinima pode oferecer riscos para espécies nativas?

Nos acompanhe e conheça todas essas informações.

Classificação:

  • Nome científico – Cichla Pinima;
  • Família – Cichlidae.

Características do peixe Tucunaré Pinima

O Peixe Tucunaré Pinima é um dos tucunarés mais fortes que existe e também é considerado o segundo maior tucunaré do nosso país.

Desse modo, o animal é muito famoso por conta da sua coloração amarelada ou dourada que se assemelha aos Tucunarés Açu e Amarelo.

E quanto às características corporais, o Tucunaré Pinima possui de três a cinco barras verticais escuras e pode ter algumas marcas em seu corpo.

Já os indivíduos jovens têm quatro ou mais linhas horizontais.

Além disso, uma característica que diferencia o animal seria as suas manchas escuras nas placas ósseas.

O tamanho e peso também são interessantes porque o bicho pode pesar até 10 kg e alcança 75 cm de comprimento total.

No entanto, em algumas regiões do Brasil, foi possível capturar um Pinima com mais de 11 kg. O Record mundial pescado no Reservatório do Castanhão, no Ceará, que pesava 11,09 kg.

Inclusive, é possível que o pescador de sorte capture um peixe com mais de 90 cm.

E outra característica interessante é que o Peixe Tucunaré Pinima foi registrado somente em 2006 e por isso, há poucas informações sobre a espécie.

Mas, o que se sabe é que seu nome tem origem tupi-guarani e significa branco-manchado.

Por fim, esta é uma espécie muito importante para o turismo nas Regiões Norte e Nordeste.

O Peixe Tucunaré Pinima é voraz, carnívoro e um grande predador. Saiba todos os detalhes da espécie e uma curiosidade sobre a sua introdução.
Tucunaré Pinima capturado no Rio Camaiú – AM pescador Otávio Vieira

Reprodução do peixe Tucunaré Pinima

Ao atingir sua maturidade sexual somente com 1 ano de vida, o Peixe Tucunaré Pinima se reproduz nos períodos de setembro a dezembro no sul do nosso país.

Já na região do Nordeste, o animal faz a desova diversas vezes, entre junho e dezembro.

E com relação ao período de reprodução, o macho tem uma característica sexual secundária.

Isso significa que surge um ressalto atrás do seu ocipital e ele passa a ter comportamentos muito agressivos, em especial com outros machos.

Por isso, é comum que o animal ataque com muita violência os peixes de outras espécies.

Aliás, a fêmea produz de 10.000 a 12.000 óvulos e os peixes que estão ativos na reprodução podem ter uma cor azul.

Alimentação

Por ser uma espécie carnívora e voraz, o Peixe Tucunaré Pinima come camarões de água doce e alguns peixes de pequeno porte como os lambaris.

Curiosidades

O Peixe Tucunaré Pinima é territorialista e tem uma agressividade de média a alta.

Portanto, de acordo com um estudo original que trata sobre o risco ecológico da introdução da espécie em rios, o animal merece uma atenção particular.

O bicho é tão voraz que pode provocar a extinção de espécies nativas de algumas regiões. E isso foi apontado porque alguns peixes nativos estavam no conteúdo estomacal dos tucunarés.

Portanto, devido suas características biológicas e ecológicas, o Tucunaré Pinima pode causar impactos negativos com a introdução indevida.

Entretanto, também é importante citar que ainda não há estudos científicos que apoiam o risco.

Basicamente esta seria a preocupação do autor do estudo original, ou seja, é necessário a comprovação.

Mas, essa é uma informação boa, em especial aos indivíduos que gostam da espécie e pretendem introduzi-la em alguns rios ou lagos.

Ou seja, a introdução deve ser feita de forma consciente e pelo próprio governo para evitar a perda de outras espécies.

Tucunaré Pinima capturado no Rio Sucunduri – AM pescador Otávio Vieira

Onde encontrar o peixe Tucunaré Pinima

Bom, o Peixe Tucunaré Pinima está nas bacias hidrográficas do baixo Amazonas, baixo Tapajós, baixo Tocantins e baixo Xingu.

Além disso, o peixe está no Nordeste graças a introdução no açude do Castanhão, estado do Ceará, com o objetivo principal de combater a fome.

Dessa forma, o animal conseguiu se adaptar muito bem.

Sendo assim, a introdução foi feita pelo Governo Federal, por isso, não houve nenhum impacto negativo ao local ou para as outras espécies.

Dicas para pesca do peixe Tucunaré Pinima

Em primeiro lugar, o Peixe Tucunaré Pinima prefere ficar na margem em meio à vegetação e os objetos que ficam submersos. Por isso, procure locais como esses para a sua pescaria.

Em segundo lugar, você deve usar varas de ação média, assim como as linhas de 40 a 50 lbs.

Por fim, use a sua isca artificial predileta, pois o animal ataca quase todos os modelos.

E quanto às iscas naturais, use pequenos peixes como os lambaris vivos, mortos ou em pedaços.

Informações sobre o Tucunaré no Wikipédia

Enfim, gostou das informações? Então, deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Rio Sucunduri Amazonas 2017 – Operação Vilanova Amazon

Visite nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário