Pesca Gerais

Tubarão Leopardo: Triakis semifasciata espécie considera inofensiva

Tubarão Leopardo nadando no mar

A espécie que atende pelo nome vulgar Tubarão Leopardo foi catalogada no ano de 1854 e não oferece nenhum tipo de risco ao ser humano.

E por ser inofensivo, este peixe é capturado para a pesca comercial ou lúdica, sendo usado como alimento ou atração em aquários.

Nesse sentido, nos acompanhe e entenda mais características da espécie.

Classificação:

  • Nome científico – Triakis semifasciata;
  • Família – Triakidae.

Características do Tubarão Leopardo

O Tubarão Leopardo tem um corpo robusto, bem como um focinho arredondado e curto.

O animal também tem a linha da boca curva e apresenta ranhuras nos cantos que se estendem para os maxilares.

Há de 34 a 45 fileiras de dentes no maxilar inferior, enquanto que no maxilar superior, podemos observar de 41 a 55.

Dessa forma, cada dente tem a ponta aguda no centro da parte superior e os cantos são arredondados.

Dois dentes também possuem a extremidade aguda, mas eles são pequenos.

E todos os dentes ficam sobre uma superfície plana, formando linhas que ficam uma por cima da outra.

Com relação à coloração, esta característica seria a que mais diferencia o peixe.

Isso ocorre porque há um padrão de manchas ou faixas ao longo da parte dorsal, o que nos remete o nome vulgar “Leopardo” e a cor seria prata ou cinza-bronze.

Assim, os indivíduos adultos apresentam uma quantidade maior de faixas que são mais claras.

Além disso, todos os peixes têm a parte ventral lisa e esbranquiçada.

De outro modo, o comprimento médio seria de 1,2 a 1,5 m e o maior peso registrado foi de 18,4 kg.

Uma característica importante observada em exemplares maiores seria o tamanho máximo de 2,1 m para as fêmeas e somente 1,5 m para os machos.

Reprodução do Tubarão Leopardo

Por ser um peixe ovovivíparo, o Tubarão Leopardo fêmea gera os filhotes em ovos que ficam dentro do seu corpo.

Estes ovos eclodem dentro do útero e os filhotes são nutridos pelo saco vitelino.

Dessa forma, acredita-se que o nascimento dos filhotes ocorra de março a junho e a fêmea gera 37 crias.

O período de gestação é de 10 a 12 meses e os filhotes têm uma taxa de crescimento lenta.

Isto é, os peixes ficam maduros sexualmente, depois de vários anos do nascimento.

E um ponto que deve ser evidenciado é que os filhotes formam grandes cardumes que são divididos conforme a idade e sexo.

Alimentação

O Tubarão Leopardo é um grande predador de caranguejos, camarões, peixes ósseos, ameijoas, vermes e ovos de peixes.

Mas, saiba que alguns indivíduos se tornam presas em locais específicos, o que significa que a captura depende do lugar, idade do tubarão e também da época do ano.

Por exemplo, os caranguejos câncridos e os vermes servem de alimento somente no interior da Baía de Monterrey, durante o período de inverno e primavera.

Já o consumo de ovos ocorre entre o inverno e o começo do verão.

À vista disso, como uma estratégia de captura, o peixe expande a sua cavidade bucal a fim de criar força de sucção.

Isso é possível graças aos movimentos das cartilagens labiais que são feitos ao mesmo tempo em que o peixe forma um tubo com a boca.

De modo simultâneo, o tubarão também projeta as mandíbulas e agarra as vítimas com seus dentes.

Curiosidades

Como primeira curiosidade, saiba que os peixes da espécie têm órgãos eletrorreceptores. Aliás, também têm por nome “ampolas de Lorenzini”. São responsáveis pela detecção das linhas de força dos campos elétricos.

Outro ponto relevante seria a necessidade de conservação da espécie, algo indicado pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Apesar de a UICN ter reconhecido que a preocupação com a espécie é menor, acredita-se que em diversos locais os peixes estão sendo sobre-explorados.

E isso ocorre porque o desenvolvimento é lento e os indivíduos não conseguem realizar a migração facilmente.

Quando consideramos a população nas costas da Califórnia, por exemplo, é possível observar um declínio no ano de 1980.

Como resultado, as regiões desenvolveram uma nova regulamentação de pesca para reduzir a exploração em 1990.

Onde encontrar o Tubarão Leopardo

O Tubarão Leopardo está presente na costa norte-americana do Pacífico, incluindo as regiões desde o Oregon até Mazatlán.

Dessa forma, também habita Baja Califórnia, no México.

Os filhotes preferem formar grandes cardumes em estuários e baías, bem como os indivíduos adultos nadam sobre as zonas planas lodosas e arenosas.

Outros locais comuns para ver a espécie seriam as regiões rochosas próximas de recifes.

E por habitar tanto as águas frias, quanto as águas temperadas-quentes, os indivíduos também ficam em sítios de descarga de efluentes.

No geral, os peixes ficam próximos do fundo, em uma profundidade que varia de 4 a 91 m.

Gostou das informações sobre o Tubarão Leopardo? Então deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Tubarão Azul: Conheça as características tudo sobre o Prionace Glauca

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário