Pesca Gerais

Tubarão Gato: Espécie de pequeno porte, ideal na criação em aquários

tubarão gato

O Tubarão Gato tem como principais características o tamanho pequeno, robustez e uma aparência atraente.

Por esse motivo, o animal é considerado fundamental no comércio de aquários públicos ou domésticos.

Nesse sentido, nos acompanhe para entender a reprodução, dieta e curiosidades deste tubarão.

Classificação:

  • Nome científico – Atelomycterus marmoratus e Galeus melastomus;
  • Família – Scyliorhinidae.

Principais espécies de Tubarão Gato

Para que você conheça as características dos peixes que atendem pelo nome de Tubarão Gato, iremos lhe apresentar as duas principais espécies:

Atelomycterus marmoratus

Em primeiro lugar, há o tubarão-gato coral que tem por nome vulgar na língua inglesa coral catshark.

O corpo do peixe é delgado e cilíndrico, assim como a cabeça seria estreita e curta.

Já o focinho tem um formato achatado e curto, ao mesmo tempo em que os olhos são horizontalmente ovais, sendo protegidos por membranas nictitantes.

As narinas são cobertas por abas largas e triangulares de pele que ficam nas margens anteriores, deixando pequenas aberturas.

As abas das narinas alcançam a boca que seria longa e com um formato angular.

De outro modo, o animal também conta com dentes pequenos e cinco pares de fendas branquiais.

Os indivíduos alcançam 70 cm de comprimento total e são identificados por conta das manchas negras e brancas que ficam espalhadas pelo dorso.

Aliás, as manchas podem ser vistas nas barbatanas e nos lados, como também podem se fundir para que venham formar faixas horizontais.

Galeus melastomus

Em segundo lugar, devemos falar sobre o tubarão-gato-de-boca-negra, leitão-malhado ou espada.

Como diferenciais, os peixes têm a barbatana anal longa e a barbatana pré-caudal seria comprimida.

Sendo coberto por manchas, também é possível observar um corpo alto e comprimido, bem como, um comprimento total entre 50 e 79 cm.

Este tipo de Tubarão Gato prefere viver em águas profundas e em Portugal, é pescado para o consumo humano. Já a pele do bicho é usada como lixa.

Nesse sentido, as pessoas abrem o peixe e passam sal para que em seguida, o coloque para secar no sol durante 4 dias.

Logo após este processo, a carne pode ser guardada durante alguns meses sem que estrague.

Portanto, apesar de não ser fundamental no comércio para a venda da carne, o animal serve para os momentos de escassez.

Com isso, é importante em períodos de inverno e pode ser um bom substituto para o bacalhau.

Reprodução do Tubarão Gato

A reprodução das espécies seria ovípara,ou seja, há ovos no ambiente externo que envolvem os embriões.

Estes ovos ficam em uma cápsula com o formato de bolsa e tem de 6 a 8 cm de comprimento, assim como 2 cm de largura.

Isso significa que os embriões não têm nenhum tipo de ligação com a fêmea.

Logo após o nascimento, o Tubarão Gato tem de 10 a 13 cm de comprimento.

Alimentação

Como estratégia para localizar a presa, o peixe gato tem os barbilhões como órgãos sensitivos que captam as ondulações provocadas por outras espécies.

Dessa forma, um ponto muito interessante é que o animal consegue distinguir entre as ondulações naturais ou aquelas que são caudas por presas.

Com isso, a dieta é inclui peixes ósseos, crustáceos e cefalópodes.

E por ser um animal agressivo, ele pode se alimentar de outras espécies de tubarões ou membros da mesma espécie.

Curiosidades

Apesar de apresentar alguns comportamentos agressivos, o Tubarão Gato pode viver em tanque.

Este tanque deve ter esconderijos, assim como uma boa profundidade para que o animal consiga alcançar a expectativa de 20 anos de idade.

Além disso, a venda da carne do animal ou processamento para produzir farinha de peixe, assim como o óleo, são características que nos remetem ao risco de extinção.

De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza,esta espécie está ameaçada e vulnerável.

E além da pesca comercial, outros pontos que estão causando a diminuição da população de Tubarão Gato seria a degradação do habitat natural, poluição e mineração de coral para uso como material de construção.

Onde encontrar o Tubarão Gato

A distribuição do Tubarão Gato pode variar de acordo com a espécie, por isso, saiba que o Atelomycterus marmoratus habita o Indo-Pacífico Ocidental.

Dessa forma, as regiões como Filipinas, sul da China, Paquistão, Índia, Malásia, Nova Guiné, Tailândia, Vietnã, Cingapura e Indonésia, podem abrigar a espécie.

Também é importante falar sobre o norte para o Japão, local em que o animal fica em recifes de coral ou próximo da costa.

Por outro lado, o Galeus melastomus está presente no Mediterrâneo e também no Atlântico Oriental, envolvendo as regiões desde Faroe até o Sul do Senegal.

Por isso, podemos incluir os arquipélagos da Madeira e Canárias.

Esta espécie prefere habitar os fundos e fica entre a profundidade de 200 a 500 m.

Informações sobre o Tubarão-gato no Wikipédia

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Tubarão Serra: Espécie estranha também conhecida como Peixe Serra

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções

Posts Relacionados

Deixe um Comentário