Pesca Gerais

Tubarão Galha Branca: uma espécie perigosa que pode atacar o homem

O Tubarão Galha Branca representa uma das cinco espécies mais perigosas do mundo, pois simplesmente não apresenta nenhum medo com relação ao ser humano.

Outra característica que chama a atenção para esta espécie seria o ataque ao ser humano por engano.

Dessa forma, prossiga a leitura e saiba mais informações sobre o Galha Branca, incluindo também as curiosidades e distribuição.

Classificação:

  • Nome científico – Carcharhinus longimanus;
  • Família – Carcharhinidae

Características do Tubarão Galha Branca

O Tubarão Galha Branca também atende pelo nome vulgar Galha-branca-oceânico, tendo um focinho arredondado e curto.

A espécie tem uma coloração cinza-escura no dorso, um tom que clareia quando fica próximo dos flancos.

O ventre seria amarelado e dentre as características corporais que o diferenciam, entenda que o animal tem duras nadadeiras arredondadas e longas que possuem um tom claro nas pontas.

Outro ponto interessante seriam os dentes da maxila superior que possuem um formato triangular e um bordo serrilhados.

Em contrapartida, os dentes da maxila inferior seriam pontiagudos.

Os indivíduos alcançam 2,5 m de comprimento total e 70 kg de peso, além de os filhotes nascerem com 65 cm.

Os exemplares raros têm 4 m e pesam 168 kg.

Reprodução do Tubarão Galha Branca

O Tubarão Galha Branca se reproduz no início do verão quando estamos considerando o Oceano Atlântico e o sudoeste do Oceano Índico.

Mas, cabe citar que algumas fêmeas capturadas no Pacífico, foram vistas com embriões durante todo o ano, o que sugere aos pesquisadores uma temporada de reprodução mais longa nestas regiões.

Portanto, saiba que os peixes são vivíparos e seus filhotes se desenvolvem no útero, além de serem alimentados por um saco placentário.

O período de gestação seria de 12 meses e os indivíduos machos alcançam a maturidade sexual com 1,75 m, ao mesmo tempo em que as fêmeas ficam maduras com 2m.

Alimentação

O Tubarão Galha Branca é um animal lento, mas que fica ativo e excitado quando está à procura de alimento.

Inclusive, os indivíduos podem se tornar agressivos.

Outras características que têm relação com a alimentação seriam que o peixe vive a sós e nada em cardumes somente quando há abundância na oferta de comida.

Assim, o Galha Branca prefere se alimentar de peixes oceânicos, raias, crustáceos, aves marinhas, pássaros, gastrópodes, lulas e tartarugas.

Além disso, a espécie é oportunista e pode comer carniça, lixo ou vítimas de embarcações afundadas, quando está com muita fome.

E como estratégia, os peixes mordem outros peixes e nadam próximos de cardumes de atum com a boca aberta.

Outro tipo de estratégia seria nadar com as baleias-piloto.

O tubarão tem o costume de se associar com as baleias porque elas têm maior capacidade quando o assunto é localizar os cardumes e animais como as lulas.

Curiosidades

A primeira curiosidade sobre o Tubarão Galha Branca seria o seu bom desempenho em cativeiro.

Apesar de não ser ideal para este tipo de criação, a espécie oferece mais vantagens do que o tubarão mako ou o tubarão azul.

De acordo com alguns estudos, foi possível notar um desenvolvimento por mais de um ano em cativeiro.

Além disso, como segunda curiosidade, devemos falar sobre os ataques a seres humanos.

Estes ataques são considerados raros, porém um ponto interessante é que o tubarão tem comportamento indiferente e nenhum tipo de medo.

Com isso, por meio da história a espécie sempre teve por nome vulgar “devoradora de homens” devido alguns ataques em alto mar.

E quando ocorrem acidentes que envolvam embarcações e aeronaves, esta seria a primeira espécie a ser vista no local.

Onde encontrar o Tubarão Galha Branca

O Tubarão Galha Branca vive em águas tropicais e regiões quentes, além dos oceanos abertos e profundos.

Portanto, pode estar presente em todo o mundo, em locais que tenham a temperatura acima de 18 ° C.

Mas, você precisa saber que a espécie prefere as águas mais quentes como as regiões com temperatura entre 20 e 28 ° C.

Os indivíduos também estão em águas mais frias, com 15 ° C, mas eles sempre fazem migrações para locais mais quentes.

Portanto, entenda que os peixes ficam em uma profundidade de 150 m.

E também devemos mencionar que a população de Galha Branca apresenta grandes quedas.

Isso ocorre porque de acordo com uma análise de dados diário de bordo dos palangreiros pelágicos, houve um declínio de 70%.

A análise foi feita no noroeste e centro-oeste do Atlântico entre os anos de 1992 e 2000.

Nas águas salobras de Gullmarsfjorden, na Suécia, também houve um registro de Galha Branca com cerca de 2 m de comprimento total.

A aparição do animal ocorreu em setembro de 2004, mas o peixe morreu logo após ser visto.

Desse modo, este foi o único registro da presença da espécie no Norte da Europa, o que nos indica que a distribuição está se tornando limitada.

Por fim, de acordo com as evidências na forma de cicatrizes na pele de um Galha Branca filmado no Havaí, podemos concluir que este tubarão pode mergulhar águas profundas o suficiente para lutar contra a lula gigante.

Informações sobre o Tubarão-galha-branca no Wikipédia

Gostou das informações? Então deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Tubarão Azul: Conheça as características tudo sobre o Prionace Glauca

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário