Início » Tartaruga verde: características dessa espécie de tartaruga marinha

Tartaruga verde: características dessa espécie de tartaruga marinha

por Otávio Vieira

A Tartaruga Verde também atende pelos nomes vulgares aruanã e uruanã, representando a única espécie membro do gênero Chelonia.

Dessa forma, o seu principal nome vulgar está relacionado à coloração esverdeada da sua gordura corporal.

Sendo assim, prossiga a leitura e saiba mais características, além das curiosidades da espécie.

Classificação

  • Nome científico – Chelonia mydas;
  • Família – Cheloniidae.

Características da Tartaruga Verde

Primeiro de tudo, entenda que a Tartaruga Verde tem um corpo achatado e coberto por uma carapaça grande.

A cabeça seria pequena e tem um único par de escamas pré-orbitais, tal como a mandíbula é serrilhada, algo que facilita a alimentação.

Da cabeça que não é retrátil, podemos observar que sai uma carapaça em forma de coração medindo até 1,5 m.

Há um tom claro em todo o corpo, com exceção da carapaça que é oliva-marrom ou preta.

E assim como outras espécies como a tartaruga-comum ou a tartaruga-de-pente, esta é principalmente herbívora.

Por isso, a dieta inclui as diversas espécies de ervas marinhas.

Os adultos estão presentes em lagoas rasas e é interessante mencionar que a espécie tem hábitos migratórios, bem como as demais tartarugas marinhas.

Com isso, as migrações são de longa distância e ocorrem entre as praias de incubação e os locais de alimentação.

Nesse sentido, entenda que algumas ilhas ao redor do mundo também têm por nome Ilha das Tartarugas por conta da nidificação das tartarugas-verdes em suas praias.

Esta seria uma das maiores tartarugas de todo o mundo e também pesa até 317 kg.

Com relação ao dimorfismo sexual, saiba que eles são maiores em comprimento, ao mesmo tempo em que elas possuem a cauda mais longa.

Machos e fêmeas contam com barbatanas parecidas com remos que são graciosas e muito poderosas.

tartaruga-verde Chelonia mydas

Reprodução da Tartaruga Verde

Inicialmente, entenda que a Tartaruga Verde fêmea precisa migrar para as praias a fim de colocar os ovos.

Geralmente elas saem das zonas de alimentação e vão para os lugares de nidificação que ficam em praias arenosas.

Portanto, entenda que o acasalamento ocorre a cada 2 ou 4 anos em locais em que há águas pouco profundas perto da costa.

Chegando ao local ideal para a nidificação, a fêmea escava durante a noite para construir um ninho.

Neste momento as barbatanas são usadas para escavar um buraco que suporte de 100 a 200 ovos.

Logo após colocar os ovos, elas cobrem o buraco com areia e retornam ao mar.

Depois de um período de dois meses, os ovos eclodem e as tartaruguinhas devem enfrentar o momento mais perigoso de suas vidas:

Basicamente, elas devem fazer uma viagem do ninho ao mar, enfrentando diversos predadores como as gaivotas e caranguejos.

Somente aqueles que sobrevivem alcançam a maturidade entre 20 e 50 anos.

Desse modo a expectativa de vida seria de 80 anos de idade.

Alimentação

Apesar de ser uma espécie herbívora, a Tartaruga Verde quando jovem pode se alimentar de esponjas, medusas e caranguejos, que seriam os invertebrados.

Curiosidades

Esta espécie é considerada ameaçada de extinção pela IUCN e também pela CITES.

Sendo assim, os indivíduos recebem a proteção contra a exploração em grande parte dos países.

Portanto, matar ou causar qualquer tipo de dano às tartarugas da espécie é uma prática ilegal.

Vale falar também que diversas regiões contam com decretos e leis que busca proteger as áreas de nidificação.

Mas, saiba que a espécie sofre grandemente com as ações humanas.

Por exemplo, nos locais em que as tartarugas fazem os ninhos é comum que caçadores capturem os ovos para a venda.

Outra característica que causa danos e a morte de diversos indivíduos seria o uso de redes.

As tartarugas ficam presas na rede e morrem afogadas porque não conseguem se soltar.

Além disso, falando novamente sobre as praias de nidificação, saiba que elas estão sendo destruídas por conta das ações do ser humano.

Como resultado, as fêmeas não encontram bons locais para a desova.

Alguns caçadores capturam as tartarugas para a venda da carne que é usada para fazer sopa.

E o casco também é muito visado para o uso como ornamento.

Por fim, entenda que a espécie sofre com acidentes com hélices de barcos.

Onde encontrar a Tartaruga Verde

Para encerrar, entenda que a Tartaruga Verde pode estar em todos os oceanos, em especial nas águas tropicais e subtropicais.

Nesse sentido, vale destacar a existência de populações que vivem no Oceano Pacífico e também no Oceano Atlântico.

E falando de modo geral, as tartarugas estão ao redor de ilhas em águas costeiras que possuem muita vegetação.

Este tipo de região também é chamado de áreas de forrageio, em que os animais buscam por bons recursos alimentares.

Inclusive, entenda o seguinte:

A tartaruga-verde do Pacífico Oriental pode sair da água para relaxar e se aquecer com o sol.

Este é um ponto muito curioso porque a maioria das tartarugas marinhas se aquece nadando na superfície de águas com pouca profundidade.

Sendo assim, os indivíduos tomam banho de sol próximo de animais como os albatrozes e as focas.

Ou seja, esta espécie representa poucas tartarugas que saem da água por outros motivos além da nidificação.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre a Tartaruga-verde no Wikipédia

Veja também: Iguana Verde – Lagarto Verde – Sinimbu ou Camaleão no Rio

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário