Início Animais Tartaruga Cabeçuda Carreta-carreta espécie marinha ameaçada de extinção

Tartaruga Cabeçuda Carreta-carreta espécie marinha ameaçada de extinção

por Otávio Vieira

A Tartaruga Cabeçuda também atende pelos nomes vulgares tartaruga-marinha-comum, tartaruga-meio-pente, tartaruga-amarela e tartaruga-mestiça.

Com relação à distribuição, os indivíduos são vistos nos oceanos Pacífico, Atlântico e Índico, sendo que passam a maior parte da vida em habitats estuarinos e marinhos.

Outro ponto interessante é que as fêmeas vão à praia somente quando precisam desovar, algo que iremos entender com todos os detalhes a seguir:

Classificação

  • Nome científico – Caretta caretta;
  • Família – Cheloniidae.

Características da Tartaruga Cabeçuda

A Tartaruga Cabeçuda tem um comprimento médio de 90 cm e o peso de 135 kg.

Mas, é importante que você saiba que exemplares maiores já foram vistos com o comprimento superior a 2 m e o peso de até 545 kg.

Quanto às nadadeiras, saiba que as da frente são curtas e possuem duas unhas, tal como as traseiras têm de duas a três unhas.

Com relação à cor, saiba que os indivíduos são castanhos ou amarelos, sendo que a carapaça é castanho-avermelhada.

O dimorfismo é claro somente quando ambos são adultos.

Dessa forma, a fêmea tem uma cauda mais fina e a carapaça mais longa do que o macho.

Um diferencial da espécie é que a ovulação da fêmea é induzida pelo acasalamento.

Isso significa que a fêmea ovula no ato, sendo muito raro em animais não mamíferos.

Por fim, a espécie tem a Carapaça óssea, com cinco pares de placas laterais.

tartaruga cabeçuda ou comum

Reprodução da Tartaruga Cabeçuda

A Tartaruga Cabeçuda tem um potencial de reprodução baixo porque ela coloca somente quatro ninhadas de ovos.

Depois disso, as fêmeas passam por um processo de aquiescência em que não colocam ovos ao longo de até 3 anos.

A maturidade é atingida entre os 17 e 33 anos, bem como a expectativa de vida varia entre 47 e 67 anos.

Quanto ao período de acasalamento, saiba que ele pode durar até 6 semanas e se ela tiver muitos pretendentes, eles brigam entre si.

No momento do ato, o macho sofre com mordidas de outros indivíduos que podem lesar a cauda e também as barbatanas.

As mordidas são tão fortes que chega ao ponto de os ossos ficarem expostos, fazendo com que o macho interrompa o ato.

Assim o processo de cura demora algumas semanas.

E diferentemente das outras espécies de tartaruga marinha, tanto cortejo quanto o acasalamento ocorrem longe da costa.

Por isso, seria entre as zonas de reprodução e alimentação bem perto das rotas migratórias.

Falando sobre regiões específicas como o Mediterrâneo, saiba que a época de acasalamento começa em março e termina em junho.

Por outro lado, o tempo de desova seria entre junho e julho, mas varia de acordo com a praia em que a mãe colocou os ovos.

Outra característica interessante é que a fêmea consegue armazenar o esperma de vários machos nos seus ovidutos até que ocorra a ovulação.

Nesse sentido, a cada ninhada é possível que haja até 5 pais diferentes.

Alimentação

A Tartaruga Cabeçuda é onívora, pois se alimenta de invertebrados que estão no leito marinho.

E como exemplo de alimentos, também vale falar sobre os insetos, larvas, ovos de peixes, caranguejos e colônias de hydrozoa.

Dessa forma, saiba que o animal tem mandíbulas poderosas e grandes que servem como uma ferramenta muito boa para a caça.

E de modo geral, a tartaruga adulta sofre com ataque de grandes animais marinhos como os tubarões, principalmente por conta do grande tamanho.

Isto é, somente quando as tartarugas são recém-nascidas, elas sofrem com ataques de predadores e organismos terrestres.

Curiosidades

A Tartaruga Cabeçuda é vista como uma espécie em perigo de extinção pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Dentre as causas, vale falar sobre as redes de arraste que causam o afogamento dos indivíduos.

Como resultado, foram desenvolvidos alguns dispositivos que liberam as tartarugas marinhas de redes de pesca.

Estes dispositivos são usados em diversos locais do mundo e oferecem uma via de escape caso elas fiquem presas.

Outro ponto que pode causar a extinção da espécie seria a perda de praias para a desova.

Nestas mesmas regiões, é comum que ocorra a introdução de predadores que afetam a reprodução da espécie.

Sendo assim, é fundamental que ocorra a cooperação internacional para que os indivíduos sejam conservados.

E isso ocorre porque a distribuição inclui diversos países do mundo.

Onde encontrar a Tartaruga Cabeçuda

A Tartaruga Cabeçuda vive no mar e também em águas costeiras que têm pouca profundidade.

Por isso, é difícil que a espécie seja vista na terra, com exceção das fêmeas que visitam estes locais de forma breve para cavar o ninho e depositar os ovos.

Os jovens e adultos estão ao longo da plataforma continental ou em estuários costeiros.

Por exemplo, no noroeste do oceano Atlântico os indivíduos com idades aproximadas vivem nos mesmos locais.

Assim, os jovens estão nos estuários, ao mesmo tempo em que os adultos que não nidificam vivem no alto mar.

Vale falar que os jovens compartilham o habitat entre os sargaços com uma variedade de organismos.

Além disso, fora da época de desova, as tartarugas estão em águas marinhas com a temperatura que varia entre 13,3 °C e 28,0 °C.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre a Tartaruga-cabeçuda no Wikipédia

Veja também: Tartaruga Aligator – Macrochelys temminckii, informações da espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

 

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário