Pesca Gerais

Saracura-do-mato: tudo sobre sua reprodução, habitat e seu comportamento

Saracura-do-mato é uma ave que também tem os seguintes nomes vulgares: saracura-do-brejo, saracura e siricoia.

Na língua inglesa o animal atende por Slaty-breasted Wood Rail e é famoso por ser arisco.

Como resultado, o mais fácil seria ouvir os indivíduos, ao invés de vê-los, vamos entender mais a seguir:

Classificação:

  • Nome científico – Aramides saracura;
  • Família – Rallidae.

Características da Saracura-do-mato

Em primeiro lugar, saiba que o nome científico do Saracura-do-mato vem do (grego) aramos, que seria um tipo de garça citado por Hesinquio, além de “öides” que quer dizer “semelhante”.

O segundo nome (saracura) está relacionado à língua tupi e tem por significado “ave”.

Portanto, Aramides saracura quer dizer ave do pântano que é semelhante a uma garça.

Com relação às suas características, entenda que os indivíduos têm de 34 a 37 cm de comprimento, além de pesarem 550 gramas.

Por outro lado, vale falar da cor:

Tanto as laterais da cabeça, quanto a coroa, têm um tom de cinza ligeiramente amarronzado, bem como a região auricular e os lores são cinza.

Já a parte posterior do pescoço, nuca e o flanco de cima do peito são castanhos, um tom que se torna marrom-olivácea quando chega nas costas e no manto do animal.

Coberteiras das asas e costas verde-olivácea e as penas maiores da ave marrom-acastanhadas, tal como, cauda e penas supra caudais, pretas.

A parte do apêndice triangular que recobre as vértebras caudais é marrom, garganta e queixo são esbranquiçados, como também os flancos, lateral do pescoço, peito e ventre, são cinza-azulados.

Além disso, a região ao redor da cloaca do Saracura-do-mato tem o tom de preto, do mesmo modo que as penas infra caudais.

Por fim, o anel periocular e as íris são vermelho-carmim, pés e tarsos rosa-avermelhados, e bico verde-amarelado com a base azulada.

No que se refere aos filhotes, entenda que eles contam com um tom de marrom escuro que se aproxima do preto em todo o corpo.

Os jovens também têm pernas, bico e olhos pretos.

saracura-do-mato

Alimentação da Saracura-do-mato

É muito comum que a espécie se alimente de ovos da perereca Filomedusa (Phyllomedusa distincta).

E além dos ovos, a ave pode comer os pequenos anfíbios, capins, brotos, insetos, larvas, pequenos vertebrados, invertebrados como minhocas, peixes de pequeno porte e crustáceos.

Reprodução

O Saracura-do-mato é monogâmico, isto é, tem somente um parceiro em toda a sua vida.

Dessa forma, macho e fêmea devem cuidar da prole que chega a ter até 5 filhotinhos.

Os filhotes, por sua vez, têm por estratégia ficarem escondidos entre a vegetação com o intuito de evitar os predadores.

Com relação ao ninho, saiba que ele é feito com o uso de gravetos e folhas, sendo que está em pequenas árvores ou até mesmo no chão.

Este ninho tem o formato de uma tigela, assim como a altura de 1 a 7 cm, estando em arbustos ou emaranhados de cipós.

Neste ninho são colocados ovos beges com manchinhas marrons.

Curiosidades

É interessante falar sobre como pode haver uma confusão entre esta e outras aves por conta da sua aparência.

No geral, todas as espécies pertencem ao gênero Aramides e têm os seguintes nomes:

Saracura-do-mangue (Aramides mangle), saracura-três-potes (Aramides cajaneus) e saracuruçu (Aramides ypecaha).

Nesse sentido, a principal diferença visual entre as quatro espécies está na cor de telha que está em todo o corpo, além da extensão das partes acinzentadas.

Falando inicialmente sobre o saracura-do-mangue e o saracura-três-potes, entenda que ambos contam com o peito e barriga na cor de telha, além do pescoço cinza.

Mas, somente o saracura-do-mangue tem a garganta na cor de telha, sendo que a nuca é cinza.

Por outro lado, o Saracura-do-mato tem diversas cores invertidas quando comparamos com o saracura-do-mangue, com exceção da cabeça que é quase toda cinza.

Portanto, o peito, barriga e garganta são cinza, bem como o manto e a nuca tem cor de telha.

Por fim, o saracuruçu é igual à espécie que estamos falando neste conteúdo, ou seja, o peito e a garganta são cinza.

Porém, a cor de telha que fica na nuca abrange grande parte da cabeça e a barriga seria marrom clara.

E além das características relacionadas à plumagem, será que é possível diferenciar as quatro espécies de outra forma?

Sim! Tanto o saracuruçu, quanto o saracura-do-mangue, contam com um tom de vermelho-alaranjada na parte próxima da maxila superior, ao mesmo tempo em que o saracura-do-mato e o saracura-três-potes não têm.

Por fim, é interessante falar sobre o canto da espécie:

No geral, as aves vocalizam em pares, tendo uma sincronia incrível.

Sendo assim, é difícil distinguir se há somente um indivíduo ou vários cantando.

Aliás, o canto ocorre ao amanhecer e ao entardecer.

saracura do mato

Habitat da Saracura-do-mato

O Saracura-do-mato tem o hábito de viver em locais alagados, florestas de terrenos acidentados, pântanos e matas fechadas, estando presente na beira de rios.

Quando não está no rio, a ave sai da mata e vai até os lugares abertos em busca de alimento.

Sendo assim, diferente das outras espécies de saracura, este animal é visto longe dos locais com água como os lagos e rios.

Portanto, a ave está distribuída no sudeste e sul do nosso país, Argentina (em especial, na província de Misiones) e Paraguai.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante!

Informações sobre a Saracura-do-mato no Wikipédia

Veja também: Coleirinho: subespécies, reprodução, seu canto, habitat e seus hábitos

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário