Pesca Gerais

As melhores dicas de como localizar o peixe durante a pesca em rio

Em rios que existem muitas pedras que sejam expostas ou não, existem algumas dicas de como localizar o peixe durante a pescaria no rio. Aliás, esses rios geralmente vêm da continuidade de cachoeiras.

As pedras podem estar localizadas em várias partes do rio, mas o mais comum é que elas fiquem no meio. Os rios mais comuns de se encontrar esse tipo de pedras são no Xingu, Trombetas, Iriri, São Benedito, entre outros.

Isso porque,  esses rios possuem pedras visíveis, a água do rio corre pelas laterais dessas pedras formando pequenos remansos nesses lugares. Nos remansos a água fica mais fraca e é exatamente nesse lugar que o peixe fica.

Entre alguns peixes que podem ser encontrados nesses lugares podemos citar o Tucunaré, o Dourado, Cachorra, entre outros. O pescador geralmente procura lugares de galhadas para arremessar sua isca, mas em locais que costuma ter pedras, o ideal é que você arremesse atrás delas, pois é exatamente ali que o peixe costuma ficar.

Então, lembrando sempre o arremesso deve ser feito atrás da pedra. Ou seja, na frente da pedra a água está exercendo sua força. E raramente você irá encontrar peixes nesse local, já que eles preferem águas mais calmas.

Como realizar arremessos em remansos

É importante que o pescador se posicione de maneira correta para realizar os arremessos dentro do remanso. Nunca se posicione na frente ou na lateral da pedra para fazer o arremesso.

O correto é se posicionar após a pedra, para que você realize o arremesso e possa trabalhar sua isca, dentro de uma zona favorável para a pesca. Dessa forma, o arremesso deve acontecer para cima, e o pescador deve ir trabalhando a isca até próximo do local aonde o peixe se encontra.

pescador com tucunaré na pescaria de rio

Pescaria em locais de cachoeira

Existem algumas situações em cachoeiras, que podem fazer toda a diferença na sua pescaria. Há casos, em que a cachoeira é formada por quedas de águas livres sem pedras, que formam um turbilhão. Como há locais com a queda de água formada por rochas.

Algumas espécies de peixes gostam de ambas as situações. Mas algumas espécies como os peixes de couros preferem quedas livres que formam um turbilhão de água.

Isso porque, a presa entra nesse turbilhão e acaba se perdendo um pouco. E é nesse exato momento que ele ataca, algumas espécies que gostam desse turbilhão de água são as Cachorras e Bicudas. Entretanto, o Tucunaré prefere locais de remansos, em que a água escorre através das pedras.

Nos locais de turbilhão o que pode ocorrer é a existência de uma pequena grota, e nesse caso o Tucunaré pode estar escondido nesse local. Por isso, vale a pena tentar realizar um arremesso nesse local.

Sendo assim, observe um pouco após a queda da água, já que podem existir pedras submersas. Mas em alguns pontos as águas podem fazer um remanso e nesses locais geralmente existem pedras submersas e podem ter alguns peixes.

cacheira no rio

Pescaria em rio, como encontrar o peixe?

Em rios de água doce é sim possível pescar espécies como o Tucunaré. O importante é saber exatamente aonde arremessar sua isca para encontrar essa espécie.

Os principais locais para arremessos são pontos com galhadas ou pauleira. O Tucunaré gosta muito desse tipo de local, porque ele precisa da galhada para depositar os seus ovos. Outro motivo, é que nas galhadas o Tucunaré consegue se esconder melhor, assim ele consegue atacar melhor as suas presas.

Por isso, se você estiver navegando por um rio, e encontrar um local com galhada, pare o barco e faça alguns arremessos nesse local. Outros locais interessantes para realizar um arremesso são em raseiro ou em pontas de praias.

Em curvas internas de rios, acabam se tornando locais mais rasos, esses locais são chamados de praiados, e o Tucunaré gosta muito desse local. Caso o rio tenha locais como entradas para igarapés, é outro local excelente para pescaria.

Pedral é outro ponto que pode ser interessante para que você possa realizar seus arremessos.

As 10 melhores iscas para a pesca de água doce

Agora que você já sabe em qual local entrar os peixes no rio, vamos falar um pouco sobre as melhores iscas para a pesca de água doce. A pescaria de água doce pode ser realizada em rios, lagoas, lagos, represas, barragens e pesqueiros particulares.

Existe uma infinidade de peixes de água doce, neste post, vamos citar às dez melhores iscas para peixes de água doce. As dez principais são:

minhocas para pescaria de rio

As dez principais são:

  • Fígado de Boi;
  • Filé de Peixe;
  • Iscas artificiais;
  • Lambari;
  • Larva de Besouro ou Bicho de Pau Podre;
  • Minhoca;
  • Minhocuçu;
  • Rã;
  • Tripa de Galinha;
  • Tuvira

Isca natural Minhoca

A minhoca é uma das iscas naturais mais utilizadas na pescaria de água doce. Principalmente para quem está iniciando, essa é uma das melhores opções para pesca. Com a minhoca é possível pescar a maioria das espécies de água doce existentes.

O Lambari na pescaria no rio

O Lambari é uma espécie de peixe pequeno muito utilizado para a pescaria de predadores. Entre os predadores que mais se pesca com o Lambari podemos citar o Dourado, o Tucunaré e a Traíra.

Mas não são apenas essas espécies que são atraídas por esse peixe, o Jundiá, a Cachara e o Pintado, também gostam do Lambari. Outro ponto que conta muito, é que o Lambari é um peixe fácil de encontrar. Por isso, no mesmo rio em que irá pescar grandes exemplares, pode se pescar a isca.

Iscas artificiais para a pescaria no rio

vários tipos de iscas artificiais

Surpreendentemente, a cada dia mais aumenta a diversidade e a qualidade das iscas artificiais. É incrível como as iscas artificiais conseguem imitar, os movimentos e principalmente as cores dos animais as quais representam.

Com isso, hoje em dia, existem iscas artificiais especificas para cada espécie, melhorando e muito o resultado da pesca esportiva.

Pescando com rã

Realizar a pescaria com rã pode ser bem produtiva. Inclusive algumas espécies como Jundiá, Traíra e Jacundá, gostam bastante dessa iguaria. Mas, existem várias outras espécies que são atraídas pela rã.

Decerto, outra vantagem da utilização dessa isca, é que a carne de rã é bem firme, com isso evitasse que peixes menores destruam sua isca antes do predador atacar.

 Usando a Tuvira na pescaria no rio

Essa já não é uma isca natural tão fácil de ser encontrada, assim como as outras citadas. Mas ela é uma excelente opção para a pesca de Dourado, Pintado, Jaú e outros. Sendo umas das iscas mais utilizadas em regiões do Pantanal, na Bacia do Paraná e em alguns locais da Argentina. O recomendado é utilizar ela viva, mas mesmo que não esteja viva, essa isca ainda continua sendo uma ótima opção.

Minhocuçu e sua grande variedade de predadores

O Minhocuçu pode ser usado para pescar uma grande variedade de peixes, entre eles podemos citar:

pescador segurando um dourado

  • Barbado
  • Bico de Pato,
  • Cachara,
  • Corvina,
  • Dourado,
  • Jaú,
  • Jurupoca,
  • Mandi,
  • Matrinxã,
  • Pacu,
  • Palmito,
  • Piapara,
  • Piau,
  • Piauçu,
  • Pintado,
  • Pirapitinga,
  • Pirarara,
  • Tabarana,
  • Tambaqui,
  • Traíra.

Dessa forma, ela é uma isca muito utilizada em locais como pesqueiros e outros lugares de água doce. Quando utilizada, essa isca garante uma ótima quantidade de fisgadas!

Larva de Besouro ou Bicho de Pau Podre

Essa é uma isca que é encontrada fora do habitat natural do peixe. Assim, para procurar por ela, o pescador terá que encontrar madeiras podres, como toras ou árvores e galhos caídos.

Os peixes que mais são atraídos por essas iscas são os peixes de couro como o Mandi, a Traíra, a Piava e o Jundiá.

Isca com Fígado Bovino na pescaria no rio

O fígado de boi é uma isca bastante utilizada há algum tempo. Aliás, é excelente para pesca de Jundiás, Lambaris e pintados. Além disso, peixes redondos como o Tambas e o Pacu, e também os de couros da Amazônia gostam bastante dessas iscas.

A tripa de galinha para pesca

A tripa de galinha, basicamente tem a mesma eficiência do fígado de boi. Entretanto, a única diferença é que essas iscas são mais difíceis de conseguir. Essa isca pode ser utilizada para pescaria no rio de peixes de couro em geral, inclusive, traíras. Além disso, peixes menores como o cará e os lambaris também gostam de uma tripa de galinha.

Filé de peixe

Aliás, uma alternativa bastante útil e fácil para utilizar na pesca. O filé de peixe pode ser utilizado, quando nenhuma das opções anteriores estiver disponível. Você pode utilizar peixes como a Tilápia, cascudo ou cará para fazer os filés.

Você pode utilizar para a pescaria de outros peixes carnívoros como dourados, traíras, e principalmente para os peixes de couro.

Agora que você aprendeu como localizar o peixe na pescaria de rio e quais são as melhores iscas. Passe na Loja Pescas Gerais e conheça mais sobre os equipamentos adequados para cada espécie de peixe.

Informações sobre pesca no Wikipédia

Enfim, gostou das informações? Então, deixe seu comentário logo abaixo ele é importante para nós!

Posts Relacionados

sem comentários

João Carlos 24 de novembro de 2020 at 11:45

Excelente informações, parabéns pelo post!

Resposta

Deixe um Comentário