Pesca Gerais

As melhores dicas de como localizar o peixe durante a pesca no mangue

No post do hoje vamos falar um pouco sobre a pescaria no mangue. Mas, antes de prosseguir, é bom entender o que é um mangue. Os manguezais são um ecossistema encontrado nas regiões litorâneas. As águas desses locais geralmente são salobras, isso porque, nesses locais costumam ocorrer o encontro da água doce com a água salgada.

Nesses locais existe uma grande biodiversidade de peixes, ostras e mariscos. Entre algumas espécies de peixes que podem ser encontradas nos mangues estão, o Robalo, a Tainha, a Sardinha, Savelha, Bagre, Parati e a Acará. Mas, como localizar esses peixes nessa região?

Como localizar o peixe na pescaria no mangue?

No mangue diariamente existe uma corrente marítima. Essa corrente, assim como no mar, faz com que a água do mar entre nesses mangues e saia em um determinado período do dia.

Sendo assim, a melhor forma de se encontrar peixes nos mangues é procurando as partes mais fundas do rio de mangue. Geralmente esses locais são as curvas da parte de fora do rio de mangue.

Isso porque, nesses locais durante essa passagem da corrente marítima, a água vai cavando o fundo dessas laterais externas do rio, deixando esses locais mais fundos.

Dessa forma, as curvas do rio são o primeiro local onde deve-se realizar os arremessos na pescaria de mangue.

pescador com um robalo na pescaria de mangue
Pescador Walter Siepierski com um belo Robalo

Pescaria em dias de enchentes

Durante os períodos de enchentes você deve observar a entrada na água do rio. Geralmente os peixes se alimentaram próximos à entrada dessa água. Então procure localizar a primeira curva do rio. Outro ponto a observar, é se nesse lugar existem vegetações. Essa combinação de vegetação, entrada de maré e locais fundos, são perfeitos para localizar os peixes. Mas lembrando, que o peixe sempre estará no início dessa primeira curva.

De modo geral, o peixe procura locais que tenham raízes e vegetações, para se alimentar, já que lá estarão suas presas. Entretanto, todas essas informações podem ser anuladas, pela experiência do seu guia. Afinal, ele conhece o local muito melhor que você.

Isso porque, no rio podem existir outros elementos no fundo do rio em locais diferentes, que nós não conseguimos ver. Esses elementos podem ser uma galhada, um drop ou uma árvore.

Porém, o guia do local já tem a experiência e sabe quais são esses locais. Sendo assim, sempre ouça o seu guia. Apenas quando você não tem um guia ao teu lado, é que essas dicas te ajudarão.

Dicas de pescaria nos locais de vazante do mangue

Para a pescaria nos locais de vazante do mangue, o modo de pescaria já se inverte. Isso porque, o início da curva está do lado oposto da força da maré. Assim, um local muito interessante para você encontrar o peixe, é na curva da maré.

Outros locais que você pode encontrar os peixes nessas regiões de mangues são locais que tenham pedra no meio ou drops. Mas é importante lembrar que esses locais só serão encontrados com a ajuda de um sonar.

Robalo capturado por um pescador

A importância do uso do sonar nas pescarias

Ainda existem muitos pescadores que acreditam que o sonar é desnecessário dentro da pescaria. Aliás, eles estão muito errados, inclusive muitos pescadores conseguem realizar grandes pescarias, graças ao uso do sonar.

O sonar é importante, porque ele consegue te mostrar estruturas submersas que estão dentro do rio. Essas estruturas, você não consegue visualizar normalmente. E assim, com esse conhecimento, você passa a ter uma outra visão sobre a estrutura de um rio.

Sem falar, que o uso do sonar permite que você também tenha a localização de cardumes inteiros de peixes, facilitando e muito a sua pescaria. Com o sonar você conseguirá observar, por exemplo, aonde o rio é mais fundo, onde existem buracos, galhadas ou um drop. Sem o sonar é quase impossível você obter esse tipo de informação, que favorece e muito a sua pescaria.

Dessa forma, se você tiver a condição de investir em um sonar e um GPS para marcar as localizações desses pontos do rio. Invista, pois, fará toda a diferença na sua pescaria.

vegetação de mangue

As barras de rio, outra ótima opção para pescaria em mangue

As barras de rio, nada mais são do que o local em que a água que sai do rio deságua no mar. Esses locais ficam nas regiões costeiras do litoral, e são excelentes para que você faça arremessos. Costuma- se realizar essa pescaria de forma desembarcada.

O local é excelente para a pescaria, porque os peixes costumam se alimentar muito nesses locais de encontro do rio com o mar. Sendo assim, você pode pescar em locais mais próximos do rio, assim como, em locais mais próximos do mar.

Como realizar a pescaria em mangue dentro do curral

O curral é outro ponto interessante para se realizar a pesca. Formado por estacas, assemelha-se a uma cerca. Existem vários tamanhos de currais, e geralmente ficam no canal dos peixes.

Em alguns currais é possível ter pedra no fundo, mas para identificar é só através do uso do sonar.  O curral é um local em que o peixe vai entrando no rio e quando ele entra no curral ele acaba não saindo com tanta facilidade.

O local ideal para pescar dentro do curral é nas laterais, onde fica as estacas e atrás do curral. Para isso se posicione na entrada do curral, no sentido da água e faça seu arremesso para dentro do curral. Deixe a sua isca descer até o fundo, e vá trabalhando a isca com pequenos toques de ponta de vara.

Caso você não tenha sucesso nas laterais, tente do meio para o final do curral e por fim nas laterais externas. Siga sempre o sentido da água para fazer o arremesso, nas laterais externas do curral.  Nesse local pode ter remanso e os peixes podem estar nesses locais.

curral próximo a um manguezal

Dicas finais para pesca em curral

Uma dica, para a pescaria no mangue em currais, o uso do motor elétrico é a melhor opção. Assim você pode ir batendo em todas as laterais do curral circulando o curral todo, sem espantar os peixes, até encontrar o ponto onde o peixe está batendo.

Vale lembrar que alguns peixes como o robalo é ativo tanto em curral velho, como em curral novo. Outro ponto importante na pescaria de curral é não deixar o peixe tomar muita linha.

Caso isso aconteça o peixe geralmente vai em direção à espinha do curral para tentar arrebentar sua linha e escapar da sua isca. Sendo assim, aperte um pouquinho mais a fricção, usa um anzol e um leader mais reforçados.

O peixe bateu, força um pouco mais a varal, para tirar o peixe da espinha do curral. Existem lugares inclusive que o pescador não conhece os locais com galhada, ele pode ir batendo no curral até encontrar o ponto certo para pesca.

Porém, se bater em várias partes desse curral e não encontrar nada, o melhor é partir para outro curral.

Que tal completar seus equipamentos de pesca no melhor site de pescaria da internet? Corre agora para o Loja Pescas Gerais e confere todas as ofertas para sua pescaria.

Informações sobre mangue no Wikipédia

Veja também: Tucunaré Azul: Informações e dicas de como pescar esse peixe

Posts Relacionados

Deixe um Comentário