Início Dicas e Equipamentos Pescaria de Dourado dicas e truques para ter sucesso na aventura

Pescaria de Dourado dicas e truques para ter sucesso na aventura

por Otávio Vieira

O Dourado, Salminus maxillosus, é uma espécie icônica de peixe encontrado em várias partes da América do Sul, especialmente nos rios Paraná, Paraguai e São Francisco. Sua preferência por águas rápidas e limpas, o corpo dourado e a tenacidade que demonstra quando fisgado, fizeram dele uma das espécies mais apreciadas por pescadores esportivos. Este peixe pode atingir até 1 metro de comprimento e pesar mais de 25 kg, sendo, portanto, considerado um grande predador em seu habitat.

A pescaria de Dourado requer habilidade e conhecimento, pois o peixe é conhecido por seu comportamento agressivo e luta vigorosa quando fisgado. A pesca com iscas artificiais, como colheres, plugs e iscas de penas, é a mais comum, mas também se pode usar iscas naturais. Pescar Dourado exige equipamentos robustos, como linhas resistentes e varas pesadas. A liberação após a captura é altamente incentivada para preservar as populações de peixes.

A pesca de Dourado é significativa não apenas para a recreação, mas também para a economia das comunidades locais. Várias pousadas de pesca e guias turísticos dependem da pesca de Dourado para sustentar seus negócios. Além disso, competições de pesca de Dourado são realizadas anualmente, atraindo pescadores de todo o mundo e contribuindo para o turismo.

Contudo, a pesca excessiva e as alterações ambientais, como a poluição da água e a construção de barragens, têm impactado negativamente as populações de Dourado. Estes desafios exigem medidas de conservação eficazes, incluindo regulamentações de pesca, para garantir a sobrevivência desta espécie emblemática.

A pesca de Dourado é mais do que um passatempo para muitos; é um modo de vida. Este peixe majestoso é um símbolo de bravura e resistência, proporcionando não apenas uma fonte de alimento, mas também um sentido de propósito e orgulho para os pescadores que buscam sua captura.

Quais são as iscas boas para pescar dourado?

A escolha da isca é crucial para uma pescaria bem-sucedida do Dourado, Salminus maxillosus, e variados tipos de iscas são utilizados dependendo das condições do ambiente e do comportamento do peixe. Entre as iscas naturais, a tuvira (Gymnotus carapo), um tipo de enguia de água doce, é frequentemente preferida. Sua movimentação vibrante e atraente na água torna a tuvira uma isca irresistível para os Dourados.

O piau (Leporinus spp.), outro peixe de água doce, também é uma isca natural eficaz para a pescaria de Dourado. Piaus são pequenos peixes carnívoros que emitem sinais que atraem predadores como o Dourado. Cortados em pedaços ou usados inteiros, os piaus podem ser iscas excelentes para Dourados, principalmente em rios ou águas paradas.

No que tange à pesca com iscas artificiais, há uma variedade de opções disponíveis que imitam a aparência e o movimento de presas naturais. As iscas de meia água e superfície, como plugs e stickbaits, são particularmente eficazes em águas mais rasas, onde os Dourados costumam caçar. Essas iscas imitam peixes feridos na superfície, provocando o instinto predatório do Dourado.

As iscas de fundo, como jigs e spinnerbaits, são excelentes para pescar Dourados em águas mais profundas. Essas iscas imitam pequenos peixes ou invertebrados que se movem junto ao leito do rio, o que atrai o Dourado que costuma caçar em águas profundas. A cor da isca também pode influenciar a pescaria, com cores vibrantes como vermelho e laranja sendo especialmente atraentes para os Dourados.

Por fim, independentemente da isca escolhida, é crucial entender o comportamento do Dourado para maximizar as chances de uma pescaria bem-sucedida. A paciência, a observação e a adaptação às condições locais e ao comportamento do peixe são tão importantes quanto a escolha da isca. A combinação desses elementos pode garantir uma experiência de pesca memorável com este incrível peixe.

pescaria de dourado pescador Lester Scalon

Pescaria de Dourado

Qual é a melhor hora para pescar dourado?

A pescaria de Dourado, Salminus maxillosus, é uma atividade que requer conhecimento e compreensão sobre o comportamento deste peixe. Para aumentar as chances de uma captura bem-sucedida, é importante pescar nos momentos em que o Dourado está mais ativo, o que geralmente ocorre durante os períodos do começo da manhã e final da tarde.

No começo da manhã, normalmente, os Dourados estão saindo de suas áreas de descanso em busca de alimento, tornando este período propício para a pesca. Neste momento, os raios solares ainda não aqueceram demais a água, e os peixes estão mais propensos a subir à superfície, o que facilita a pesca com iscas de superfície ou meia água.

À medida que a tarde se aproxima do fim e as temperaturas começam a diminuir, os Dourados voltam a se tornar ativos, em busca de uma última refeição antes da noite. Essa atividade renovada faz do final da tarde outro horário privilegiado para a pescaria de Dourados. A luz do sol poente reflete na água, criando condições ideais para o uso de iscas com cores vibrantes que podem atrair a atenção do Dourado.

Durante a noite, a atividade dos Dourados tende a diminuir significativamente. Este período é caracterizado por uma menor visibilidade e um comportamento mais retraído dos peixes, o que pode tornar a pesca mais desafiadora. No entanto, com as técnicas e equipamentos adequados, a pescaria noturna ainda pode resultar em sucesso, embora as chances sejam menores em comparação com os períodos da manhã e da tarde.

Por fim, vale lembrar que a melhor hora para a pescaria de Dourado pode variar dependendo de fatores como a localização, o clima e a estação do ano. O que funciona em um lugar ou situação pode não funcionar em outro.

Qual a linha ideal para pesca de dourado?

A escolha da linha de pesca é um componente fundamental para a pescaria do Dourado, dada a força e resistência que este peixe apresenta. A linha multifilamento, feita de fibras entrelaçadas, é a escolha ideal para pescar Dourado, pois oferece uma série de vantagens, como maior resistência, sensibilidade e precisão.

A resistência da linha multifilamento é uma característica particularmente importante quando se pesca Dourado. A boca dura deste peixe exige uma fisgada firme, algo que as linhas multifilamento permitem devido à sua resistência e baixa elasticidade. Essa resistência também é crucial quando se pesca em locais com estruturas subaquáticas, onde os Dourados podem tentar se esconder e romper a linha.

Quanto à espessura ou diâmetro da linha, a escolha dependerá do tamanho e peso do peixe que se espera capturar. Normalmente, recomenda-se o uso de linhas entre 0,23 mm até 0,30 mm para a pescaria de Dourado. Este diâmetro geralmente corresponde à resistência em libras entre oito e 14 lbs, sendo adequado para a maioria das situações de pesca deste peixe.

É importante lembrar que, além da linha de pesca principal, o uso de um líder, um segmento de linha mais resistente que liga a linha principal à isca ou ao anzol, pode ser necessário para lidar com a agressividade do Dourado. O líder deve ser resistente o suficiente para suportar as dentadas do Dourado e ajudar na fisgada.

Por último, a seleção da linha de pesca ideal deve levar em consideração outros aspectos, como a técnica de pesca utilizada, o tipo de carretilha ou molinete e as condições do local de pesca. Uma linha bem escolhida, juntamente com o equipamento e técnica adequados, pode aumentar significativamente as chances de sucesso na pescaria de Dourado.

Onde o Dourado gosta de ficar?

O Dourado, é conhecido por habitar uma variedade de locais dentro de seus ecossistemas fluviais. Uma das características marcantes do Dourado é sua preferência por águas rápidas, corredeiras e cachoeiras. Nestas zonas de água tumultuada, o Dourado encontra um habitat rico em oxigênio e alimento, sendo, por isso, um local comum para encontrar este peixe majestoso.

As margens de barrancos também são locais frequentemente ocupados pelos Dourados. Estas áreas oferecem proteção contra predadores e são ricas em alimento, com pequenos peixes e invertebrados sendo arrastados pela correnteza para as margens. O Dourado costuma se esconder nessas regiões, aguardando a passagem de uma presa, o que torna esses pontos estratégicos para a pesca.

Os Dourados também são encontrados nas bocas de corixos. Os corixos, que são pequenos canais que ligam lagos e lagoas ao rio principal, são verdadeiros berçários de vida aquática. A abundância de alimentos atrai os Dourados para esses locais, especialmente durante a estação das chuvas, quando os corixos estão cheios de água.

As galhadas no meio dos rios são outro refúgio preferido dos Dourados. Estas estruturas submersas oferecem excelente cobertura e um ponto estratégico para emboscar presas. No entanto, a pesca nestas áreas pode ser desafiadora, devido ao risco de emaranhamento da linha na vegetação submersa.

Finalmente, é importante lembrar que o local preferido de um Dourado pode variar dependendo de uma série de fatores, como a estação do ano, o horário do dia e as condições da água. Os pescadores que desejam pescar Dourados devem estar dispostos a explorar e adaptar-se a essas condições variáveis para maximizar suas chances de sucesso.

Qual a melhor cor de isca artificial para Dourado?

A escolha da cor da isca artificial para a pesca do Dourado, pode variar dependendo de uma série de fatores, incluindo as condições da água, a iluminação e o comportamento do peixe. Uma regra geral é que, em águas turvas ou barrentas, as iscas com cores mais vibrantes e contrastantes tendem a ser mais eficazes.

Neste cenário, a isca fire-tiger, com suas cores vivas de verde, laranja e preto, é uma escolha popular. A combinação intensa e contrastante dessas cores ajuda a atrair a atenção do Dourado, mesmo em águas com visibilidade limitada. Outra opção é a isca dourada com dorso preto, que imita a aparência de um pequeno Dourado, um peixe comum na dieta dos Dourados maiores.

Iscas de cor laranja e vermelha também são frequentemente bem-sucedidas para a pesca de Dourado. Estas cores, que simulam peixes feridos ou em estresse, são particularmente eficazes em provocar o instinto predatório do Dourado. Em águas mais claras, as cores prata e azul também podem ser efetivas.

As iscas escuras também têm seu lugar na pescaria de Dourado. Em condições de baixa luz, como ao amanhecer, ao anoitecer ou em dias nublados, iscas escuras podem ser mais visíveis para os peixes do que as iscas mais claras. É comum ver pescadores utilizando iscas pretas ou de cores escuras nessas situações.

Finalmente, vale lembrar que a melhor cor da isca pode variar de dia para dia e de lugar para lugar. A experimentação é uma parte importante da pescaria e os pescadores devem estar dispostos a experimentar diferentes cores de iscas até encontrar o que funciona melhor em uma determinada situação. Mesmo a melhor cor de isca pode não ser eficaz se o peixe não estiver disposto a morder, então a paciência e a persistência são essenciais.

Como pescar do Dourado de barranco

A pesca de Dourado, a partir do barranco apresenta seus próprios desafios e recompensas. Realizar essa modalidade de pesca com sucesso requer um bom entendimento do comportamento do peixe, bem como a escolha do equipamento adequado.

O primeiro passo para a pescaria de Dourado de barranco é encontrar um local adequado. Como o Dourado tende a frequentar áreas de corredeiras e barrancos em busca de presas, identificar esses locais pode aumentar suas chances de sucesso. A proximidade de estruturas subaquáticas, como troncos e rochas, também é um bom indicativo da presença de Dourados.

O equipamento de pesca adequado é fundamental. O uso de uma vara de pesca resistente e de comprimento médio a longo é recomendado para garantir lançamentos distantes e controlados. Além disso, a linha de pesca deve ser forte o suficiente para resistir à luta do Dourado, sendo a linha multifilamento de 0,23 mm a 0,30 mm uma boa escolha. A escolha da isca também é crucial e pode variar de iscas artificiais a iscas vivas, como a tuvira.

A técnica de pesca é outro elemento importante. Um lançamento bem-sucedido requer prática e habilidade para garantir que a isca chegue ao local desejado. O pescador deve estar preparado para uma luta intensa uma vez que o Dourado morda a isca, dado o comportamento agressivo e a força desse peixe.

Finalmente, a paciência e a persistência são fundamentais na pescaria de Dourado de barranco. Este tipo de pesca pode levar tempo e requer uma observação cuidadosa e constante. No entanto, a emoção de fisgar um Dourado a partir do barranco e a recompensa de uma luta bem-sucedida fazem valer a pena o esforço.

Qual a melhor época para se pescar dourado?

A pesca de Dourado, é uma atividade que deve ser cuidadosamente planejada para maximizar as chances de sucesso, e uma das variáveis a considerar é a época do ano. A melhor época para pescar o Dourado ocorre tipicamente de fevereiro a outubro, período no qual a atividade do peixe tende a ser mais alta.

Este período é ideal devido às condições hidrológicas dos rios, que afetam diretamente o comportamento dos peixes. Quando o nível da água dos rios está baixando, após as chuvas do final do ano, muitos pequenos peixes ficam presos em lagos e lagoas que começam a secar. Esta situação força esses peixes a sair destes locais, criando uma abundância de alimento para o Dourado.

Nesta época, o Dourado, sendo um predador oportunista, aproveita a oportunidade para se alimentar desses peixes menores. Este comportamento o torna mais ativo e, consequentemente, aumenta a chance de ser capturado pelos pescadores.

No entanto, é crucial lembrar que mesmo durante este período ideal, as condições específicas do dia, como a temperatura e o tempo, também desempenham um papel na atividade do Dourado. Portanto, é sempre uma boa ideia estar atento a esses fatores para maximizar as chances de uma pesca bem-sucedida.

É importante lembrar que muitas regiões têm leis de pesca específicas, incluindo períodos de defeso, para proteger o Dourado durante seus períodos de reprodução. Portanto, os pescadores devem estar sempre cientes das regulamentações locais para garantir uma pesca responsável e sustentável.

Qual é a melhor lua para pescar dourado?

A pescaria de Dourado, é influenciada por vários fatores ambientais, incluindo a fase da lua. Acredita-se que a lua cheia seja o período mais favorável para pescar o Dourado, devido à quantidade de luz que reflete na Terra, tornando a atividade noturna do peixe mais intensa.

Durante a lua cheia, os peixes tendem a se aproximar mais da superfície, tornando-os alvos mais acessíveis para os pescadores. O aumento da luz noturna durante esta fase da lua altera o comportamento do Dourado, tornando-o mais ativo e predatório. Assim, a pescaria durante a lua cheia pode resultar em mais mordidas e, consequentemente, mais chances de sucesso.

Nesse período, os Dourados costumam caçar mais e ficar mais ativos, aumentando a chance de uma pescaria bem-sucedida. Os peixes são atraídos pela luminosidade da lua cheia, facilitando a visibilidade para o pescador e aumentando as chances de fisgar um grande exemplar.

Entretanto, é importante destacar que a lua cheia não é o único fator a considerar ao planejar uma pescaria. As condições climáticas, a temperatura da água, a época do ano e as condições do habitat também desempenham um papel significativo na atividade do Dourado.

Por fim, é essencial levar em conta os equipamentos de pesca corretos. Seja qual for a fase da lua, a escolha adequada de linhas, iscas e anzóis pode significar a diferença entre uma pescaria bem-sucedida e uma frustrante. Lembre-se sempre que a prática responsável e a observância das regras de pesca são fundamentais para garantir a sustentabilidade desta atividade prazerosa e desafiadora.

Como pescar Dourado com boia em pesqueiros?

A pescaria de Dourado, em pesqueiros pode ser uma atividade muito emocionante, e um método comumente utilizado nesse cenário é a pesca com boia. O uso de boias proporciona uma apresentação mais natural da isca e facilita a identificação das ações do peixe. Uma das boias mais empregadas para essa atividade é a boia torpedo.

A boia torpedo é amplamente utilizada devido à sua capacidade de se mover facilmente pela água, o que contribui para uma apresentação mais realista da isca. Seu design aerodinâmico permite arremessos longos e precisos, característica fundamental para alcançar os pontos onde os Dourados costumam ficar.

Um ponto importante a se considerar ao utilizar a boia torpedo é o tamanho do líder, a linha que liga a boia ao anzol. A profundidade do líder deve ser ajustada de acordo com a profundidade em que o Dourado costuma ficar no pesqueiro. Uma profundidade inadequada do líder pode resultar em iscas que não alcançam o Dourado ou, inversamente, iscas que são apresentadas muito abaixo de onde o Dourado está alimentando.

No que se refere à isca, as mais eficientes para Dourado em pesqueiros costumam ser peixes menores, como a tuvira. É importante lembrar que a isca deve ser bem fixada ao anzol para resistir aos arremessos e à ação agressiva do Dourado.

Por fim, a pesca de Dourado em pesqueiros com boia é uma técnica que demanda paciência e observação. Estar atento aos movimentos da boia, que indicarão a ação do Dourado, e reagir rapidamente a esses sinais pode fazer a diferença entre uma fisgada bem-sucedida e a perda de um grande peixe.

Algumas dicas para a pescaria do Dourado

  • Ao colocar a isca viva no anzol tome cuidado para machuca-la o mínimo possível, mantendo-a viva por mais tempo e mais atraente na pescaria de dourado.
  • Lugares com pedras tem tudo a ver com o dourado, é o habitat natural dele, quanto mais sua isca “ralar” no fundo do rio, maiores são as suas chances, no entanto, também aumentam a possibilidade de enroscar. Aí começa a dificuldade da pesca e também a habilidade do pescador.
  • No caso do barco apoitado arremesse um pouco pra trás do barco, ponha a vara paralela ao barco (reta pra frente) deixe a carretilha aberta e fique de olho na linha. Depois disso, se a velocidade de saída aumentar repentinamente é o peixe que abocanhou a isca. Se você usar anzol circular, dê alguns segundos, trave a carretilha e comece a enrolar.
  • Não saia de um bom lugar na pescaria de dourado sem antes mudar o barco um pouco pra esquerda ou para a direita em qualquer direção, mesmo que seja pequena, as mudanças fazem muita diferença nessa pescaria.
  • Os melhores horários para a pescaria do dourado são no começo da manhã e no fim de tarde, podendo ser pescado também durante à noite.
  • A amigo Lester Scalon é um grande doutor na pescaria de Dourados.
  • Na pesca embarcada, em locais onde a profundidade é grande, dê preferência por pescar apoitado (fundeado/ancorado), pois assim você fará sua isca chegar a lugares onde o pescador que estiver rodando não conseguirá.
  • Uma dica fundamental na pescaria de dourado desembarcado ou embarcado apoitado é que a linha tem que permanecer sempre bamba, com a tradicional barriga, fazendo a isca descer o rio de maneira natural. Para isso acontecer o pescador terá que arremessar rio acima e ir soltando a linha rapidamente.

Pescaria de Dourado dicas e truques para ter sucesso na aventura

Local e Equipamento para pescaria de Dourado

Longe da margem é onde eles preferem ficar. Sempre ficam em grupos pequenos, por volta de 3 ou 4 peixes, numa distância razoável. Se o local onde você irá pescar tiver alguma região onde há mais correnteza, é muito provável que ali haja algum Dourado por perto.

A melhor chance para fisgar um Dourado será na correnteza, longe da margem, ou no meio dos lagos.

pescaria dourado lester scalon

Na pescaria de Dourado, o recomendável são varas de ação médio-pesada, linhas de 25 a 30lbs, e anzol tamanho 8/0. Quando utilizar iscas soft (natural), na pescaria de Dourado envolvendo o arremesso de iscas mais pesadas (peixes inteiros e até mesmo vivos), portanto, o conjunto desses equipamentos com uma vara de tamanho entre 8 e 10 também é o ideal.

Na pescaria de Dourado com iscas artificiais, as recomendações são as mesmas. Da mesma forma, é possível utilizar uma vara de tamanho menor, entre 6 e 8.

A utilização de linhas com multifilamento é bem recomendada, assim a linha não irá arrebentar se houver um golpe seco.

pescaria dourado 01

Mais alguns tipos de Iscas para pescaria de Dourado

Isca natural ou artificial dá bons resultados. No entanto, o mais importante, na verdade, é a técnica e o equipamento utilizado.peixe com a tuvira na boca

As iscas naturais que dão melhores resultados são os Curimbatás, Lambari, Tuvira e alguns tipos de rãs. Por exemplo, o Curimbatá é o prato predileto na pescaria de Dourado.

Para a pesca com iscas artificiais, as mais recomendadas são as iscas em forma de colher principalmente as feitas de metal em conjunto com um girador, iscas com brilho e iscas de fundo com barbelas grandes.

Quando for fisgar o Dourado, é importante puxar com bastante força. Acima de tudo, o Dourado é um peixe com uma boca e mandíbulas muito duras que podem dar um pouco de trabalho na hora de “ferrar” a isca.

Dicas do local e quando o Dourado pegar a sua isca:

Se você fisgar algum peixe que um Dourado possa engolir inteiro, você pode utilizá-lo como isca. Prenda-o pela boca e arremesse, sem chumbo ou boia, somente o peixe e a linha. A técnica “arremesse e recolha” é a melhor para esse tipo de isca.

Em seguida, na pescaria de Dourado, escolha um local bem no centro do lado ou da correnteza e logo comece a recolher a isca. Faça alternâncias na velocidade e dê algumas puxadinhas vez ou outra quando recolher a linha com uma carretilha ou molinete.

salto do dourado

Um golpe extremamente forte será o aviso de que um Dourado “mordeu a isca. Se prepare para saltos, puxões, arrancadas muito velozes e potentes.

Da mesma forma, golpes ”secos” são muito comuns na pesca do Dourado e uma boa linha de multifilamento pode ajudar no confronto com esse peixe.

Dessa forma, a fricção, a ferramenta mais importante nesse combate, tem de estar sempre à disposição, moderadamente acionada pode ser a sua melhor chance de trazer para casa esse lindo troféu.

Arrancadas em direção ao fundo do lago podem surpreender e demonstrar toda força do Dourado. Além disso, é um peixe que geralmente procura o fundo quando se sente ameaçado.

Por certo, para retirá-lo da água a utilização de uma passaguá é uma boa ideia. Por geralmente engolir presas inteiras, o Dourado não possui muitos dentes. Porém retirá-lo da água com um alicate de pressão pela boca pode dar certo trabalho, já que é um peixe pesado.

Considerações finais sobre a pescaria de Dourado

A pesca de Dourado, é uma atividade emocionante e desafiadora, que demanda compreensão do comportamento da espécie e do uso adequado de técnicas e equipamentos de pesca. A escolha acertada de iscas e linhas de pesca, além do conhecimento dos habitats preferidos do peixe e dos horários de maior atividade, são essenciais para aumentar as chances de uma captura bem-sucedida.

Habilidades como um bom lançamento e a paciência para esperar o momento certo para a fisgada são cruciais, seja a pesca realizada de barco ou de barranco. A pescaria do Dourado proporciona contato intenso com a natureza e uma experiência única de desafio e prazer. Por meio do respeito às regras de pesca e ao meio ambiente, é possível assegurar que gerações futuras também possam desfrutar desta prática.

Enfim, gostou das informações sobre pescaria de Dourado? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante.

pescaria de dourado com iscas naturais e artificiais

Veja também as dicas para pescar Traíras, acesse:

Youtube Video

Caixa de Comentários do Facebook

Deixe um comentário

6 comentários

Giovani Guerin 20 de setembro de 2020 - 13:58

simplesmente espetacular essas dicas, verdadeiras aulas sobre peixes, como pescar, materiais, influencias climáticas e tudo mais… obrigado amigos, mais sucesso para vcs…

Responder
Otávio Vieira 20 de setembro de 2020 - 15:52

Valeu Giovani, obrigado pelo incentivo e estamos sempre produzindo conteúdo para compartilhar com os amigos pescadores. Forte abraço!

Responder
Ale 13 de fevereiro de 2021 - 17:42

Amanhã grande dia. Vou tentar lembrar as dicas. Torçam aí.

Responder
Otávio Vieira 14 de março de 2021 - 7:54

Como foi a pescaria amigo?

Responder
Moura 1 de outubro de 2021 - 18:47

Concordo plenamente com tudo que foi falado. Pescaria de dourado é uma das mais emocionantes que já fiz, o bicho é bruto mesmo!

Responder
Caiaqueiro da Canastra 13 de janeiro de 2022 - 8:24

Muito bom, mas vale a pena tentar nas beiradas também, já peguei muitos na beiradas principalmente próximo as estruturas como troncos, vegetação e ate espraiados! Pesque e solte sempre o Rei do Rio !! Abraços

Responder