Pesca Gerais

Peixe Vaca: Informações interessante da espécie que lembra os Baiacus

peixe vaca lactoria cornuta

O nome vulgar Peixe Vaca pode representar diversas espécies, incluindo alguns peixes-boi.

Dessa forma, os indivíduos habitam regiões diversas e suas características corporais os diferem.

Sendo assim, ao decorrer do conteúdo iremos lhe apresentar as espécies mais conhecidas e seus detalhes.

Classificação:

  • Nome científico – Lactoria cornuta, L. Fornasini, Lactophrys trigonus e Acanthostracion quadricornis;
  • Família – Ostraciidae.

Espécies de Peixe Vaca

Em primeiro lugar, conheça o peixe-vaca-comum (Lactoria cornuta) que tem por particularidade os espinhos que ficam em cima de cada olho.

O bicho também pode ter espinhos em cada lado do corpo na região que fica antes da barbatana anal.

Não apresenta uma barbatana pélvica e sua cor varia entre laranja e oliva, possuindo também algumas manchas azuis.

Esta espécie alcança um tamanho grande e os indivíduos têm comportamento tímido.

Em segundo lugar, devemos falar sobre o Peixe Vaca (Lactoria Fornasini) que tem um corpo rígido, sem articulações móveis.

Esta espécie não possui as nadadeiras ventrais e é considerada perigosa porque tem dois chifres e um forte espinho nas costas.

Além disso, há dois espinhos na parte da frente de sua nadadeira anal e diferentemente do peixe-vaca-comum, esta espécie pode ser arisca.

E isto seria um problema, tendo em vista que no corpo deste peixe há um veneno que pode matar os predadores facilmente.

Nesse sentido, a carne da espécie não deve ser consumida pelos seres humanos, visto que é venenosa.

A cor seria amarela e o animal tem diversos pontos negros nos lados e na parte das costas.

Estes pontos negros diminuem quando se aproximam do pedúnculo caudal.

O bicho também tem a capacidade de ficar muito tempo sem comer, o que faz com que apareça uma concavidade em seu flanco, bem como o seu comprimento máximo seria de 23 cm.

Por fim, o peixe consegue se locomover com suas nadadeiras peitorais, anal e dorsal, o que faz com que ele nade de forma lenta e desajeitada.

O nome vulgar Peixe Vaca representa diversas espécies que vivem em habitats diferentes.

Demais espécies

Outra espécie importante que devemos mencionar seria o Lactophrys trigonus.

Os indivíduos podem atender por Peixe Vaca, assim como baiacu-caixão, baiacu-sem-chifre, baiacu-cofre, baiacu-sem-espinhos, ostracião, taoca, peixe-cofre e vaca-sem-chifre.

O corpo dos peixes tem um formato triangular e a sua cor seria parda.

Também existem algumas manchas brancas ao azuis na região dorsal e o bicho seria revestido de placas ósseas hexagonais.

O comprimento é grande, principalmente quando comparamos com as demais espécies, porque os peixes alcançam 45 cm.

A boca seria pequena e demarcada do resto do corpo.

E diferente do L. Fornasini, esta espécie é importante no comércio porque a carne é branca, sem espinhas e pode ser cortada com facilidade.

Como resultado, nos últimos anos o consumo da carne aumentou muito.

Por fim, conheça o Acanthostracion quadricornis que atende pelos nomes chifrudo, taoca, peixe-boi, baiacu-chifrudo, baiacu-de-chifre e peixe-vaca.

Portanto, entenda que alguns dos nomes vulgares se referem ao par de espinhos que fica acima dos olhos. E na parte anterior da região ventral também é possível ver outro espinho.

Os peixes jovens desta espécie têm uma coloração amarelada e algumas manchas azuis espalhadas por todo o corpo.

Quando se tornam adultos, é possível notar a formação de algumas linhas.

Reprodução do Peixe Vaca

Com relação à reprodução do Peixe Vaca sabe-se somente que os machos se tornam muito territoriais.

Alimentação

A alimentação de todas as espécies é baseada em invertebrados bentônicos.

Dessa forma, o peixe suga a areia para conseguir capturar suas presas.

Os pequenos crustáceos, artêmias e plâncton também podem servir de alimento.

Por esse motivo, as espécies não são predatórias porque ficam praticamente na base da cadeia alimentar de outros animais.

Onde encontrar o Peixe Vaca

É importante entender que as espécies de Peixe Vaca habitam diferentes habitats.

Portanto, vamos entender a distribuição de cada uma, especificamente:

Falando inicialmente sobre o L. cornuta, saiba que ele está presente nas regiões do Indo-Pacífico.

Por isso, podemos incluir o Mar Vermelho e desde a África Oriental até as ilhas Marquesan e o arquipélago de Tuamoto. Também habita locais do norte ao sul do Japão e a Ilha Lord Howe.

A distribuição do L. Fornasini também abrange as áreas tropicais do Indo-Pacífico.

Costa leste da África em países como a Tanzânia, além da ilha de Madagascar, Ilha Rapa, Japão, Indonésia, Austrália e Havaí, podem ser bons locais para ver o peixe.

A  espécie prefere as águas que tenham uma profundidade entre 6 e 30 m, mas podem viver em até 132 m.

Tem preferência por locais de algas, areia, cascalho e corais, por isso, nada em lagoas ou recifes.

O L. trigonus é nativo do Atlântico ocidental e fica em locais de Massachusetts, nos Estados Unidos.

Aliás, a distribuição inclui Bermudas, Golfo do México, Caraíbas e Brasil, bem como a espécie prefere a profundidade de 50 m.

Para encerrar, devemos falar sobre o A. quadricornis que nada nas águas tropicais e temperadas do Oceano Atlântico.

Nesse sentido, a espécie habita as mesmas regiões que o L. trigonus.

E quando tratamos de maneira geral, entenda que os peixes preferem os ambientes marinhos e vivem em uma profundidade que varia entre 1 e 100 m.

Os jovens das espécies ficam em foz de rios e águas salobras.

Os adultos habitam áreas mais profundas e dificilmente nadam em cardumes.

Gostou das informações sobre o Peixe Vaca? Deixe seu comentário logo abaixo.

Veja também: Peixe Baiacu: Conheça todas informações sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confiras as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário