Pesca Gerais

Peixe Tamboril – peixe-sapo: origem, reprodução e suas características

Peixe Tamboril é um nome vulgar usado para peixes lophiiformes que são dos gêneros Lophius e Lophiodes.

Outro nome vulgar muito comum seria “peixe-sapo”, usado em espécies bentônicas, o que significa que elas vivem no substrato de ambientes aquáticos.

Dessa forma, os indivíduos podem estar em uma profundidade de até 600 m, algo que iremos compreender com detalhes a seguir:

Classificação:

  • Nome científico – Lophius piscatorius, L. budegassa e L. americanus;
  • Família – Lophiidae.

Espécies de Peixe Tamboril

O tamboril-comum (L. piscatorius) é a espécie mais famosa por conta da sua importância na pesca comercial.

Em especial, nas regiões que ficam no noroeste da Península Ibérica e no Mar da Irlanda, podemos notar a relevância no comércio.

Portanto, o peixe-sapo tem uma cabeça grande, achatada e larga, além de o restante do corpo ser parecido com um mero apêndice e não possuir escamas.

Ao longo do corpo e ao redor da cabeça, a pele tem apêndices que são franjados, similares a algas marinhas.

Por conta desta característica, o peixe se camufla em locais com muitas presas.

A espécie não tem o costume de engolir presas do seu próprio tamanho, mas isso seria possível, tendo em vista que o estômago é expansível.

A boca do animal também é grande e está estendida por toda a circunferência anterior da cabeça.

Por outro lado, as mandíbulas contam com faixas de dentes pontiagudos e longos que são inclinados para dentro, impedindo que a presa consiga fugir da boca.

Com relação às barbatanas, as pélvicas e peitorais são articuladas e capazes de desempenhar a função de pés.

Nesse sentido, o peixe consegue caminhar no fundo do mar, local em que fica escondido por entre as algas ou areia.

peixe tamboril no fundo do mar

Demais espécies

Em contrapartida, há o Peixe Tamboril de nome científico L. budegassa que tem um formato corporal típico de sua família Lophiidae.

Apesar disso, os indivíduos têm um tamanho maior porque o comprimento máximo é de 50 cm.

Além disso, foi visto um exemplar com quase 1 m de comprimento total.

Esta espécie se diferencia do tamboril-comum, pois tem um peritoneu escuro que pode ser visto através da pele do ventre.

A cabeça também seria menos larga e o terceiro espinho cefálico é mais curto.

Opeixe-sapo habita água com a profundidade entre 300 e 1000 m e em grande parte do tempo está repousando sobre o fundo.

Por fim, o tamboril-americano, peixe-diabo-americano, tambaril-americano ou pesca-sapo tem por nome científico L. americanus.

Todos estes nomes vulgares estão relacionados às características corporais do peixe como a boca grande, mais do que o dobro da largura da cauda, além dos seus dentes fortes e espinhos que o ajudam na caça de presas.

O corpo é achatado na parte dorsal, permitindo que o animal se esconda no fundo do mar com grande facilidade.

Por ter o corpo achatado, o bicho também consegue se assemelhar a um pequeno organismo ou pedaço de alga, tornando-se quase imperceptível para as outras espécies.

peixe sapo

Na frente da cabeça, há espinhos eréteis e as barbatanas peitorais são parecidas com grandes leques atrás da cabeça.

De outro modo, as barbatanas pélvicas podem ser comparadas com mãos pequenas que ficam abaixo da cabeça.

Os indivíduos podem ter vários tamanhos, sendo comuns na América do Norte.

Assim, podem ter até 140 cm de comprimento total, sendo que o maior peso foi de 22,6 kg.

Esta espécie tem uma aparência única, o que significa que dificilmente haverá confusão com parentes e a sua importância no comércio é menor.

Características do Peixe Tamboril

Falando de modo geral, o Peixe Tamboril tem uma cabeça desproporcional e maior do que o seu corpo.

A boca é semicircular e está repleta de dentes pontiagudos que ajudam o animal a capturar outros peixes.

Apesar disso, as espécies podem se alimentar de aves marinhas, conforme estudos que analisaram o conteúdo estomacal de tamboris.

Portanto, uma das estratégias mais usadas para ter uma caça efetiva seria a camuflagem no fundo do mar.

No que diz respeito ao maior comprimento, saiba que alguns peixes-sapo têm 170 cm.

Assim como a maioria dos peixes lophiiformes, o tamboril tem a barbatana dorsal característica, em que o raio anterior fica isolado.

Este raio tem uma saliência carnosa na ponta que é famosa por “isca”, porque atrai as presas até a boca do animal.

Por fim, as espécies L. piscatorius e L. budegassa são peixes tradicionais da gastronomia portuguesa.

peixe tamboril congelado

Reprodução do Peixe Tamboril

Logo após a fecundação, o Peixe Tamboril fêmea libera mais de 5 milhões de ovos que são agregados a fitas gelatinosas flutuantes.

Ela dá um sinal ao macho para que ele libere o esperma e depois de 20 dias, as larvas eclodem.

Neste momento, elas fazem parte do zooplâncton e devem comer plâncton para engordar.

À vista disso, a maturidade ocorre tarde e neste período, os tamboris fazem uma migração de volta ao fundo com o intuito de encontrar novos parceiros.

Alimentação

Assim como dito acima, o peixe-sapo usa a isca para atrair as suas vítimas, algo que o diferencia de qualquer espécie do oceano.

Por exemplo, espécies como o Melanocetus johnsonii contam com extensão repleta de bactérias iluminadas, fazendo com que o peixe brilhe nas águas escuras e profundas do oceano.

Com o uso dessa atração, o animal carnívoro, se alimenta de peixes e aves marinhas.

Onde encontrar o Peixe Tamboril

A distribuição do Peixe Tamboril varia conforme a sua espécie, entenda:

O L. piscatorius está nas águas costeiras do Atlântico Nordeste, desde a região do Mar de Barents até o Estreito de Gibraltar.

Outros locais para ver o animal seriam o Mar Negro e o Mediterrâneo, além do Mar da Irlanda, local em que tem grande importância no comércio.

Em contrapartida, o L. budegassa está no mar Jônico oriental em uma profundidade que varia de 300 a 1000 m.

Quando falamos sobre a sua distribuição do peixe-sapo nas águas costeiras do Reino Unido, o animal vive em uma profundidade de 650 m.

Inclusive, está no Mar Mediterrâneo a na costa do Senegal.

Por fim, o L. americanus vive na parte atlântica ocidental de Newfoundland e ao sul de Quebec, além do norte da Flórida.

Assim, a espécie está em uma profundidade de até 610 m, sendo que fica repousada em fundos de cascalho, areia, fragmentos de conchas, argila e lama.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre peixe Tamboril no Wikipédia

Veja também: Tubarão Martelo: Tem essa espécie no Brasil, está em extinção?

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

sem comentários

Vinicius 27 de julho de 2021 at 20:51

Nunca vi esse peixe, gigante!!

Resposta

Deixe um Comentário