Pesca Gerais

Peixe Surubim Chicote ou Bargada: Conheça sobre essa espécie

A pesca do Peixe Surubim Chicote ou Bargada deve ser feita com o uso de equipamentos do tipo médio, assim como uma linha correta para evitar que estoure.

Nesse sentido, hoje você poderá conhecer todos os detalhes desta espécie, incluindo as características, reprodução, alimentação e algumas dicas para a sua pescaria.

Classificação:

  • Nome científico – Sorubimichthys planiceps;
  • Família – Pimelodidae.

Características do peixe Surubim Chicote ou Bargada

O Peixe Surubim Chicote ou Bargada é um animal de couro pertencente à família dos bagres.

Assim, o bicho ganhou o seu nome vulgar “surubim chicote” por conta do seu corpo alongado e filiforme.

O corpo também é roliço, curto, fino e tem esporões duros que ficam nas pontas das nadadeiras.

Já a cabeça do peixe é grande, achatada e pode medir um terço do total do corpo.

Além disso, em sua cabeça há três pares de barbilhões marrons e compridos que estão tateando constantemente a busca de alimento.

Dessa forma, um par dos barbilhões fica na maxila superior e os outros dois, em seu queixo.

Por outro lado, seu focinho é arredondado e o maxilar superior mais comprido que a mandíbula.

E isso faz com que uma lixa formada por dentes pequenos fique a mostra, mesmo quando a boca do animal está fechada.

Aliás, outra característica marcante da espécie é que os peixes têm uma boca ampla que permite a captura de espécies grandes.

De outro modo, a coloração do Peixe Surubim Chicote ou Bargada é cinza escuro e ele pode apresentar uma faixa clara e fina. E esta faixa começa desde a nadadeira peitoral e vai até a nadadeira caudal.

Inclusive, no dorso de suas nadadeiras, o animal tem pintas pretas e sua nadadeira caudal é bifurcada, garantindo assim, uma enorme força e velocidade.

Por fim, esta espécie alcança em média 1 m de comprimento e em algumas regiões, os peixes são chamados também de Surubim-lenha, Peixe-lenha, Babão e Pintado.

Reprodução do peixe Surubim Chicote ou Bargada

Realizando a desova no início da enchente e no período da piracema, o Peixe Surubim Chicote ou Bargada, migra rio acima para se reproduzir.

Por isso, o bicho aproveita o início da inundação das margens dos rios e faz a desova.

Alimentação

Por ser um animal carnívoro, o Peixe Surubim Chicote ou Bargada se alimenta especialmente de outras espécies.

Sendo assim, dentre as suas características, ele é forte e rápido. Além disso, o seu tamanho não o atrapalha de atacar e perseguir suas presas até a parte mais rasa do rio.

Curiosidades

Uma curiosidade muito importante é que o animal conta com ferrões em suas nadadeiras laterais e dorsal que podem lhe causar grandes traumas.

Basicamente a dor do ferimento é muito intensa e considerada insuportável no começo, por isso, uma dica é que você tenha cuidado ao manusear.

Onde encontrar o peixe Surubim Chicote ou Bargada

Primeiro de tudo, é incomum que o Peixe Surubim Chicote ou Bargada nade para o meio do rio.

Por isso, ele habita praias rasas que tenham areia grossa no fundo.

Também podem estar em fundos de rios de médio a grande porte, em que as águas são barrentas e escuras.

E não apenas em habitats comuns, mas também em matas inundadas, lagos, ilhas de plantas aquáticas e canal de rios, podem ser bons locais para a pesca.

Dessa forma, sendo nativa da América do Sul, a espécie pode ser pescada nas bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins.

Além disso, um ponto interessante é que o Peixe Surubim Chicote ou Bargada costuma sair para capturar suas presas durante a noite.

Ou seja, o pescador pode praticar a pesca noturna, considerando os hábitos noturnos do animal.

No entanto, a espécie está sendo ameaçada pela pesca predatória, destruição do habitat e pela poluição.

Portanto, pode ser que você demore um tempo até que venha encontrar o local ideal de pesca.

E sob o mesmo ponto de vista, ao praticar a pesca esportiva, tenha todo o cuidado na devolução do peixe ao rio.

Dicas para pesca do peixe Surubim Chicote ou Bargada

Ao considerar o fato de que a espécie pode ser pescada na praia, você pode deixar uma vara fincada na areia em um suporte, enquanto aguarda a fisgada.

Já na pesca embarcada, use uma embarcação apoitada próximo à praia e lance a linha em direção à rasura.

Além disso, para este tipo de pesca, o ideal é que você chegue remando para não espantar o animal.

E com relação às iscas você pode usar piau, sardinha, lambari, minhocuçu, curimbatá, tuvira e outros tipos de peixes de pequeno porte.

Por outro lado, use materiais do tipo médio, e uma vara com molinete ou carretilha.

A linha pode ser de 30 a 60 lb, mas saiba que uma linha de 40 lb pode arrebentar facilmente com a primeira arrancada, caso o material não esteja bem calibrado.

Use também anzóis de 3/0 a 7/0 e uma chumbada média.

E por fim, confira as seguintes dicas:

O Peixe Surubim Chicote ou Bargada é forte, corre para a parte rasa quando é fisgado e deve ser pescado preferencialmente no final da tarde e início da noite.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Carteira de Pesca: Saiba como tirar sua licença de pesca

Visite nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Carregando....