Pesca Gerais

Peixe Sardinha: Conheça todas informações sobre essa espécie

O nome vulgar Peixe Sardinha representa espécies que têm o costume de formar grandes cardumes e alimentam importantes pescarias, sendo relevantes no comércio.

E basicamente, uma das características que mais tem valor nestes animais seria o lipídio que está presente em seu sistema sanguíneo.

O lipídio é o ômega-3, que muitos afirmam ser um “protetor” do coração.

Sendo assim, ao prosseguir a leitura, você poderá conferir mais informações sobre as espécies de sardinha e algumas características similares entre elas.

Classificação:

  • Nome científico – Sardinops sagax, Sprattus sprattus, Sardinella longiceps, Sardinella aurita e Sardinella brasiliensis;
  • Família – Clupeidae.

Espécies de Peixe Sardinha

Em primeiro lugar, saiba que existem diversas espécies que atendem pelo nome vulgar de Peixe Sardinha.

Portanto, iremos citar a seguir somente as mais conhecidas:

Principal espécie

Quando falamos sobre Sardinha, a principal espécie tem por nome científico Sardinops sagax.

Os animais da espécie têm corpo alongado e cilíndrico, assim como a parte ventral do opérculo tem estrias ósseas bem definidas para baixo.

Estas estrias diferenciam a espécie de qualquer outro Peixe Sardinha.

O ventre destes peixes é arredondado e tem placas ventrais, tal como a sua cor é branca nos flancos.

Há também 1 ou 3 séries de manchas negras no corpo.

Por fim, a espécie é comum na Nova Zelândia e neste local, alcança 21,3 cm de comprimento padrão.

Peixe Sardinha é um nome vulgar que representa diversas espécies de peixes da família Clupeidae
A sardinha é classificada como um peixe gordo, só que apresenta gordura de boa qualidade.

Demais espécies

Como segunda espécie de Sardinha, podemos falar sobre o Sprattus sprattus, catalogado no ano de 1758.

Esta espécie é nativa de Portugal e também atende pelos nomes de espadilha-fumada, lavadilha, espadilha e enchovagem.

Por ser menor que a S. sagax, os indivíduos desta espécie alcançam somente 15 cm de comprimento total.

Em seguida, há o Sardinella longiceps, conhecido por Indian oil sardine na língua inglesa.

No Brasil, o animal atende por sardinha-da-índia e representa um dos dois peixes comerciais mais importantes da Índia, competindo somente com a Cavala.

Como diferencial esta espécie habita somente o norte do Oceano Índico.

E quanto às particularidades no corpo, a espécie tem uma linha mediana lateral dourada tênue, assim como uma mancha negra na borda posterior das guelras.

A quarta espécie é o Peixe Sardinha Sardinella aurita que foi listada no ano de 1847.

Assim, os indivíduos da espécie têm listras no topo da cabeça e uma mancha preta que é distinta na borda posterior da cobertura branquial

Há também uma linha dourada tênue.

Isto é, o S. aurita se assemelha muito com o S. longiceps.

Mas, saiba que esta espécie tem cerca de 40 cm de comprimento total e ocorre na costa oeste da África, no Mar Mediterrâneo.

Também pode estar presente na Venezuela ou no Brasil.

Por fim, temos a Sardinha brasileira que tem por nome científico Sardinella brasiliensis.

No exterior, o animal atende pelos nomes Brazilian sardinella ou orangespot sardine.

Também tem características que se assemelham ao S. aurita.

A grande diferença entre as duas espécies é que os peixes Sardinella brasiliensis são enrolados nos membros inferiores do segundo e terceiro arcos branquiais.

Mas, como características similares, as duas espécies têm 2 apêndices carnudos e 8 raios na barbatana pélvica.

Características do peixe Sardinha

A primeira característica de todas as espécies de Peixe Sardinha seria a origem do nome vulgar.

Dessa forma, saiba que a “sardinha” foi baseada no nome da ilha da Sardenha, local em que diversas espécies já foram abundantes.

Outro nome vulgar comum para a espécie seria “Manjua”, que teve origem do francês antigo manjue.

Desse modo, podemos lhe falar que, no geral, as sardinhas medem de 10 a 15 cm de comprimento. Mas, note que o comprimento total pode variar de acordo com a espécie.

Todas as sardinhas têm somente uma barbatana dorsal sem espinhos e não contam com espinhos na barbatana anal.

Além disso, a sardinha não tem dentes, assim como possui uma barbatana caudal bifurcada e uma maxila curta.

Já as escamas ventrais do animal têm um formato de escudo.

Por fim, os predadores da sardinha seriam o homem, peixes carnívoros maiores e também as aves marinhas, o que faz com que o animal alcance somente 7 anos de vida.

Reprodução

Normalmente a reprodução do Peixe Sardinha ocorre na costa porque neste local, a temperatura da água é maior.

Portanto, depois que ocorre a desova, os peixes retornam para o alto mar.

Aliás, é comum que no momento da reprodução, os cardumes fiquem dispersos.

Com isso, as fêmeas chegam a desovar cerca de 60 mil ovos que são arredondados e pequenos.

Alimentação

Na maior parte dos casos, o Peixe Sardinha come plâncton.

Contudo, os indivíduos se alimentam de zooplâncton, que seriam os microorganismos, somente na fase adulta.

Quando os peixes ainda são pequenos, eles comem apenas fitoplâncton.

Curiosidades

Quando falamos de uma maneira geral, o Peixe Sardinha pode ser usado na industrialização, comercialização ou produção.

E isso ocorre porque a carne do animal tem diversas propriedades nutritivas, sendo um exemplo o ácido graxo ômega-3.

Quanto à indústria, os peixes passam por um processo, são enlatados e vendidos.

No que diz respeito ao comércio, é comum que a sardinha seja vendida fresca, que seria a comercialização in natura.

Com isso, a espécie é mais importante nas regiões Sudeste e Sul.

Por fim, a espécie é usada na produção de farinha de peixe.

E ao considerar toda esta importância no comércio, devemos falar sobre a ameaça de extinção da espécie.

Devido ao grande valor, a sardinha é pescada até mesmo no período de defeso, o que de fato pode causar sua extinção.

E esta ameaça não se limita somente ao nosso país, tendo em vista que no ano de 2017, a população de sardinha no mar ibérico atingiu níveis dramáticos.

Como consequência, o Conselho Internacional para a Exploração do Mar acredita que é necessário no mínimo 15 anos de suspensão total de pesca, para que ocorra a reposição das espécies.

Assim, os países estão desenvolvendo planos para evitar a extinção da sardinha.

Onde encontrar o peixe Sardinha

O Peixe Sardinha é originário da região da Sardenha, uma ilha que fica no Mar Mediterrâneo.

Mas, saiba que as espécies estão distribuídas em diversas regiões do mundo.

Gostou das informações sobre o Peixe Sardinha? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Iscas para peixes de água salgada, boas dicas e informações

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário