Pesca Gerais

Peixe Sarapó: Conheça todas informações sobre essa espécie

O Peixe Sarapó é um animal de grande importância na região do Pantanal porque ele serve de isca viva para a pescaria esportiva.

Dessa forma, espécies carnívoras como o Peixe Dourado, Pintado e Cachara, podem ser capturadas com o uso do Sarapó como isca.

Isso significa que o bicho tem grande relevância econômica e deve ser conhecido por todos os pescadores.

Nesse sentido, a seguir será possível compreender mais detalhes sobre esta espécie:

Classificação:

  • Nome científico – Gymnotus carapo;
  • Família – Gymnotidae.

Características do peixe Sarapó

“Sarapó” é um nome vulgar que vem do tupi e representa “desprende mão”. Em outras palavras, o nome do peixe significa “desliza da mão”, isso por causa de sua pele.

Além disso, o bicho também pode ter por nome vulgar peixe-espada, sarapó-tuvira, ituipinima, tira-faca, ituí-terçado e carapó.

Assim, é um peixe nativo do Brasil que tem cor parda, faixas escuras e produz pequenas descargas elétricas.

As descargas não são fortes o suficiente para ferir um ser humano, mas elas servem para que o Peixe Sarapó consiga atacar outras espécies que servem de alimento.

Seu sistema elétrico também possibilita a detecção de obstáculos e presas, assim como pode ser usado para a comunicação entre indivíduos da mesma espécie.

Com relação às características corporais, o animal não tem escamas ou elas são quase imperceptíveis.

Já a nadadeira anal do peixe é muito longa, por isso, se estende por quase toda a face ventral.

O corpo em si é afilado e o orifício anal, curiosamente, está sob a cabeça.

Por fim, saiba que o Sarapó alcança em média 80 cm de comprimento total e a temperatura ideal da água seria de 24 a 25 ° C.

Reprodução do peixe Sarapó

A primeira característica relevante sobre a reprodução do Peixe Sarapó seria o seu cuidado paternal.

O macho sempre é o responsável pela proteção do ninho que é escavado no substrato para abrigar os ovos e larvas.

Desse modo, a proteção é feita quando o macho fica em um buraco com a sua nadadeira anal expandida de forma horizontal. Com isso, ele é capaz de proteger as larvas.

E uma capacidade interessante sobre esta espécie é que os peixes conseguem distinguir entre um inimigo e um amigo.

Isso ocorre por meio da onda de descarga elétrica.

Ou seja, quando há outros peixes ao redor, o Sarapó consegue entender quem são os “vizinhos amigos” ou o predador.

E vale citar que o período de desova ocorre nos meses mais quentes e em locais que tenham plantas, folhas, musgos ou raízes flutuantes.

Alimentação

A alimentação do Peixe Sarapó se baseia em vermes e insetos como as larvas de odonato.

O animal também pode se alimentar de camarões, peixe pequenos e de matéria vegetal, bem como o lobo e plâncton.

Curiosidades

Além de produzir descargas elétricas leves, o Peixe Sarapó tem uma excelente habilidade auditiva.

Em geral, responde melhor a uma frequência de 1 mil Hz, com um limite superior acima de 5 mil Hz.

Assim, o animal consegue responder a estímulos vibratórios como as ondas de água (125 a 250 Hz).

Outro ponto muito curioso sobre a espécie seria a sua respiração aérea acessória.

Para simplificar, o animal tem a capacidade de sobreviver em ambientes quase anóxicos.

Por isso, as águas de mar ou rio que estejam quase esgotadas de oxigênio dissolvido, podem abrigar a espécie.

E é por meio desta respiração que o peixe consegue sobreviver em pequenos recipientes e se torna uma perfeita isca viva para a pescaria esportiva.

Por fim, a criação da espécie em cativeiro é muito difícil.

Em geral, os pesquisadores afirmam que o Peixe Sarapó morre facilmente em cativeiro, por esse motivo, não há muitas informações sobre uma criação que não seria a natural.

Onde encontrar o peixe Sarapó

O Peixe Sarapó está na América Central, além de ser nativo da América do Sul.

Dessa forma, o animal pode estar em países como Paraguai, Brasil e também no Sul do México.

A ilha de Trinidad também pode servir de lar para esta espécie.

E de modo geral, o peixe habita águas lentas, paradas e que não sejam transparentes.

As bordas rasas de riachos, fossos, canais e os pequenos lagos que desaparecem no período de seca, também podem servir de lar para o animal.

Portanto, um ponto relevante sobre o Peixe Sarapó seria o seguinte:

Geralmente o bicho ficará escondido e protegido entre as raízes aquáticas durante o dia.

Por isso, a pescaria diurna é difícil, já que estão escondidos na vegetação de margens ou até mesmo nos fundos lodosos e arenosos.

De outro modo, quando está anoitecendo, a espécie sai à procura de alimento e habita as baías, corixos e vazantes.

Assim, a água aberta certamente é o local preferido durante a noite. E logo quando amanhece, os peixes voltam para a margem.

Dicas para pesca do peixe Sarapó

Não há muitas dicas de pescaria desta espécie, mas indicamos que você use as técnicas de pesca noturna.

Isso porque o Peixe Sarapó é mais ativo durante a noite e com o uso de algumas técnicas, pode ser capturado facilmente.

Nesse sentido, confira o link que adicionamos acima e conheça as principais dicas para a sua pesca noturna.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Poraquê: Conheça todas informações sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário