Pesca Gerais

Peixe Mero: Conheça todas informações sobre essa espécie

peixe mero

O Peixe Mero tem uma carne de boa qualidade e por isso, é vendido fresco ou salgado.

Além disso, o animal é muito vulnerável, o que torna a sua captura algo simples, apesar do tamanho e peso.

Mas, a facilidade na captura e toda a relevância comercial são características que estão causando a Sobrepesca da espécie.

Nesse sentido, hoje iremos tratar sobre o tema acima, incluindo as características deste animal e os locais em que habita.

Classificação:

  • Nome científico – Epinephelus itajara;
  • Família – Serranidae.

Características do peixe Mero

O Peixe Mero também atende pelos nomes vulgares mero-preto, canapu e canapuguaçu.

Dessa forma o primeiro nome científico do animal seria a junção de dois termos gregos e o segundo um termo tupi.

Nesse sentido, Epinephelus itajara significa “nuvem que domina sobre as pedras”, algo que remete o tamanho da espécie e o seu hábito de viver em zonas rochosas do fundo marinho.

E juntamente com o badejo, cherne e garoupa, esta espécie representa uma das maiores dentre os peixes marinhos.

Com isso, os indivíduos podem pesar de 250 a 400 kg, além de alcançarem quase 3 m de comprimento total.

Portanto, saiba que o Mero pode ser diferenciado das demais espécies por conta das seguintes características:

Os indivíduos têm corpo robusto e longo, assim como uma cabeça e uma maxila escamosa que atinge o olho.

Há de três a cinco fileiras de dentes subiguais na região médio-lateral da mandíbula inferior e os peixes não têm caninos na mandíbula anterior.

O opérculo tem três espinhos planos, sendo que o do meio é o maior.

Já as barbatanas peitorais são maiores que as pélvicas e a base das barbatanas anal e dorsal é coberta por uma pele grossa e algumas escamas.

Com relação à coloração, o animal tem o corpo amarelo acastanhado, esverdeado ou acinzentado, enquanto que a parte dorsal, barbatanas e cabeça possuem manchas negras pequenas.

Reprodução do peixe Mero

O Peixe Mero tem uma taxa de crescimento populacional muito lenta, além de a maturação sexual ser tardia.

Somente quando o bicho alcança 60 kg ou quando tem de 7 a 10 anos de idade, ele está apto para a reprodução, o que influencia diretamente no risco de extinção.

Alimentação

A alimentação da espécie se baseia em crustáceos como as lagostas espinhosas e caranguejos.

Assim, os indivíduos também comem pequenos peixes como as arraias, polvos e tartarugas.

Curiosidades

A principal curiosidade do Peixe Mero tem relação com a sua provável extinção.

Esta espécie não tem nenhum predador natural, mas o homem lhe oferece grandes riscos.

Isso ocorre porque a carne branca do peixe é de qualidade e a sua pesca seria simples.

Ou seja, com o uso de linhas de mão, armadilhas, redes de emalhe e arbalete de pressão, os pescadores conseguem pescar o peixe facilmente.

Outro grande problema é que os peixes Meros têm o costume de se reunir em certas datas e locais que os pescadores conhecem.

Portanto, é interessante que você saiba que a espécie vive 40 anos, tendo um crescimento considerado devagar.

Além disso, a fase reprodutiva demora a ocorrer, o que faz com que os indivíduos sejam capturados sem ao menos conseguirem se reproduzir.

E com o intuito de contornar todo este problema, a espécie recebeu a proteção de uma moratória específica no Brasil (IBAMA, portaria nº 121 de 20 de setembro de 2002).

Nesse sentido, o Mero seria a primeira espécie de peixe marinho a receber uma portaria específica que tem por intuito principal acabar com a pesca durante 5 nos.

Assim, a portaria 42/2007 do Ibama prorrogou por mais cinco anos a proibição da captura do Mero.

Por esse motivo, está previsto na Lei de Crimes Ambientais uma multa que varia de R$ 700 a R$ 1 mil, além de uma pena de 1 a 3 anos aos que pescarem o animal.

Também existe uma preocupação mundial, pois a espécie não pode ser capturada no Golfo do México há mais de dez anos.

Estudos indicam que para repor a população, seria necessário que a pesca fosse ilegal durante 20 anos.

Onde encontrar o peixe Mero

O Peixe Mero está presente em diversas regiões como o Atlântico Ocidental, desde os Estados Unidos até o Sul do nosso país.

Por isso, podemos incluir o Golfo do México e o Caribe.

Também habita o Atlântico Este, em especial, do Senegal ao Congo.

Aliás, pode habitar alguns locais do Pacífico Oriental, desde o Golfo da Califórnia até o Peru.

Por esse motivo, saiba que os indivíduos adultos são solitários e ficam em áreas costeiras rasas, bem como em estuários.

Outros peixes podem ser vistos em fundos de coral, rocha ou lama.

Os jovens preferem as áreas de estuários salgados e mangues.

Nesse sentido, saiba que o animal tem o costume de se manter entocado em cavernas de refúgio ou naufrágio, local em que ameaça as presas com a boca aberta e corpo trêmulo.

Informações sobre o Peixe-mero no Wikipédia

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Moréia: Conheça todas informações sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário