Pesca Gerais

Peixe Espada: Conheça todas informações sobre essa espécie

O Peixe Espada é muito importante para a pesca comercial porque tem uma carne excelente.

O Peixe Espada desempenha grande importância comercial por ser uma espécie que pode ser vendida salgada, seca ou congelada.

De qualquer forma, a carne do animal tem um excelente sabor quando frita ou principalmente grelhada e geralmente é usada para sashimi.

E uma característica muito interessante é que assim como o Atum, o Espada pertence ao grupo dos peixes azuis.

Isso significa que ambos possuem maior quantidade de gordura ômega-3. Alem disso, a carne do Espada, tem mais selênio do que a dos peixes brancos.

E por ter uma carne tão valiosa, o animal está entre as seis espécies com maior volume de desembarque pesqueiro em todo o mundo.

Sendo assim, hoje iremos falar sobre o Peixe Espada, todas as suas características, curiosidades e dicas de pesca.

Classificação:

  • Nome científico – Trichiurus lepturus;
  • Família – Trichiuridae.

Características do peixe Espada

Na língua inglesa, o Peixe Espada pode ser chamado de Largehead Hairtail e representa uma espécie de peixes que possuem um corpo muito alongado.

O corpo também é comprimido e fino na ponta. Já a boca do animal é grande, pontuda e tem dentes caninos. Seus olhos são grandes e a nadadeira dorsal é muito longa.

O peixe não tem nadadeiras pélvicas e caudal, bem como a sua nadadeira anal tem uma série de espinhos que são bem separados.

Dentre as características que o diferenciam, podemos citar a linha lateral que começa na margem superior da cobertura brânquia e se estende até a parte de trás da ponta de suas barbatanas peitorais.

No que diz respeito à cor do animal, ele é prateado e tem alguns reflexos de azul.

Por fim, o bicho pesa em torno de 4 kg e alcança 1,5 m de comprimento total.

Reprodução do peixe Espada

A reprodução do Peixe Espada é simples porque a fêmea tem a capacidade de guardar o espermatozoide do macho por até 4 partos.

Assim, os alevinos nascem nadando e quando falamos sobre a criação em aquário, o aquarista precisa ser cuidadoso para que os peixes não comam seus filhotes.

E um ponto interessante que diferencia macho e fêmea durante a desova seria uma mancha negra que aparece na base do oviduto das fêmeas.

Esta mancha representa que ela está penha.

Alimentação

De modo geral, o Peixe Espada jovem se alimenta de eufausídeos, crustáceos planctônicos pelágicos e peixes de pequeno porte.

Em contrapartida, os adultos comem peixes maiores, lulas e crustáceos.

E uma característica interessante sobre os adultos seria o seu hábito de migração alimentar.

No geral, a alimentação é feita na superfície durante o dia e de noite, eles migram até o fundo para comer.

Os jovens também migram, mas eles preferem nadar em cardumes na superfície, para encontrarem alimento.

No que diz respeito à alimentação em aquário, a espécie aceita diversos alimentos como Tubifex, pulga d´agua, alimentos secos e vegetais (alface crua  e espinafre cozido).

Além disso, o peixe pode praticar o canibalismo.

Principalmente após a desova, é comum que os peixes comam os filhotes, o que torna necessário que o aquarista os separe.

Curiosidades

Dentre as curiosidades do Peixe Espada, saiba que de acordo com alguns estudos, foi possível notar o declínio populacional de espécies nativas, com a introdução desta espécie em determinadas regiões.

O Espada pode ser uma das principais causas da diminuição da população de espécies como Micropogonias furnieri (corvina), Umbrina canosai (castanha) e Cynoscion guatucupa (pescada).

Analisando o seu comportamento em aquário, muitos pesquisadores afirmaram que este é um perigoso predador.

Porém, como há poucas informações acerca da alimentação do Espada, essa ideia é uma teoria.

Desse modo, é comum encontrar diversos estudos que tem por objetivo principal desvendar o hábito alimentar do Peixe Espada.

Com isso, será possível descobrir se de fato a espécie é a responsável por todo este problema.

Onde encontrar o peixe Espada

As regiões do Norte, Nordeste, Sudeste e Sul, desde o Amapá até o Rio Grande do Sul, podem abrigar o Peixe Espada.

Por isso, os peixes preferem as águas quentes e que tenham uma temperatura acima de 16ºC.

Eles também preferem as águas com salinidades entre 33 e 36 ppm.

E além do Brasil, o Espada está presente em países como Argentina e Canadá.

Nesse sentido, habita os fundos lamacentos de águas costeiras e pode estar em estuários.

Dicas para pesca do peixe Espada

Antes de citar as dicas de pesca, saiba que o atual recorde mundial de pesca esportiva desta espécie foi conquistado na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro e Peixe Espada pesava 3,69 kg.

Mas, cabe citar que alguns pescadores comerciais já capturaram Espadas com 5 kg.

Por esse motivo, o animal é muito esportivo e você deve usar equipamentos do tipo médio.

As linhas podem ser de 10 a 14 lb e os anzóis com um número até 5/0.

Uma dica interessante seria o uso de uma bóia luminosa nas pescarias noturnas.

Quanto às iscas, caso preferir os modelos naturais, use os moluscos, pedaços de peixes, camarões e outros crustáceos.

Os melhores modelos artificiais são as plugs de meia água e jigs.

Por fim, como dica de captura, sempre tenha muito cuidado ao manusear o Peixe Espada porque o animal tem uma mordida muito poderosa e que pode causar graves danos.

Informações sobre o Peixe-espada no Wikipédia

Enfim, gostou das informações? Então, deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Cação: Conheça todas informações sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário