Pesca Gerais

Peixe Dourado: Conheça tudo sobre essa espécie

O peixe Dourado é uma espécie muito bela e arisca, por isso, pode ser um bom exemplar para a prática da pesca esportiva.

Sendo assim, ao decorrer da leitura, confira todos os detalhes da espécie, desde o seu nome científico até algumas dicas de pesca.

Classificação

  • Nome científico – Salminus maxillosus;
  • Família – Salminus.

Características do peixe Dourado

Natural da América do Sul, o peixe Dourado tem esse nome vulgar graças a sua cor que apresenta alguns reflexos dourados.

À vista disso, cabe citar que o peixe não é dourado quando jovem, pois ele tem inicialmente uma cor prateada.

Portanto, à medida que cresce o peixe ganha uma coloração dourada, reflexos avermelhados, com uma mancha na cauda e estrias escuras nas escamas.

Já em sua parte inferior, a cor do peixe Dourado clareia gradativamente.

Assim, o animal é considerado o “rei dos rios”, tem o corpo lateralmente deprimido e seu maxilar inferior é saltado.

Também tem uma cabeça grande e mandíbulas com dentes afiados.

Dessa forma, o peixe vive em torno 15 anos e seu porte varia de acordo com a região em que vive.

Por exemplo, os exemplares mais comuns possuem 70 a 75 cm de comprimento e pesam de 6 a 7 kg.

Entretanto, os indivíduos mais raros da espécie podem atingir cerca de 20 kg.

Outra característica relevante é que o peixe Dourado tem a nadadeira anal longa e um grande número de escamas na linha lateral.

Inclusive, o macho se diferencia da fêmea, pois ele possui espinhos na nadadeira anal.

Além de ser belo o peixe Dourado é muito esportivo fazendo a alegria dos pescadores. Veja as particulares da espécie e algumas dicas.
Pescador Lester Scalon com Dourado muito grande!

Reprodução do peixe Dourado

O Dourado costuma fazer a famosa migração reprodutiva no período da piracema.

Por isso, o peixe desloca-se até 400 km rio acima e nada uma média de 15 km por dia.

Alimentação

Possuindo um hábito carnívoro e agressivo, o peixe Dourado se alimenta principalmente de pequenos peixes como tuviras, lambaris e piaus.

Além disso, o peixe se alimenta de grandes insetos, crustáceos e pequenos vertebrados como, por exemplo, os roedores, lagartos e pássaros.

É importante ressaltar que o peixe tem hábitos canibais, por isso, pode se alimentar de animais da mesma espécie.

Curiosidades

O peixe dourado é a maior espécie de escamas da Bacia do Prata.

Aliás, o peixe tem uma enorme capacidade de salto, pois ele consegue alcançar mais de um metro para fora da água quando está subindo o rio para desovar.

Este é um ponto importante porque por meio dos saltos o Dourado vence com facilidade as grandes quedas d’água.

Outro ponto interessante é que esta espécie apresenta o chamado dimorfismo sexual, com isso, os maiores exemplares de um metro de comprimento, geralmente são fêmeas.

Ou seja, os machos são menores.

Por fim, não se engane com o nome científico do peixe dourado!

Embora seu nome seja Salminus, esta espécie não tem relação nenhuma com o salmão.

Onde encontrar o peixe Dourado

Sendo nativo da América do Sul, em especial de habitats de água doce, o animal é pescado em países como Brasil, Paraguai (incluindo o Pantanal), Uruguai, Bolívia e também norte da Argentina.

Por isso, em rios Paraguai, Paraná, Uruguai, São Francisco, Chapare, Mamoré e Guaporé e a drenagem da Lagoa dos Patos, podem abrigar peixes Dourados.

Além disso, esta espécie é capaz de se adaptar muito bem em outras bacias, por isso, conseguiu se desenvolver no sudeste brasileiro em locais como Paraíba do Sul, Iguaçu e Guaraguaçu.

Sendo assim, para encontrar o peixe Dourado, lembre-se de que ele é carnívoro e costuma capturar suas presas nas corredeiras e nas bocas de lagoas durante a vazante.

Inclusive, durante a desova os Dourados ficam localizados nas cabeceiras dos rios em águas limpas, local em que a prole consegue se desenvolver.

Além de ser belo o peixe Dourado é muito esportivo fazendo a alegria dos pescadores. Veja as particulares da espécie e algumas dicas.
Peixe Dourado do Rio São Francisco – MG, capturado pelo pescador Otávio Vieira

Dicas para pesca do peixe Dourado

Primeiro de tudo, lembre-se de que o peixe tem uma boca dura e com poucas partes em que a garateia ou anzol possa se prender.

Por esse motivo, use um anzol bem afiado, bem como, iscas artificiais pequenas, visto que, se acomodam melhor na boca do peixe.

Além disso, tenha sempre em mente que o tamanho mínimo para a captura é de 60 cm.

Em conclusão, devemos falar o seguinte:

Basicamente esta espécie sofre com a pesca predatória e com a criação de diversas barragens nos rios do Brasil.

Isso significa que a quantidade de peixe Dourado está diminuindo a cada dia.

Dessa forma, em alguns países como o Paraguai há algumas restrições de pesca e em nosso país, mais especificamente no Rio Grande do Sul, a espécie está ameaçada.

Em contrapartida, o peixe Dourado é altamente predatório, oferecendo riscos a outras espécies de peixes nativos de algumas regiões, por conta dos seus hábitos alimentares.

Sendo assim, esteja atento às leis da região e informe-se se a pesca dessa espécie está liberada ou não.

Portanto, para conhecer ainda mais informações sobre esta espécie, incluindo dicas mais específicas de pescaria, confira este conteúdo.

Clicando no link acima você poderá compreender a melhor época de pesca, local adequado, equipamentos, iscas e técnicas.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Qual a melhor época para pesca, peixes água doce e salgada?

Visite nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário