Pesca Gerais

Peixe Cherne: Conheça todas informações sobre essa espécie

O Peixe Cherne é de grande importância comercial e impressiona o pescador com seu tamanho e peso

O Peixe Cherne é um animal de grande importância comercial na Região Sudeste do nosso país, em especial, pelo tamanho que alcança e pela qualidade de sua carne.

Assim, o bicho dificilmente pode ser visto próximo da costa e não é uma espécie que nada em cardumes.

E para compreender mais sobre o peixe e todas as suas características e dicas de pesca, prossiga a leitura.

Classificação:

  • Nome científico – Epinephelus niveatus;
  • Família – Serranidae.

Características do peixe Cherne

O Peixe Cherne tem diversos nomes vulgares como, por exemplo, cherne ou cherna preta, cherne pintado, serigado pintado, serigado-cherne ou cherna, serigado-tapoã e mero preto.

Dessa forma, os nomes vulgares que foram citados acima são usados no Nordeste do Brasil.

Há também quem chame os peixes jovens de chernote ou chernete e na língua inglesa, o nome vulgar seria Snowy Grouper.

Desse modo, o animal geralmente apresenta um corpo alto, comprimido, grande e repleto de escamas.

A cabeça e boca são grandes e vale citar que seu corpo é muito robusto.

Quanto à coloração, o bicho pode ser marrom com alguns tons avermelhados, além de apresentar uma cor mais clara no ventre.

Já a margem da parte espinhosa da nadadeira dorsal tem uma cor negra.

E quando falamos sobre os indivíduos jovens, eles têm algumas manchas claras que são distribuídas de forma regular em fileiras verticais.

Os jovens também apresentam uma mancha grande e negra que começa no dorso e atravessa a linha lateral, sobretudo, presente no pedúnculo caudal.

Por outro lado, o Peixe Cherne quando adulto tem uma cor que varia do cinza claro ao chocolate-escuro.

Uma característica que diferencia o animal seriam os três espinhos achatados e fracos que ficam no opérculo. Esta é a única espécie da família que apresenta tal diferença.

Por fim, o bicho alcança 2 mestros de comprimento total e 380 kg de peso. Há também alguns peixes que foram capturados e tinham mais de 400 kg de peso.

Reprodução do peixe Cherne

O Peixe Cherne se reproduz no final de junho até o início de outubro, além de realizar desovas múltiplas.

Porém, há poucas informações sobre o seu processo de reprodução.

Alimentação

O Peixe Cherne é um animal muito voraz que come outras espécies de peixes e crustáceos braquiúros.

Também pode comer os moluscos, gastrópodes e cefalópodes.

E de acordo com um estudo que analisou a alimentação desta espécie no Sul do Brasil, foi possível constatar o seguinte:

Através dos conteúdos estomacais do animal, foram registrados 429 itens.

Destes itens, 16 seriam outras espécies de peixes, 8 cefalópodes e 1 caranguejo.

E dentre os principais animais que servem de alimento, podemos citar a merluza (Merluccius hubbsi), o calamar-argentino (Illex argentinus) e o caranguejo-vermelho (Chaceon notialis).

Outra característica interessante que foi observada por meio do estudo foi que os jovens se alimentam em especial, de peixes e os adultos preferem comer mais caranguejos e cefalópodes.

Quanto às características corporais do Cherne, saiba que a boca é protrátil e repleta de dentes cônicos, assim como, pequenos.

Desse modo, os animais se alimentam engolindo as presas por inteiro usando a técnica de sucção.

Curiosidades

Dentre as curiosidades desta espécie, cabe citar que ela é ameaçada pela poluição e destruição do seu habitat natural.

Há também quem indique que a pesca predatória está ocasionando a diminuição na população do Peixe Cherne.

Por esse motivo, a captura da espécie é ilegal em algumas regiões.

Onde encontrar o peixe Cherne

No geral, o Peixe Cherne está em diversos países como Suriname, Trinidad e Tobago, Guiana Francesa e Guiana, Grenada, Aruba, Bahamas, Colômbia, Bermuda, Guatemala, Cuba, Belize, Antilhas Holandesas e Nicarágua.

Além disso, os países como Brasil, Estados Unidos, México, Jamaica, Venezuela, Panamá, Costa Rica e Honduras, podem abrigar a espécie.

Dessa forma, os indivíduos jovens vivem em águas rasas, normalmente em recifes costeiros, estuários e costões.

Por outro lado, quando começam a se desenvolver, passam a preferir as águas mais profundas que tenham o fundo rochoso.

Assim, na maior parte do tempo, os adultos têm o costume de ficar parados.

Dicas para pesca do peixe Cherne

Considerando o tamanho e peso do animal, use sempre os equipamentos do tipo médio a pesado.

As linhas podem ser de 0,60 a 0,90 e anzóis de número 2/0 a 8/0.

Também é possível optar pelas iscas naturais como as pequenas sardinhas e paratis.

Os siris, camarões e lulas, também podem ser boas iscas.

Com relação às iscas artificiais, prefira as que são usadas na modalidade vertical como, por exemplo, jigging, shads e grubs.

E como dica final, saiba que a briga com este peixe será grande!

No ano de 2017, um pescador chamado Marcelo capturou um Peixe Cherne de 200 kg e a briga com o animal durou cerca de 45 min.

Basicamente ele e seus colegas pescadores estavam à procura de peixes pequenos para o consumo próprio, quando o Cherne fisgou o anzol a 100 m de profundidade.

Nesta região, a captura da espécie é ilegal, então logo depois da pesca, a devolução do peixe levou cerca de 40 minutos por conta do seu grande peso.

Foi necessário que um dos pescadores descesse do barco para empurrar o animal para o fundo.

Enfim, gostou das informações sobre o Peixe Cherne? Então, deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Espada: Conheça todas informações sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

2 comentários

almiro teixeira Teixeira 13 de janeiro de 2021 at 17:52

Ótima matéria, parabéns pela linguagem acessível.

Resposta
Otávio Vieira 16 de janeiro de 2021 at 10:50

Obrigado pelo incentivo Almiro. Estou publicando novos conteúdos diariamente. Fique ligado no blog.

Resposta

Deixe um Comentário