Início » Peixe-bruxa ou Peixe-feiticeira, conheça mais sobre o estranho animal marinho

Peixe-bruxa ou Peixe-feiticeira, conheça mais sobre o estranho animal marinho

por Otávio Vieira

Vivendo em uma profundidade de até 1.500 metros, o Peixe-bruxa é uma das criaturas mais estranhas do oceano.

Embora, se parecer com uma enguia, este peixe e pertence à espécie Agnatha ou peixe sem mandíbula e a família também inclui Lampreias.

Monstros aterrorizantes com boca em forma de disco, com ventosas cheias de fileiras de dentes em espiral. Os Peixes-bruxas tem 2 línguas, 4 corações e não tem olhos e estômago. Parecem ter vindo de outro planeta! E o que os diferencia de tudo neste planeta é que eles tem uma caveira, mas não tem coluna vertebral. Eles também não tem ossos, esse crânio sem coluna é inteiramente feito de cartilagem igual seus ouvidos e nariz.

Quais as características dos Peixes Bruxas

Sem escamas e como a pele que parece vesti-la como um suéter, um pouco grande demais, seria um erro pensar que esta criaturinha frágil possa ser um jantar fácil. Os Peixes-bruxas evoluíram para escapar de outros peixes das profundezas. Quando algo tenta engoli-los ou simplesmente chega perto demais para que se sintam confortáveis, esse peixe libera uma proteína dos orifícios que revestem suas laterais.

Quando esse material chega a água ao redor ele infla dramaticamente, tipo 10 mil vezes. Quanto mais água toca maior fica a bola pegajosa. Uma colher de chá de gosma de peixe-bruxa pode se transformar em um balde em um segundo. Isso bloqueia instantaneamente as brânquias de qualquer peixe, que tenta morder nosso amigo viscoso, até mesmo os tubarões.

Mas o Peixe-bruxa também tem guelras, então porque essa muco não bloqueia? A resposta é simples, o Peixe-bruxa simplesmente se amarrará como um nó e raspará a gosma do próprio corpo.

Isso não significa que toda essa muco venha ser conveniente. Às vezes, ela atinge o nariz minúsculo do peixe-bruxa e para se livrar disso, ele se obriga a espirrar, mais ou menos!

O muco deste peixe é feita de fios flexíveis e são surpreendentemente fortes, tipo mais forte que o nylon. Imagine cair em uma piscina cheia dessa coisa? Você lutaria para mover seus braços e pernas para nadar, é como se o elástico amarrasse você, mas você estaria perfeitamente seguro, desde que material não entrasse no seu nariz ou na garganta.

peixe bruxa ou peixe feiticeira

Peixe-bruxa ou Peixe-feiticeira

O Peixe-bruxa ou Peixe-feiticeira, assim como nós, são vertebrados, entretanto, o problema é que eles não tem coluna vertebral.

São animais muito peculiares e que possui uma estratégia muito peculiar de produzir muco. Mas não é pouco muco, é muito muco!  Tanto para se proteger quanto para comer.

Esse muco vem sendo estudado para possível a produção de tecido.

A pele do peixe-bruxa é tão fina que em teoria, deveria impedir ou dificultar que eles nadassem. Como não têm escamas, o peixe pode absorver o alimento direto pela pele sem precisar usar a boca.

Esses animais ainda conseguem transformar a água em gosma. Ou seja, o Peixe-bruxa é diferente de muita coisa que nós vemos normalmente no reino animal.

Ainda porque essa criatura consegue literalmente dar nó nela mesma. Parecidos com enguias os Peixes-bruxas chamados em inglês e Hagfish, estão na parte mais baixa da árvore genealógica nos vertebrados.

O nome científico do Peixe-bruxa é Myxini, (do grego myxa) que significa muco.

É uma classe de peixes marinhos que vivem em águas frias e têm forma de enguia. Além disso, não possuem maxilas.

São conhecidos como Peixes-bruxas, Enguias de Casulo,  Enguias de Muco, Peixe-feiticeira, Mixinas ou Bruxas do Mar.

Atualmente são identificadas cerca de 76 espécies de Peixes-bruxas e 9 foram determinados como categoria de ameaçadas, indicando um elevado risco de extinção.

Os Peixes-bruxas são chamados de peixes demersais. Demersais é o nome para os animais aquáticos que apesar de ter a capacidade de nadar, vivem a maior parte do tempo no substrato, no chão de águas tanto frias quanto águas temperadas.

Encontramos o Peixe-bruxa em praticamente todas as regiões do Globo.

Alimentação do Peixe-bruxa

Os Peixes-bruxas vivem em fundos de lodos onde se enterram e alimentam-se principalmente de peixes mortos ou de peixes doentes.

Penetram no corpo do animal que estão comendo e procuram comer primeiro o fígado da sua presa.

São predadores ativos de invertebrados bentônicos que vivem no fundo do mar, recebem um apelido de Urubus Marinho, porque gostam de se alimentar dos restos. Os peixes volta e meia são vistos se alimentando por exemplo, de carcaças de baleias.

Quando se alimentam de uma carcaça, expelem o muco cobrindo a carcaça e impedindo que outras espécies de animais que são necrófagos e também comem os animais mortos, invada o território deles. Além disso, apresentam geralmente hábitos noturnos.

O Peixe-bruxa tem normalmente cerca de 50 cm de comprimento. A maior espécie conhecida é o Eptatretus goliath (Peixe-bruxa-golias). Aliás, uma espécie foi registrada tendo 1,27 cm.

Enquanto que a menor espécie o Myxine kuoi e o Myxine pequenoi, parecem não atingirem mais do que 18 cm de comprimento. Aliás, alguns são tão pequenininhos, que chegam a medir apenas 4 centímetros.

Como já dissemos, eles não tem coluna vertebral, mas são vertebrados. Na verdade, o que eles possuem é uma estrutura chamada de notocorda. Em todos os vertebrados a notocorda é substituída durante o processo embrionário pela coluna vertebral. E no caso dos Peixes-bruxas são a única exceção.

Vertebrados podem ou não ter vértebras, mas eles apresentam crânios ossos ou cartilaginosos.

Os vertebrados possuem encéfalos associados a órgãos de sentido especializados. Como por exemplo: o cérebro.

A presença da mandíbula é tão importante que separa os vertebrados em basicamente dois tipos: os Gnathostomes, que incluem os mamíferos, peixes, tubarão. E os Agnathans que não tem.

Muco do Peixe Bruxa

Muco não é bem a palavra certa para se referir ao que o Peixe-bruxa produzem. O que ele produz é um filamento chamado de visco elásticos, que é composto por microfibras, que formam um tipo de gel, sendo um gel semi-sólido.

Podemos pensar nisso, como se fossem parecidos com uma teia do homem aranha, do que como uma gelatina pegajosa.

Existe um desejo, de substituir as fibras sintéticas usada nos tecidos, por fibras sustentáveis.

Os materiais naturais, por exemplo a seda de aranha demonstra um alto desempenho para isso e uma sustentabilidade ecológica.

Mas a forma como as aranhas geram as suas sedas é bastante complexo. E as aranhas não podem ser simplesmente criadas para fornecer uma grande quantidade de seda.

Portanto uma alternativa poderia ser o polímero, estrutura a base de uma proteína. Aliás, essa proteína os pesquisadores tem tentado buscá-la no Peixe-bruxa, que produz um fio muito parecido com fio da seda das aranhas.

O muco com tem milhares de fios dessa proteína, 100 vezes mais fios do que um cabelo humano e 10 vezes a resistência do nylon.

O muco se forma quando uma secreção que ocorre ao longo do corpo, onde estão localizadas as glândulas. Essas glândulas vão liberar um composto que quando está em contato com água do mar se forma essa estrutura. Essa estrutura que sai é chamado de exsudato, é criado por aproximadamente 150 glândulas de limo que revestem todo o corpo do animal, ao longo de duas fileiras de cada lado.

O muco do Peixe-bruxa contém níveis consideráveis de uma substância chamada de fosfatase alcalina, também de lisozima e catepsina B que estão envolvidos na imunidade natural em vários dos animais cordados aquáticos.

Reprodução

Sabemos muito pouco sobre a reprodução do Peixe-bruxa. Aliás, ninguém jamais conseguiu reproduzir em cativeiro.

Embora, existam Peixes-bruxas em cativeiros, mas nunca conseguiram reproduzir. Porém ovos sim, já foram registrados em cativeiros.

Você já tinha ouvido falar do peixe-bruxa antes eles são animais bastante exóticos e muito singulares.

Enfim, gostou das informações? Então, deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante!

Veja também:  Criaturas Marinhas: os animais marinhos mais assustadores do fundo do mar

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário