Pesca Gerais

Peixe Barracuda: Conheça todas informações sobre essa espécie

O Peixe Barracuda é um animal muito agressivo que pode atacar os seres humanos quando se sente ameaçado.

Além disso, o bicho tem grande valor comercial e por isso, pode ser vendido fresco, seco ou salgado.

E no geral, a carne do peixe é consumida como bife ou filé.

Mas, é importante que o consumo da carne seja feito de forma cautelosa porque houve alguns casos de intoxicação alimentar após a ingestão do Barracuda.

Geralmente as pessoas apresentaram um desconforto gastro-intestinal e uma fraqueza muscular.

Portanto, prossiga a leitura e compreenda todas as características deste animal, suas curiosidades, alimentação e reprodução.

Classificação:

  • Nome científico – Sphyraena barracuda;
  • Família – Sphyraenidae.

Características do peixe Barracuda

O Peixe Barracuda foi catalogado em 1792 e pertence ao grupo de peixes ósseos que têm por nome vulgar barracuda-gigante.

Dessa forma, as características que diferenciam o animal seriam seu corpo e olhos grandes, assim como mandíbulas muito poderosas.

Nesse sentido, a mandíbula superior é menor e menos projetada quando comparamos com a mandíbula inferior.

Os dentes são fortes, eretos e desiguais, além de ficarem em cavidades nas mandíbulas e no céu da boca.

Com relação à cabeça, ela é grande e pontiaguda.

escamas pequenas nas guelras e elas não possuem espinhos.

No que diz respeito à cor, o animal é azul-acinzentado na parte de cima e seu corpo desbota para o prateado e branco-giz na parte de baixo.

Pode ser que haja algumas fileiras de barras negras no lado superior, assim como algumas manchas pretas em cada lado inferior.

As manchas pretas podem ser vistas principalmente nos indivíduos mais jovens.

Já as barbatanas caudal e anal, como também a segunda barbatana dorsal, têm pontas brancas e uma cor violeta escuro que vai ao preto.

Por fim, a expectativa de vida seria de 14 anos de idade.

O Peixe Barracuda é conhecido por sua agressividade e importância no comércio.

Reprodução do peixe Barracuda

No geral, as fêmeas conseguem desovar de 5 a 30 mil ovos no período de reprodução.

E o período ideal para que o Peixe Barracuda realize a desova seria entre abril e outubro.

Alimentação

A alimentação se baseia em camarões, pequenos peixes pelágicos e cefalópodes. Portanto, pode se alimentar de garoupa, pargo, atum, anchova e arenque.

Desse modo, cabe citar que esta espécie é predadora oportunista.

Com isso, é comum que o animal use a sua velocidade como uma estratégia para a captura de presas.

Por exemplo, um Peixe Barracuda consegue alcançar uma velocidade de até 45 km/h porque tem uma grande força muscular.

E quando alcança sua presa, o Barracuda a morde e a corta ao meio.

Assim, quando os indivíduos adultos desta espécie ficam cheios, eles podem pastorear um cardume de presas em água rasa.

Esta seria uma estratégia para se proteger e garantir a próxima alimentação.

Curiosidades

A principal razão para o ataque ao ser humano seria que o animal confunde facilmente os mergulhadores com grandes predadores. Provavelmente por conta da sua pouca visão.

Dessa forma, é comum que o peixe siga o mergulhador com a esperança de comer os restos de suas presas, mas dificilmente ele ataca.

Sendo assim, vale citar que apesar de o ataque ser algo raro, a mordida do animal pode causar lacerações e perda de algum tecido. Assim como alguns ferimentos que podem ser fatais.

E além de confundir os seres humanos com predadores, o Peixe Barracuda também pode reconhecer como presas, os objetos brilhantes.

Por exemplo, houve um incidente em que um peixe saltou para fora da água e feriu de forma grave um dos praticantes de passeio em caiaque.

O incidente ocorreu na Flórida, porém o diretor do departamento de conservação do International Game Fish Association, Jason Schratwieser, declarou que o ferimento pode ter sido causado por outras espécies.

Pode ser que um Tylosurus crocodilus, zambaio ou peixe-crocodilo, tenha atacado a vítima, apesar de o ataque ter sido atribuído ao Barracuda.

Onde encontrar o peixe Barracuda

Quando jovem, o Peixe Barracuda habita as águas rasas como manguezais, estuários e áreas internas de recifes, além de nadar em cardumes.

Conforme o seu crescimento é comum que o animal se mude para as zonas mais expostas.

Já quando atinge os 60 cm de comprimento total, o peixe se torna independente e se separa dos cardumes, para viajar até o alto mar.

Por esse motivo, os peixes adultos vivem em habitats diferentes como os portos escuros internos e os mares abertos.

Esta também é uma espécie diurna, solitária e que fica em pequenas agregações, assim como as águas tropicais e quentes.

De modo geral, habita os oceanos Índico, Pacífico e Atlântico.

E uma característica importante acerca do animal seria a diminuição da população na Flórida.

Neste Estado, a comissão de conservação de peixes e vida selvagem está considerando a possível proibição de pesca, a fim de preservar a espécie.

Dicas para pesca do peixe Barracuda

Para a pesca do Peixe Barracuda, use sempre os materiais de médio a pesado e linhas de 20 a 30 lb.

Também é indicado o uso de iscas artificiais como as colheres e plugs.

Caso você prefira as iscas naturais, use pequenos peixes que fazem parte da dieta desta espécie.

E como dica para a captura, não arremesse a isca muito próxima do animal. Inclusive, trabalhe de forma irregular com a isca, durante o recolhimento.

Informações sobre o Peixe-barracuda no Wikipédia

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Corvina: Conheça tudo sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário