Pesca Gerais

Peixe Bacalhau: Conheça todas informações sobre essa espécie

O Peixe Bacalhau também tem por nome vulgar bacalhau-do-atlântico e é um animal muito nutritivo, saboroso e de fácil digestão.

Outras vantagens para o comércio seria que o bicho é rico em minerais, assim como tem o colesterol quase zero.

Inclusive, da carne do bacalhau é extraído um óleo de fígado que é rico em vitaminas A e D. Este óleo era oferecido às crianças para evitar o raquitismo

Dessa forma, hoje iremos evidenciar mais pontos que influenciam no comércio desta espécie e também todas as suas características particulares como comportamento, alimentação e reprodução.

Por meio das curiosidades, também será possível conhecer mais sobre a diminuição da população de bacalhau.

Classificação:

  • Nome científico – Gadus morhua;
  • Família – Gadidae.

Características do peixe Bacalhau

Dentre as características do Peixe Bacalhau, é interessante citar que o bicho alcança 2 m de comprimento total e até 96 kg de peso.

Além disso, ele tem uma cor castanha ou verde, juntamente com manchas que ficam no lado dorsal.

Há também alguns tons prateados na zona ventral e uma linha lateral. Inclusive, sua expectativa de vida seria de 25 anos de idade. Outra característica muito relevante da espécie são os seus hábitos territoriais.

O Bacalhau tem o costume de defender o seu território e principalmente atacar predadores que ousam chegar perto.

Em outras palavras, este seria um peixe demersal.

O Peixe Bacalhau é muito importante para o comércio, além de ser um animal voraz.

Reprodução do peixe Bacalhau

A maturidade sexual do Peixe Bacalhau é atingida entre os 2 e 4 primeiros anos de vida.

No entanto, há indivíduos da espécie, principalmente os que vivem no nordeste do Ártico, que ficam maduros sexualmente somente aos 8 anos de vida.

Desse modo, a desova ocorre desde o final do inverno até a primavera, quando os indivíduos formam grandes cardumes.

Estes cardumes podem ter milhares de peixes e com isso, a desova é parcelada.

Isso significa que as fêmeas liberam os ovos várias vezes e os machos competem para fertilizá-los.

Portanto, cabe citar que as fêmeas jovens liberam cerca de 500 mil ovos e as fêmeas mais velhas conseguem desovar cerca de 15 milhões.

E logo após a fertilização, os ovos são levados por correntes oceânicas e tornam-se larvas.

Alimentação

O Peixe Bacalhau é voraz e simplesmente engole tudo o que se move ao seu redor.

Nesse sentido, a dieta inclui vários organismos marinhos como os peixes de pequeno porte, crustáceos, lulas e demais moluscos.

Já as larvas costumam se alimentar de plâncton.

Curiosidades

A primeira curiosidade seria a sua relevância para a alimentação humana.

Por exemplo, o valor nutritivo de 1kg de bacalhau é igual a 3,2 kg de peixe, ou seja, o animal rende mais e pode alimentar de 6 a 8 pessoas.

E além de fazer bem para a saúde, o Bacalhau pode ser preparado de diversas maneiras.

No entanto, a vantagem acima nos leva a segunda curiosidade:

Até a década de 1960, a captura era em média 300 mil toneladas anualmente.

Com o passar dos anos, novas tecnologias foram desenvolvidas e permitiram que navios-fábrica capturassem maiores quantidades de peixes.

E dentre as tecnologias, podemos observar o sonar para pesca, uma ferramenta que possibilita a localização de cardumes.

Com isso, no ano de 1968, foi possível pescar cerca de 800 mil toneladas de Bacalhau.

Contudo, as novas tecnologias contribuíram também com o colapso da espécie que começou a sofrer com uma enorme diminuição em sua população.

Isto é, por conta da grande relevância comercial, o Peixe Bacalhau está na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN.

A diminuição da população de Bacalhau foi observada a partir de 1990 e até o dia de hoje, ainda não foi desenvolvido um plano de recuperação.

Dessa forma, a única medida seria a proibição da captura da espécie durante determinado tempo.

A retomada limitada aconteceu em 2006, quando foram pescados 2.700 toneladas de bacalhau.

Onde encontrar o peixe Bacalhau

O habitat do Peixe Bacalhau é desde a linha de costa até a plataforma continental.

Isso significa que o animal está no Oceano Atlântico ocidental em regiões como o norte do Cabo Hatteras, Gronelândia e Carolina do Norte.

Quanto à sua presença no Atlântico oriental, vale citar regiões como norte da Baía da Biscaia até ao Oceano Ártico.

Por esse motivo, o animal habita o Mar Báltico, Mar das Hébridas, Mar do Norte, Mar de Barents e algumas áreas que ficam ao redor da Islândia.

Dicas para pesca do peixe Bacalhau

Bom, para capturar o Peixe Bacalhau, é fundamental que o pescador se desloque até outro país como a Nova Escócia, Noruega, Islândia, Labrador, Mar das Hébridas,dentre outros.

Isso porque o animal não é pescado em nosso país.

Sendo assim, quanto aos equipamentos de pesca, prefira os modelos resistentes e que sejam de médio a pesado.

Use linhas de 30 até 110 lbs e escolhe entre carretilha ou molinete.

O ideal seria que a ferramenta suportasse cerca de 600 m de linha com 0,40 mm. Priorize também o uso de anzóis com o número entre 3/0 e 8/0.

As iscas naturais mais indicadas são as sardinhas, moluscos ou crustáceos.

Também dá para usar iscas artificiais como as plugs de meia água, colheres e jigging com um tamanho entre 10 e 15 cm.

Informações sobre o Peixe-bacalhau no Wikipédia

Enfim, gostou das informações? Então, deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Anchova: Conheça tudo sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário