Pesca Gerais

Peixe Arraia: Conheça todas informações sobre essa espécie

O Peixe Arraia tem um nome científico que vem das palavras gregas trygon (arraia) e potamos (rio).

Assim, esta é uma espécie de água doce que pode ser vista no comércio de aquário com dificuldade, pois a criação deve ser feita em aquários jumbos.

Nesse sentido, hoje será possível conferir informações sobre o Arraia, bem como o esclarecimento de uma dúvida muito interessante:

Qual o nome vulgar correto, Raia ou Arraia?

Classificação:

  • Nome científico – Potamotrygon falkneri;
  • Família – Potamotrygonidae.

Características do peixe Arraia

O Peixe Arraia é cartilaginoso como os tubarões e o peixe-serra, ou seja, não tem ossos. Seu corpo tem um formato oval, achatado e o centro é levemente elevado.

Também há fendas branquiais que ficam abaixo da cabeça.

Por meio destas fendas, a água entra e sai depois que o oxigênio é absorvido.

Desse modo, o aparelho de respiração do Peixe Arraia é diferente, tendo em vista que ele pode respirar quando fica enterrado no substrato.

Isso ocorre porque atrás dos olhos, o bicho possui uma abertura que tem por nome “espiráculo”, permitindo que a água e o oxigênio vá até as guelras.

Na região superior caudal, está um ferrão venenoso formado por dentina, que pode causar grandes dores quando penetra na pele.

As dores são causadas porque depois de penetrar a pele, acontece a degeneração rápida dos tecidos. Com isso, sintomas como a dor de cabeça, diarreia e náusea, surgem.

Por fim, o animal alcança cerca de 90 cm de comprimento total e pesa 30 kg.

O Peixe Arraia também pode ser encontrado pelo nome vulgar “Raia” e é uma espécie que se reproduz durante todo o ano

Reprodução do peixe Arraia

A reprodução ocorre durante todo o ano e ela pode acontecer em trios ou pares.

Dessa forma, o período de gestação varia entre 9 a 12 semanas e pode dar origem até 12 indivíduos, de 6 a 10 cm de comprimento total.

Assim, o ovo é fecundado dentro da fêmea e os alevinos nascem vivos.

Outra característica interessante é que o Peixe Arraia tem um dimorfismo sexual aparente.

Os machos têm o clásper na nadadeira anal e caudal que seriam como dois órgãos sexuais paralelos e que ficam um de cada lado da cauda.

Além disso, indivíduos machos da espécie são menores.

Alimentação

Por ser um animal carnívoro e com tendência a ser piscívoro, o Peixe Arraia come invertebrados como os crustáceos, moluscos e vermes.

Também pode comer peixes de pequeno porte.

Com relação à sua alimentação em cativeiro, o animal pode aceitar alimentos secos e vivos.

Outros exemplos de alimentos seriam os filés de peixe de água doce, minhocas e camarões.

E com relação aos alimentos que o peixe não pode comer, vale destacar a carne de mamíferos como o coração de frango e boi.

Neste tipo de carne, há lípidos que o animal não consegue metabolizar de maneira adequada.

Inclusive, a carne pode causar um excesso no depósito de gordura ou a degeneração dos órgãos, por isso, não é indicada.

Por fim, o Peixe Arraia tem um bom metabolismo e deve ser alimentado com frequência. Nesse sentido, o aquário precisa ter boa filtragem.

Curiosidades

A principal curiosidade desta espécie seria o seu nome vulgar adequado: Peixe Arraia, ou Raia?

Bom, de uma maneira geral, ambos os nomes podem ser usados, pois se referem ao mesmo organismo.

Então, quais seriam as diferenças?

Raia é um nome usado e aceito somente pelas comunidades escolares e acadêmicas. Até mesmo nos livros, o nome é “Raia”.

Já o nome Arraia é popular e pode representar peixes marinhos, que sejam de água doce e possuam o esqueleto cartilaginoso da classe Elasmobranchii.

Onde encontrar o peixe Arraia

O Paraná e também do Rio Paraguai, no Brasil, são os locais de origem da espécie.

Nesse sentido, pode estar no Sul do nosso país, Nordeste da Argentina, Uruguai e Paraguai.

E de acordo com alguns estudos, a espécie já esteve na bacia do alto Paraná acima das Cataratas do Guaíra.

Infelizmente, não pode ser mais pescada nesta região por causa da criação da Barragem de Itaipu, que extinguiu esta e várias outras espécies.

Acredita-se também que o Peixe Arraia pode estar na parte superior da Bacia Amazônica.

Ou seja, está em rios como Marañón, Beni, Solimões na Bolívia, Guaporé e Madre de Díos.

Os rios do leste do Peru e também do oeste do Brasil, podem abrigar a espécie.

Dessa forma, os peixes costumam habitar o fundo de rios e podem ficar enterrados na lama, logo na parte rasa.

Isso significa que os afluentes com o substrato arenoso e lamoso, são os prediletos do bicho.

De outro modo, quanto ao período de chuva, o Arraia pode migrar para as áreas de florestas inundadas. Por esse motivo, o peixe está em lagoas temporárias, após o recuo da água.

Dicas para pesca do peixe Arraia

Como dica final, tenha muito cuidado no manuseio e principalmente na soltura do Peixe Arraia.

Para soltar o bicho na água, segurei-o pelos espiráculos e remova o anzol de sua boca de forma cuidadosa, com o auxílio de um alicate.

Informações sobre o Peixe-arraia no Wikipédia

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Peixe Dourado: Conheça tudo sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

sem comentários

Mira 5 de setembro de 2021 at 22:06

Tive uma muito boa e completa informação sobre o peixe raia.
Fica aqui meu agradecimento.

Resposta

Deixe um Comentário