Pesca Gerais

Peixe Apaiari ou Oscar: Conheça tudo sobre essa espécie

Conhecido como Oscar, o Peixe Apaiari de fato é um grande prêmio aos pescadores que conseguem capturá-lo.

Isso porque o animal e muito esperto, algo que torna a pescaria complicada.

Dessa forma, nos acompanhe e conheça a espécie, onde encontrar e dicas de pesca.

Classificação:

  • Nome científico: Astronotus Ocellatus;
  • Família: Cichlidae.

Características do peixe Apaiari

O peixe Apaiari pertence à mesma família da tilápia, acará e do tucunaré.

Assim, devido a sua grande beleza, os aquaristas chamam o Apaiari de “Oscar”.

E além de Oscar, dependendo da região você poderá encontrar esta espécie como acará-grande, acará-açu, acaraçu e acará-guaçu.

Acarauaçu, acarauçu, aiaraçu, apiari, carauaçu, caruaçu, também são alguns nomes comuns.

E dentre as características deste peixe, entenda que ele tem aspecto robusto, mede 30 cm e pode chegar a pesar 1 kg, oferecendo uma boa briga ao pescador.

Entretanto, de acordo com alguns relatos, o maior exemplar pescado foi de 45 cm de comprimento e 1,6 kg.

O peixe também conta com uma nadadeira caudal simétrica e bem desenvolvida, além de exibir um ocelo em sua base.

Basicamente o ocelo é um falso olho escuro no centro e vermelho ou alaranjado ao redor.

E com o seu ocelo, o peixe Apaiari é capaz de se proteger de predadores que atacam a cabeça, como por exemplo, as piranhas.

Alguns estudos também indicam que o ocelo auxilia na comunicação intraespécie.

Uma característica deste peixe também, é que ele perde a briga com outras espécies quando é atacado na parte da cauda.

E com relação a sua coloração, normalmente os adultos são escuros e tem algumas machas alaranjadas.

Já os peixes mais jovens apresentam uma coloração composta de faixas onduladas brancas e laranjas, além de manchas nas cabeças.

O peixe Apaiari conta com particularidades como a sua intolerância a água fria. Conheça todas as características desta espécie.
Peixe Oscar também conhecido como Apaiari no aquário

Reprodução do peixe Apaiari

A reprodução do Apaiari ocorre da seguinte forma:

Os peixes ficam frente a frente e abrem as bocas, para que em seguida venham se morder mutuamente, dando início ao ritual.

Com isso, os dois se separam do cardume em busca de um local adequado e protegido para a desova.

Assim, a fêmea deposita de um a três mil ovos a fim de que o macho fecunde.

Após o nascimento e durante um período de três ou quatro dias o casal inicia um esquema para a proteção dos alevinos.

Assim, o macho realiza o transporte dos filhotes por meio de sua boca para os buracos construídos no fundo do rio.

Dessa forma, o casal é capaz de proteger seus novos peixinhos.

E quanto ao tempo de reprodução, ele ocorre de julho a novembro.

Alimentação

Com relação à alimentação do peixe Apaiari¸ vale citar que ele é onívoro.

Ou seja, o animal se alimenta de pequenos peixes, crustáceos e larvas.

Mas, é interessante destacar que os insetos aquáticos e terrestres compõem 60% de sua dieta.

Curiosidades da espécie

Além de não apresentar dimorfismo sexual aparente, os Apaiaris são monogâmicos.

Isso significa que o macho tem apenas uma fêmea e quando ele atinge 18 cm se torna sexualmente maduro, normalmente com um ano de vida.

Por esse motivo, o peixe Apaiari pode ser pescado somente quando ele atinge este tamanho mínimo.

Outra curiosidade é que esta é uma espécie limitada pela sua intolerância a águas frias.

Basicamente o limite letal é de 12.9 °C. Por isso, águas alcalinas, ácidas, neutras e com boa tolerância abrigam diversos Apaiaris.

O PH ideal fica em torno de 6.8 a 7.5, caso contrário, os peixes não são capazes de sobreviver.

Onde encontrar o Apaiari

Considerando a América do Sul, o Apaiari é natural dos seguintes países:

Peru, Colômbia, Guiana Francesa e Brasil.

Por isso, em nosso país, este é um peixe exótico da região amazônica, encontrado nos rios Iça, Negro, Solimões Araguaia, Tocantins e Ucaiali.

Além disso, nos rios Apuruaque e Oiapoque os Apaiaris também são encontrados.

Assim, sendo introduzido em açudes do Nordeste e represas do Sudeste, o peixe se desenvolveu muito no Brasil.

A espécie prefere viver em pequenos cardumes e habita principalmente as águas com correntes lentas de fundo lamacento ou arenoso.

Em especial, o pescador pode localizar um peixe Apaiari junto a paus, pedras e outros tipos de estruturas.

São peixes territorialistas, com isso, o pescador dificilmente encontrará outras espécies próximas ao Apaiari.

E para a captura de exemplares maiores, geralmente os pescadores priorizam a pesca em locais com a vegetação e galhadas de espraiados.

Inclusive, a espécie costuma transitar nas curvas de rios com profundidade entre 30 cm e um metro.

Basicamente nestes locais, é possível visualizar alguns Apaiari nadando próximo da superfície.

Portanto, note que esta é uma espécie encontrada em diversas regiões do nosso país e da América do Sul.

E, além disso, países como China, Estados Unidos (mais especificamente na Flórida) e Austrália, podem ser regiões que abrigam grandes volumes de Apaiaris.

Dicas para pesca do peixe Apaiari

Apaiaris são peixes espertos, por isso, eles estudam muito bem a isca antes de atacá-la.

Com isso, para que o peixe ataque e seja pescado, é necessário muito trabalho e dedicação.

À vista disso, o pescador precisa ter muita paciência para a pesca desta espécie.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Visite nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário