Início Animais Pato Selvagem Cairina moschata também conhecido como pato do mato.

Pato Selvagem Cairina moschata também conhecido como pato do mato.

por Otávio Vieira

O Pato Selvagem de nome científico Cairina moschata, foi listado no ano de 1758 e também atende pelos seguintes nomes vulgares: Pato-preto, cairina, pato-bravo, pato-crioulo, pato-selva e pato do mato.

E dentre as características gerais, saiba que a espécie tem dorso preto e uma listra branca na parte de baixo das asas.

Além disso, é maior que o pato-doméstico e poderemos entender mais detalhes ao decorrer da leitura:

Classificação:

  • Nome científico – Cairina moschata;
  • Família – Anatidae.

Características do Pato Selvagem

Primeiro de tudo, entenda que a espécie apresenta dimorfismo porque o macho tem quase o dobro do tamanho dos jovens e das fêmeas.

Assim, o Pato Selvagem macho tem 85 cm de comprimento total, uma envergadura de 120 cm e o peso de 2,2 kg, sendo que a fêmea alcança a metade.

Por isso, no momento em que os indivíduos voam juntos, podemos notar a diferença de tamanho entre os sexos.

Inclusive, saiba que os machos são diferentes por conta da pele nua vermelha ao redor dos olhos e outra pele carnuda que fica acima da base do bico.

E por fim, elas se diferenciam deles porque a plumagem da fêmea conta com tons de marrom que contrastam com cores negras e claras.

Isso significa que as fêmeas podem ter cores como o castanho escuro e bege no corpo, ou seja, elas têm menos cores brilhantes.

No geral, a espécie é diferente do pato doméstico, pois tem um corpo preto e uma parte clara nas asas.

Por esse motivo, este tom claro ou branco fica mais visível quando as asas estão abertas.

As asas batem de forma lenta e produzem um som agudo e prolongado, sendo que os patos podem voar e pousar em árvores, troncos, chão ou até mesmo na água.

Com isso, saiba que as medidas das asas vão de 25,7 a 30,6 cm, o pico tem entre 4,4 e 6,1 cm, assim como o alcatrão é de 4,1 a 4,8 cm.

Pato do Mato ou Pato Selvagem

 

Canto do Pato Selvagem

E além do som gerado pelas asas, os machos podem disputar entre si ou fazer chamadas de pousadas ou voos.

O som é feito pela boca que fica entreaberta, ao mesmo tempo em que o pato do mato expulsa o ar com força.

E o mais interessante é que a voz dos machos pode ser semelhante ao som de uma corneta, enquanto que as fêmeas emitem um som mais grave.

Portanto, a espécie é famosa por ser muito barulhenta.

Reprodução do Pato Selvagem (pato do mato)

É comum que o Pato Selvagem busque por seu parceiro ou parceira durante a época de inverno.

Dessa forma, a fêmea é atraída pelas penas coloridas do macho, levando-o em seguida para o local de reprodução que, por sua vez, ocorre na primavera.

Depois do acasalamento, a pata deve criar o ninho com juncos ou gramas.

O macho tem o trabalho de proteger o ninho, afugentando outros casais.

No momento ideal, a pata coloca de 5 a 12 ovos no ninho e senta sobre eles para mantê-los aquecidos.

O nascimento dos filhotes ocorre depois de 28 dias e a pata os mantém juntos a fim de protegê-los dos predadores.

E alguns exemplos de predadores do pato do mato seriam os falcões, tartarugas, peixes de grande porte, guaxinins e cobras.

Nesse sentido, uma vantagem é que os filhotes conseguem voar a partir de 5 ou 8 semanas de vida.

Assim, quando todos adquirem a capacidade de voo, eles foram bandos em grandes lagos ou no oceano e deslocar-se para sua casa invernada.

Por esse motivo, saiba que a época de reprodução varia entre os meses de outubro até março.

Alimentação

O Pato Selvagem come raízes, folhas de plantas aquáticas, sementes, anfíbios, crustáceos, répteis, mamíferos pequenos e insetos.

Outros exemplos de animais que servem de alimento seriam os peixes de médio ou pequeno porte, cobras menores, centopeias e filhotes de tartaruga.

Além disso, o pato do mato pode fazer a filtragem da água para se alimentar de invertebrados aquáticos com o uso do seu bico.

Desse modo, ele nada com a cabeça afundada para capturar as presas.

Curiosidades

Como curiosidade, saiba mais características sobre a domesticação do Pato Selvagem:

Os primeiros relatos de domesticação surgiram dos indígenas mesmo antes da chegada dos europeus à América, algo que foi relatado pelos padres jesuítas.

E esta é uma característica muito interessante porque nos revela o seguinte contraste:

Conforme a história, os indígenas caçavam animais ao invés de criá-los. Este tipo de atividade era importante para a sobrevivência da tribo.

Isto é, o pato é uma das únicas espécies domesticadas pelos índios.

Atualmente, a domesticação ocorre na região amazônica, tendo em vista que a atividade é simples, contato que o pato do mato tenha nascido e cresça em cativeiro.

E outro ponto interessante é o seguinte:

Somente a partir do século XVI os patos selvagens foram exportados para a Europa, local em que passaram por uma seleção para chegar à forma doméstica que é famosa em todo o mundo.

Como resultado, os patos modificados e os patos selvagens cruzam, gerando animais mestiços.

Onde encontrar o Pato Selvagem (pato do mato)

Natural do nosso país, o Pato Selvagem vive também em diversos locais da América do Sul.

Aliás, é visto na América do Central, habitando desde as regiões do México até os Pampas, no Rio Grande do Sul.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre o Pato Selvagem no Wikipédia

Veja também: Peixe Mato Grosso: Conheça tudo sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário