Pesca Gerais

Molinete de pesca: Tudo que você precisa saber antes da primeira compra

molinete de pesca

Se você está pensando em começar com a pesca amadora esportiva. Ou até já tem conhecimento sobre o assunto, uma coisa é certa: será importante optar e decidir pela compra de um molinete ideal para suas pescarias.

Por ser versátil e ter um ótimo desempenho na pescaria, é um equipamento clássico entre a maior parte dos pescadores do Brasil. Entretanto, não são todos os modelos de molinetes que se aplicam para todas as situações de pesca.

O conjunto de características faz com que o molinete seja o equipamento ideal para os iniciantes. Vamos abordar mais a fundo esse tópico, no decorrer do nosso post.

É importante ressaltar que a escolha e uma boa combinação entre molinete, linha e principalmente vara, se torna fundamental para atingir o melhor desempenho do equipamento.

Deste modo, hoje estamos aqui para lhe explicar com detalhes todos estes pontos. Bem como, citar algumas dicas de como escolher o melhor molinete para pesca. Siga no post e tire suas principais dúvidas!

molinetes de pesca

O que é um molinete e qual sua função na pesca?

A princípio, é importante que o pescador saiba que existem vários tipos e modelos de varas de pesca. As varas auxiliam no trabalho e no recolhimento da linha. No entanto, toda a ação é executada por equipamentos compostos de manivelas que movimentam carretéis. Podemos denominar estes equipamentos como molinete e carretilha.

O molinete se destaca por possuir um carretel fixo. Ou seja, ele não gira durante o arremesso. Evitando assim que o giro do carretel seja maior que a saída da linha.

Além disso, uma guia-linha movimenta em torno do eixo do carretel fixo. Efetuando dessa forma o trabalho de recolhimento da linha. Portanto, a ação de movimento da guia-linha é executada pela manivela situada na lateral do equipamento.

molinete de pesca na vara com uma isca artificial

Partes e funções do molinete

Manivela

Parte do equipamento que o pescador segura para girar, efetuando dessa forma o recolhimento da linha. Um grande diferencial do molinete é a opção de trocar a manivela de lado. Atendendo dessa forma os pescadores destros ou canhotos.

Carretel

Parte do molinete onde a linha de pesca fica armazenada. O ideal é manter o carretel cheio, bem no limite da sua capacidade. Não é aconselhado o uso com pouca linha, ou seja, carretel vazio. Por outro lado, o excesso de linha pode causar problemas durante o arremesso.

O modelo de carretel pode ser estreito e fundo, ou largo e raso. Pelo fato da linha ficar mais espalhada, o carretel raso e largo é o mais indicado, pois facilitada na hora do arremesso.

Com a ação de recolhimento da linha através da manivela, o carretel sofre um movimento de sobe e desce no seu próprio eixo. Conforme a linha se enrola, garantindo assim que fique bem espaçada e não acumulada em um único ponto.

molinete de pesca em destaque

Guia-linha (alça)

equipamento para pescaria preto com detalhes dourados

Formado por meio arco de metal, sua função é liberar, guiar e distribuir a linha no carretel.

Chave de liberação

Localizado na parte de baixo do molinete. Sua função é permitir apenas o recolhimento da linha, na posição normal, onde o carretel é travado girando apenas para um lado. Mas pode ser alterada liberando o carretel, girando para os dois sentidos.

Regulagem do freio

Normalmente está localizado na parte superior do molinete. Sua função é controlar a liberação proporcional de linha conforme a regulagem estabelecida pelo pescador. Quanto mais frouxo estiver a regulagem, mais livremente a linha será puxada pelo peixe capturado. Por outro lado, quanto mais apertada estiver a regulagem, a ação do freio será maior. Dessa forma liberando menos linha na briga com o peixe.

Qual a diferença entre o molinete e a carretilha?

Vários pescadores iniciantes acham que o molinete e a carretilha são a mesma coisa. Apesar de serem usado para a mesma função, existem diferenças entre eles.

Por ter o carretel fixo, sua principal diferença é que o molinete se torna mais fácil no uso. Não exige do pescador grandes habilidades nos arremessos. E principalmente não se faz necessário ajustes mais finos. Por isso se torna o equipamento mais indicado aos iniciantes na pesca.

Veja nosso post sobre Dicas de Arremessos na Pescaria, vamos aprimorar? e se aprofunde no conhecimento sobre o assunto.

tipos variados de molinetes de pesca

Molinete de pesca e suas vantagens

A grande vantagem do molinete também está ligada ao carretel fixo. Impedindo a temida e famosa “cabeleira”. Esse termo é conhecido no meio da pesca, pelo amontoado de linha embaraçada no carretel da carretilha. Que se forma durante um arremesso mal feito ou em situação de vento contra.

Determinadas “cabeleiras” são tão complexas de se desfazer, que o pescador se vê diante de um grande problema. Sendo necessário cortar toda a linha quando ela se forma. Entretanto esse fato está ligado somente no uso das carretilhas.

Outra grande vantagem do molinete é a extrema facilidade de arremessar iscas. Principalmente às pequenas e de menor peso, isso mesmo em condições desfavoráveis. Além disso, possibilitar arremessos mais longos com ajustes rápidos do equipamento.

Os molinetes proporcionam maior conforto ao pescador na hora de segurar o conjunto de pesca. Por ficar posicionado na parte de baixo da vara. Isso comparado à carretilha que frequentemente se dobra o pulso.

O molinete é indicado para qualquer tipo de pescaria. Seja ela feita em água salgada, água doce, represas, lagos e pesqueiros.

isca artificial na manivela que movimenta o carretel

Podemos destacar então as principais vantagens dos molinetes:

memória da linha de pesca no molinete

  • De uso mais fácil, recomendado para iniciantes;
  • Não existe a formação de cabeleiras;
  • De fácil manutenção e limpeza;
  • Mesmo equipamento atende pescador destro e canhoto.

Algumas desvantagens dos molinetes:

  • Menos precisão nos arremessos;
  • Maior atrito da linha nos passadores da vara;
  • Provoca mais memórias nas linhas;
  • Promove a torção da linha.

Portanto, vamos prosseguir o nosso conteúdo, tratando acerca da velocidade de recolhimento:

Velocidade de recolhimento do molinete – Gear ratio

É interessante que você saiba mais informações sobre a velocidade de recolhimento do molinete de pesca. Pois ela está relacionada à facilidade ou a dificuldade de trabalhar uma isca artificial. Além do tempo de recolhimento da isca.

A expressão em inglês “Gear ratio” indica a relação de recolhimento do molinete. A expressão vem gravada no equipamento de pesca, molinetes e carretilhas.

modelos de molinetes de pesca

Os números como 5,1:1 e 6:1 representa a relação de recolhimento.

Mas o que representam estes números?

Bom, podemos lhe dizer que o primeiro é a quantidade de voltas do carretel a cada giro da manivela. O segundo seria a fração de uma volta do carretel.

Por outro lado, o terceiro número significa a quantidade de voltas dada pela manivela.

Ainda não ficou claro? Calma, vamos esclarecer:

Para simplificar, no segundo exemplo 6,0:1, entenda que o molinete recolhe 6 voltas de linha do carretel a cada 1 volta dada pela manivela.

Ou seja, quanto maior for o primeiro número, mais rápido será o trabalho de recolhimento do molinete. A observação dessa relação se torna importante principalmente quando se pretende pescar com iscas artificiais. Facilitando assim o trabalho e dosagem de velocidade do recolhimento.

Temos também um post muito bom sobre o universo das iscas artificiais, acesse: Iscas artificiais conheça os modelos, as ações com dicas de trabalho

Por isso, entre um molinete com velocidade de recolhimento 6:1 e 5,1:1, opte pela primeira opção. Pois com certeza oferecerá uma praticidade maior.

pessoa segurando uma vara

Categorias e classificação dos molinetes

Você como pescador, sabe bem que não adianta investir em uma linha grossa que não cabe no carretel do seu molinete.

Portanto, é fundamental sempre estar atento às categorias e ação deste equipamento:

  • Ultra-leve (UL) de ultralight – Linhas de 0,14 a 0,18 milímetros (3 a 5 libras);
  • Leve (L) de light – Linhas de 0,18 a 0,28 milímetros (5 a 12 libras);
  • Médio (M) de medium – Linhas de 0,28 a 0,37 milímetros (12 a 20 libras);
  • Pesado (H) heavy – Acima de 0,37 milímetros (21 a 25 libras);
  • Extrapesado (XH) de extra heavy – Acima de 25 libras.

Basicamente o molinete é um apetrecho usado nos mais diversos tipos de pesca, por isso existe esta divisão.

Dessa maneira, saiba que as informações acima estão também baseadas ao diâmetro de linha que o molinete de pesca pode suportar.

Assim, para simplificar a explicação, lembre-se de que se você costuma pescar peixes grandes, é fundamental o investimento em uma linha que seja mais grossa e resistente. Como as categorias de molinete H ou XH.

equipamentos essenciais para pescaria esportiva

Dicas para obter o melhor equipamento

Após esclarecer a respeito da velocidade de recolhimento, categorias e oferecer informações gerais sobre o molinete de pesca, evidenciando os benefícios, vamos prosseguir com mais dicas para a escolha correta:

Material do molinete

Antes de tudo, vamos considerar o material do seu molinete para pesca.

Geralmente você poderá encontrar modelos de molinetes de plástico, alumínio e grafite.

Inicialmente, o modelo de plástico oferece pouco benefício por ser menos durável apesar de ser mais barato.

Já o molinete produzido em alumínio possui maior resistência, entretanto normalmente são mais pesados.

Por fim, você pode optar pelo modelo feito de grafite que conta com leveza, é mais resistente a corrosão quando entra em contato com a água salgada.

Assim, o material mais indicado é o grafite, pois fornece mais vantagens e tem melhor durabilidade.

Mas, vale citar que o ideal é que você considere as suas preferências.

equipamentos para pegar peixes

Quantidade de rolamentos – Ball bearing

Em inglês a expressão “Ball bearing” indica ser um molinete dotado de rolamentos. Dependendo do modelo e do fabricante, eles podem ser blindados ou marinizados.

Normalmente o molinete de pesca pode contar com rolamentos que variam entre três e seis unidades. No entanto, há fabricantes que oferecem o equipamento com até dez rolamentos.

Assim, a questão do rolamento é similar à ideia da velocidade de recolhimento. Ou seja, quanto mais rolamentos, melhor será para o seu trabalho. Ainda assim, melhor será o desempenho no recolhimento, reduzindo atritos e exigindo menos esforço do pescador.

No geral, os pescadores mais experientes indicam que você obtenha um molinete que contenha a partir de cinco rolamentos.

Por isso, evite ao máximo o investimento em um equipamento que conte com rolamentos abaixo de três, pois isso afetará diretamente na agilidade em meio à pescaria.

Nos dias atuais, as empresas trabalham no aperfeiçoamento para garantir a vida útil dos rolamentos em qualquer situação de pesca: seja em água doce ou salgada.

manual das peças

Peso do equipamento

O peso também é um ponto que deve ser considerado na escolha do seu molinete de pesca.

Bem como foi citado ao decorrer do conteúdo, o molinete é um equipamento que deve ser incorporado na vara.

Por isso, é interessante que ele tenha o peso mais leve possível.

Investir em um equipamento que tenha a leveza como uma de suas características principais é algo essencial. Especialmente com relação à sua movimentação e conforto na hora da pesca.

Recursos adicionais

Finalmente entenda que os molinetes podem conter recursos adicionais como as tecnologias que buscam solucionar as desvantagens apresentadas pelo produto.

Normalmente o molinete de pesca pode oferecer desvantagens como o grande atrito e torção de linha. Características que atrapalham durante pesca.

Por esse motivo, diversas empresas vêm investindo em modelos inovadores que impedem a torção de linha, por exemplo.

Assim, você poderá buscar por tais recursos na hora da compra. Pois eles farão com que o seu equipamento seja ainda melhor.

pessoa limpando molinete

Cuidados de manutenção

Para um bom funcionamento do seu molinete, alguns cuidados de manutenção são importantes. Após o seu uso, lave-o em água corrente usando uma escova macia. Tenha atenção nos pontos que possam acumular sujeiras como barro, areia etc.

Depois de totalmente seco, lubrifique-o com uma gota de óleo do tipo “Singer”.

Determinados pontos devem receber graxa fina. Tenha cuidado na lubrificação externa, ela só deverá ser feita sem o carretel, para evitar o contato do óleo com a sua linha.

Não coloque graxa nas partes externas para evitar a aderência de partículas. Que possam prejudicar ou até mesmo danificar seu equipamento. O uso de WD-40 na parte externa é uma boa sugestão, protegendo com uma fina camada o seu molinete.

Conclusão

Tal como foi citado no primeiro tópico, o molinete de pesca é um equipamento indicado aos pescadores iniciantes. Em particular, devido às vantagens como a melhor desenvoltura.

Se você estiver comprando seu primeiro molinete, sem saber exatamente qual será o seu foco de pescaria. Busque por modelos mais versáteis. Uma boa opção são os modelos médios, mas lembre-se de analisar a qualidade dos materiais.

Conforme você evoluir no esporte e no entendimento da pesca, procure por equipamentos mais específicos e melhor desempenho.

Agora, caso você esteja à procura de um equipamento mais robusto. Que seja interessante para arremessos longos e precisos. Confira o nosso conteúdo em que tratamos acerca das carretilhas de pesca.

Basicamente as carretilhas podem ser equipamentos muito poderosos nas mãos de pescadores que possuem habilidade. Por isso, não deixe de conferir o link acima.

Gostou das informações sobre molinete de pesca? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós.

Se precisar adquirir um bom molinete, acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

5 comentários

Rafael 4 de novembro de 2020 at 19:40

Olá amigo, sou iniciante, adoro pescar, porém gostaria de uma sugestão para molinete custo benefício, que aguente firme o tranco e não estrague facilmente na água salgada.

Resposta
Otávio Vieira 9 de novembro de 2020 at 15:13

Olá Rafael! No mercado tem vários modelos e marcas que são excelente custo benefícios, entretanto vai depender muito do seu gosto e principalmente do investimento que você pretende fazer.

Resposta
Icaro 30 de dezembro de 2020 at 23:54

Só uma ressalva, nem sempre quantidade de rolamento é melhor. Mas sim a qualidade. A Shimano tem molinetes com 2 rolamentos que dá um show em molinetes da Marine Sport com 5 rolamentos.

Resposta
Otávio Vieira 2 de janeiro de 2021 at 18:54

É verdade Icaro, Shimano é top!

Resposta
Icaro 30 de dezembro de 2020 at 23:55

Inclusive a própria Shimano, possui molinetes com poucos rolamentos. Os tops possuem 5 ou 6 rolamentos.

Resposta

Deixe um Comentário