Pesca Gerais

Molinete ou Carretilha? Qual equipamento é indicado para sua pescaria

Primeiramente é fundamental deixar claro que, tanto o molinete ou carretilha, podem e devem ser usados na pescaria. Cada um deve ser aplicado em uma situação diferente para ter melhores resultados com o uso.

Essas dicas irão te ajudar a fazer uma melhor escolha na compra dos seus materiais, além é claro de melhorar seus resultados na pescaria.

Quando comprar o molinete ou carretilha?

Nessa parte, vamos deixar claro em qual situação de pesca cada um é mais indicado, pois tanto o molinete ou carretilha são ótimos na pescaria.

O molinete é mais indicado para iscas leves, como a ultralight e a micro isca. O molinete facilita muito mais a questão do arremesso do que as carretilhas. Já que em certas situações com vento contra o arremesso com carretilha pode formar cabeleiras.

Outro ponto que é favorável para a pesca com molinete, é em dias de muito vento, como, por exemplo, a pescaria no mar e na praia.

O molinete também é muito utilizado nas pescarias de pesqueiros. Nesses locais, muita das vezes é necessário realizar arremessos longos. E o arremesso com o molinete é muito mais fácil.

Para facilitar o seu arremesso na pescaria, o molinete é uma ótima opção, principalmente em pescaria de peixe de couro. Dessa forma, podemos concluir que em pescarias onde a possibilidade de formar a cabeleira é maior, o molinete é a melhor escolha.

Em quais situações a carretilha é melhor? Principalmente em pescarias em que há a necessidade de uma maior precisão no momento do arremesso. Isso porque, a carretilha permite que no momento do arremesso, você tenha a possibilidade de frear a carretilha, e até de parar a isca com o dede. Além disso, a anatomia da carretilha é melhor para arremessos precisos.

Por isso, se você irá realizar muitos arremessos durante o dia, e todas serão de precisão, o mais indicado é o uso da carretilha. A carretilha também é mais indicada para o trabalho de algumas iscas, entre elas a isca de hélice.

Molinete versus carretilha
Molinte ou carretilha? Qual é o melhor equipamento e para qual situação de pesca cada um é mais indicado?

Tipos de carretilhas

Agora vamos falar um pouco sobre os tipos de carretilhas existentes. As carretilhas possuem pesos e velocidades diferentes.

Basicamente, existem a de perfil baixo, perfil alto e a big game ou 300, como são conhecidas. A carretilha de perfil baixo, é mais indicada para arremessos de precisão, para pesca usando iscas soft e isca natural como sardinha.

Para pescarias onde a sensibilidade é mais necessária, como a pescaria de black bass, traíra no fundo, ou robalo. Uma carretilha leve é mais indicada, o peso deve ser abaixo de 200 gramas, para pescaria com isca soft, é a mesma indicação. Assim, você conseguirá sentir melhor as ações que o peixe executa.

A carretilha não causa interferência na isca de fundo. Mas na isca de superfície, como meia água e plug, o peso da carretilha faz toda a diferença! Por isso, escolha uma carretilha que seja leve!

Quando utilizar a carretilha de perfil alto?

carretilha perfil alto marca abu garcia
Carretilha de perfil alto – Abu Garcia

Esse modelo de carretilha está mais indicado para pescaria de peixes grandes, peixes de couro, pescaria no mar de corrico e pescaria de espera com isca natural. Alguns pescadores, também conhecem esse modelo de carretilha como perfil redondo.

Dentro dessa categoria, ainda é possível encontrar diversos tamanhos. A escolha do tamanho dependerá da quantidade de linha que você irá usar, assim como do tamanho do peixe que você irá pescar.

A big game é para pescaria de pequenos peixes de couro, pesqueiro e tambaqui. Dessa forma, ela é uma carretilha ótima para pescadores que preferem o perfil baixo, mas querem pescar peixes maiores. Podendo utilizar iscas artificiais e iscas naturais.

Para qual situação a carretilha é mais indicada?

A carretilha é um equipamento que faz toda a diferença no momento da pesca. Entender, em qual situação de pesca cada modelo de carretilha é melhor, faz toda a diferença.

Entretanto, ainda há outros pontos a serem considerados. Por exemplo, na pescaria de arremesso usando a carretilha de perfil baixo com uma isca plug. Em algumas situações é necessário utilizar uma carretilha com velocidade diferente. Porém, em plugs, a velocidade deve sempre ser maior.

Já na pescaria de hélice que exige mais velocidade de trabalho, é indicado uma carretilha com velocidade acima de 8.

Assim, para iscas como o popper, meia água e a zara, não é necessário ter a preocupação com a velocidade da carretilha, isso porque elas são iscas mais lentas.

Já em pescarias do dourado, tucunaré ou na Amazônia, não se preocupe com a peso da sua carretilha. Se preocupa com a qualidade dos equipamentos, na durabilidade dos componentes e da principalmente na velocidade da carretilha.

O peso da carretilha é importante na pescaria de sensibilidade. Como em pescaria de robalo no fundo, traíra no soft no fundo, com criaturas, tucunaré no fundo, com shads, robalinho com camarão artificial e o black bass no fundo. Nessas pescarias o peso de carretilha faz toda a diferença.

Para iscas naturais, não se preocupe com questões como velocidade ou peso, não há necessidade.

Como identificar a velocidade de uma carretilha?

Indicação de velocidade de recolhimento da carretilha
Indicação de velocidade de recolhimento da carretilha

Muito pescadores tem dúvidas de como saber qual é a velocidade da sua carretilha. A velocidade é medida por quantas voltas a carretilha dá dentro do tambor, enquanto você dá uma volta completa na manivela da carretilha.

No momento de montar os conjuntos de pesca, é preciso fazer divisões pensando na velocidade das carretilhas. Basicamente existem carretilhas de velocidade 6, 7, 8, 9 e 10.

Lembrando, que em toda pescaria de tucunaré você deve levar três conjuntos dentro do barco. Entre esses conjuntos, deve ter um preparado para um recolhimento rápido utilizando a isca de hélice. Assim, as velocidades indicadas para essa isca, são as carretilhas de velocidade 8 e 9 ou acima.

Entretanto, iscas como as popper, zara, stick, meia água, sub, jig e shad, pode sem problema nenhum utilizar uma carretilha mais lenta, com velocidades entre 6 e 7.

Para a isca soft, as carretilhas com velocidades 6 e 7 de recolhimento, são ideais. Caso for usar a 8, é importante graduar de forma lenta o recolhimento, para não correr o risco de deslocar a isca do fundo.

Quantidade de linha no molinete ou carretilha

Essa questão da quantidade de linha depende muito da pescaria que você irá realizar. Vamos a um exemplo, em uma pescaria de barranco em um lago pequeno, em que os arremessos não serão tão grandes, 75 metros na carretilha é o suficiente. Para pesca de traíras pequenas, 25 a 30 metros de linha, já serão o suficiente. Mas lembrando, que é necessário utilizar a cama.

Assim, você pode comprar um tubo de 150 metros de linhas e fazer a divisão em dois equipamentos.

Entretanto, se a pescaria é para um peixe maior, como para um robalo acima de dois dígitos ou xaréu, aí a quantidade de linha é outra. Nesse caso, será necessário utilizar os 150 metros de linha no equipamento.

Para pescaria de alto mar, por exemplo, a quantidade de linha necessária é muito maior, é necessário pelo menos, 200 metros de linha. Principalmente para pesca olho de boi, olhete e atum, por isso, prefira um equipamento com uma capacidade de linha maior.

Se você pretende pescar tucunaré-açu na Amazônia, para pescar esse peixe é necessário realizar grandes arremessos. Sendo assim, é necessário ter no mínimo 120 metros de linha no carretel, com libragem entre 50 a 60.

Quantidade de rolamentos faz a diferença no equipamento?

Indicação de quantidade de rolamentos do equipamento de pesca
Indicação de quantidade de rolamentos

A quantidade de rolamento não significa que um equipamento é melhor que o outro. Nessa questão a maior preocupação deve ser com a qualidade e não com a quantidade de rolamentos do equipamento.

Outra questão, é o procedimento do equipamento, dê preferência para as marcas mais conhecidas e que podem te dar uma assistência após a compra.

Se você tem o hábito de pescar na água salgada é importante adquirir um equipamento que tenha esse tipo de proteção. Geralmente, os componentes são marinizados e o rolamento é feito de aço inox.

Peso do equipamento, quando devo me preocupar?

O peso da carretilha é sempre importante quando você precisa de maior sensibilidade, principalmente no uso de iscas como jig hed, isca soft jig de pelo.

Mas em casos, como a pescaria de arremesso com plug, pescaria de rodada, de espera, de currico, o peso da carretilha não é importante. E sim com qualidade e a resistência do equipamento. Carretilhas com peso entre 220 a 240 gramas, são o suficiente para esse caso.

Porém, para uma pescaria de arremesso utilizando isca soft ou jig de pelo, o peso da carretilha fará toda a diferença, já que a sensibilidade é importante. Assim, é necessário ter pouco peso no conjunto total desse equipamento. Por isso, nesse caso, a carretilha ou molinete, deve ter no máximo 200 gramas.

Freio do equipamento faz diferença na pescaria?

Para iscas como a natural, é importante você se preocupar com o freio. Procure investir em um freio acima de 5 quilos. Não se preocupe com questões como, peso do drag.  Isso porque, não será necessário deixar o freio da sua carretilha em nenhum momento travado. Pois, se isso acontecer, você poderá quebrar a linha e a vara. Sendo assim, um drag de 5 quilos, já é suficiente para todas as pescarias.

Tipos de molinetes e em qual pescaria usar

Existem basicamente quatro tipos de molinetes. Entenda para qual tipo de pescaria cada molinete é melhor.

Micro/ultra

molinete vermelho e seus acessórios

Sua numeração vai de 500 até 2000. A pesca de tucunaré pequeno, kelberi, borboleta, matrinxã, traíra pequena, entre outras, é excelente para essa categoria. Para esse modelo de molinete prefira linhas de até 20 libras.

Molinetes Médios

Aqui a categoria vai de 2500 até 3500. A libragem da linha indicada para esse modelo de molinete, são de 20 libras até 40 libras. Principalmente em pescaria na Amazônia com isca artificial, e robalos, oferecendo bastante sensibilidade.

Os molinetes pesados

Nessa categoria os molinetes vão de 4000 até 6000. A indicação da libragem das linhas é de 40 até 80 libras. Para pescaria na Amazônia, do tucunaré, dourado, pescada-amarela com isca natural e xaréu no mar, essa configuração é perfeita.

Molinete extra pesados

A numeração do molinete nessa categoria inicia em 6500 e vai até 10000 ou acima. Por isso, a indicação da libragem da linha deve ser acima de 80 libras. Assim, a indicação é para a pesca de Piraíba, Jaú e Pirarara.

Então molinete ou carretilha qual é o melhor?

Não existe um que seja melhor! Mas sim, o mais adequado ao tipo de pescaria e experiência do pescador. Tanto o molinete ou carretilha são equipamentos são excelentes. Mas cada um, tem uma performance melhor em determinada situação de pesca.

Dessa forma, o correto é que o pescador esportivo, obtivesse os dois equipamentos para se adequar a cada situação de pesca.

Molinete ou carretilha diferença entre ambos

Podemos dizer de uma forma geral que o molinete é um equipamento de fácil manuseio e a carretilha é um equipamento mais robusto que permite um controle maior.

Carretilha ou molinete, qual arremessa mais longe?

Tanto a carretilha ou molinete, são bons para arremessos. Para evitar a cabeleira, o molinete é muito melhor. Principalmente para pescadores iniciantes.

Em locais de muito vento, o uso do molinete para pesca de arremesso é uma opção muito mais assertiva. Entretanto, para a pesca de arremesso com precisão a carretilha é melhor, devido ao controle oferecido nesse modelo.

Agora que você já aprendeu tudo sobre molinete ou carretilha, passe na Loja Pesca Gerais e adquira o melhor equipamento para sua pescaria esportiva.

Informações sobre molinete no Wikipédia

Veja também: Molinete de pesca: O você precisa saber antes da compra

Carretilha de pesca: saiba como escolher e quais os principais tipos

Posts Relacionados

Deixe um Comentário