Pesca Gerais

Jacaré do papo amarelo, réptil crocodiliano da família Alligatoridae

O Jacaré do Papo Amarelo é um réptil crocodiliano do gênero Caiman que habita o sudeste da América do Sul.

Com isso, o animal está presente nas bacias dos rios Uruguai, Paraná, São Francisco e Paraguai.

Ou seja, vive em regiões desde o extremo leste do nosso país até o Uruguai.

Também está em ecossistemas costeiros, como os mangues.

Inclusive, o animal tem a expectativa de vida de 50 anos e apresenta um comportamento carnívoro, algo que iremos compreender mais detalhes a seguir:

Classificação:

  • Nome científico – Caiman latirostris;
  • Família – Alligatoridae.

Características do Jacaré do papo amarelo

Em primeiro lugar, saiba que a espécie atende por Jacaré do Papo Amarelo porque no momento da reprodução, os indivíduos ficam com a área do papo amarelada.

Além disso, o nome científico “latirostris” vem do latim lati e significa “nariz largo”, uma particularidade dos indivíduos.

Com isso, o focinho tem quase o mesmo comprimento que a largura à altura dos olhos.

Os machos são maiores e têm um crânio grande, bem como contam com uma mordida forte.

Dessa forma, a força é tão grande que é capaz de partir o casco de tatus e tartarugas facilmente.

Quanto à coloração, vale citar um tom de verde-oliva nos adultos, ao mesmo tempo em que os filhotes são marrons e têm faixas negras nas costas.

Os juvenis também contam com pontos negros na lateral da mandíbula inferior e na cabeça.

Em contrapartida, os velhos têm a coloração próxima de preto.

O comprimento médio é de 2 m e os maiores exemplares já alcançaram 3,5 m.

Jacaré do papo amarelo Caiman latirostris Alligatoridae

Reprodução do Jacaré do papo amarelo

Quando consideramos a Argentina, o Jacaré do Papo Amarelo se reproduz entre janeiro e março.

Já a reprodução no Brasil ocorre entre agosto e janeiro, bem como no Uruguai, o mês ideal é janeiro.

Dessa forma, este período está relacionado aos meses mais quentes.

Neste período, o animal procura bons locais na terra ou em charcos úmidos.

Por isso, é comum que sejam vistos em florestas ou ilhas fluviais.

Além disso, vale ressaltar os lugares com pouca insolação e próximos da água.

Ao encontrar o local ideal, os jacarés constroem ninhos com material orgânico como os gravetos, folhas e terra.

O último é usado quando não há matéria suficiente para fazer com que o ninho tenha um bom tamanho.

Logo em seguida, a fêmea deposita entre 20 e 35 ovos no ninho, apresentando um comportamento muito agressivo para defendê-los.

Os pais se afastam do ninho somente para se alimentar.

Depois disso, eles voltam rapidamente para que os ovos não sejam comidos por raposas, quatis, teiús, aves aquáticas e macacos.

Entre 65 e 90 dias, ocorre a eclosão dos ovos e os filhotes começam a vocalizar.

Isso é feito para que a fêmea venha destruir o ninho e levá-los até a água.

Portanto, os pais cuidam dos filhotes durante o seu primeiro ano de vida.

Alimentação

O Jacaré do Papo Amarelo pode se alimentar de diversos animais como as aves, morcegos e peixes.

Outros exemplos seriam os insetos, moluscos, crustáceos ou répteis.

Mas, uma característica relevante é que o tamanho do jacaré influencia no tipo de presa. Como resultado, os maiores indivíduos se alimentam de animais grandes.

Além disso, a espécie desempenha grande importância na cadeia alimentar.

Por exemplo, o animal come moluscos gastrópodes que transmitem doenças para as populações ribeirinhas.

Assim, foi possível observar o seguinte nas regiões em que o jacaré foi extinto:

O número de casos de barriga d’água tanto na população quanto no gado, aumentou.

Curiosidades

Falando acerca das curiosidades do Jacaré do Papo Amarelo, cabe mencionar a necessidade de conservação.

De modo geral, este é o crocodiliano brasileiro que apresenta a situação mais delicada.

Isso porque o seu habitat natural vem sofrendo grandes alterações.

O animal vive nas áreas mais densamente ocupadas do nosso país, que seriam o Sul, Sudeste e Nordeste.

Portanto, sofre diretamente com a poluição, drenagem de corpos d’água, redução de habitat, desmatamento e também a expansão urbana.

Outras atividades que podem causar a extinção da espécie seriam o uso intensivo de agrotóxicos e a caça intensiva.

Com relação à caça, por exemplo, vale citar os seguintes casos:

Diversos indivíduos já foram vistos mortos em canais próximos a vias públicas no município do Rio de Janeiro.

Aliás, por conta das propagandas negativas do animal, jacarés são mortos e retirados frequentemente das lagoas de Jacarepaguá.

E além das regiões acima, também há outros locais no Brasil e no mundo que a espécie sofre.

Com isso, é necessário a conscientização e preservação.

Onde encontrar o Jacaré do papo amarelo

O Jacaré do Papo Amarelo pode estar em diversos tipos de habitat como os rios e riachos, charcos e pântanos.

Ou seja, os locais em que há uma forte associação a vegetação aquática.

Além disso, saiba que esta espécie pode sobreviver em águas salgadas e salobras, visto que vive em mangues no litoral.

Alguns indivíduos também vivem em mangues de ilhas costeiras no sudeste do Brasil.

E quando consideramos os países, cabe citar a Bolívia, Brasil, Paraguai e também o norte do Uruguai.

Em nosso país, a espécie está no Rio Grande do Norte, Recife e a Bacia do São Francisco.

Por isso, podemos incluir o oeste até o Mato Grosso.

Informações sobre o Jacaré-do-papo-amarelo no Wikipédia

Gostou das informações sobre o Jacaré do Papo Amarelo? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós.

Veja também: Jacaré do Pantanal: Caiman yacare habita o centro da América do Sul

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções

Posts Relacionados

Deixe um Comentário