Início » Jacaré do Pantanal: Caiman yacare habita o centro da América do Sul

Jacaré do Pantanal: Caiman yacare habita o centro da América do Sul

por Otávio Vieira

O Jacaré do Pantanal também tem por nome vulgar jacaré-piranha, pois os seus dentes são vistos até mesmo quando a boca está fechada.

Além disso, o bicho é comum no Pantanal e nos rios do Paraguai, também atendendo por “yacaré-negro” em castelhano e por “jacaré-do-paraguai”.

E com relação à distribuição, podemos incluir o Centro-Oeste do Brasil, norte da Argentina e sul da Bolívia.

Portanto, nos acompanhe e saiba mais informações da espécie, a distribuição e a necessidade de conservação.

Classificação

  • Nome científico – Caiman yacare;
  • Família – Alligatoridae.

Características do Jacaré do Pantanal

O Jacaré do Pantanal está no Anexo II da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção (CITES 2013).

Isso significa que a espécie sofre com riscos de extinção, algo que iremos tratar no tópico de “curiosidades”.

Dessa forma, saiba que os indivíduos têm 3 m de comprimento total e a cor pode variar.

O dorso é negro e há algumas faixas amareladas, em especial na parte da cauda.

Com relação às características que diferenciam os indivíduos da espécie, cabe mencionar o seguinte:

Os constituintes químicos de cada tecido sofrem com diversas variações, influenciando em características corporais.

Como resultado, a porcentagem de gordura aumenta e a de água diminui.

Assim, pode haver mudança na taxa de crescimento, tamanho corporal e também na composição da dieta dos indivíduos.

Como exemplo, entenda informações de um estudo da composição química corporal de indivíduos da espécie:

Estes indivíduos tinham tamanhos diferentes e alterações na deposição dos nutrientes nos compartimentos corporais.

Desse modo, nas vísceras e carcaça houve o aumento de gordura ou energia.

Já o aumento de proteína, que seria a água, pôde ser visto na pele e também na carcaça.

E conforme a formação de placas ósseas houve o aumento no teor de cálcio e fósforo na pele de acordo com o crescimento do animal.

Para encerrar as características, saiba que a espécie é muito resistente.

De modo geral, os indivíduos lidam bem com a mudança de habitat.

A adaptação é tão boa que os jacarés podem ser vistos em açudes para o gado, reservatórios artificiais e poços construídos ao lado das estradas.

Jacaré do pantanal Caiman yacare

Reprodução do Jacaré do Pantanal

Grande parte dos jacarés tem uma estrutura padrão para a criação de ninhos.

Nesse sentido, a ideia não é diferente com o Jacaré do Pantanal.

Sendo assim, os indivíduos juntam gravetos e folhagem dentro da mata para que venham estruturar um ninho.

Este ninho fica próximo de vegetação flutuante e corpos de água.

Já o tamanho do ninho depende do habitat ou da quantidade de material orgânico.

Portanto, saiba que logo depois de colocar os ovos, eles demoram cerca de 70 dias para eclodir com um tamanho de 12 cm.

Com um ano de vida, os filhotes alcançam 25 cm.

Uma característica muito importante é que a temperatura de incubação pode influenciar no sexo do embrião.

Por exemplo, quando a incubação é feita em uma temperatura acima de 31,5 ºC, os filhotes nascem machos.

Já quando a temperatura é menor, nascem fêmeas.

Além disso, saiba que a principal causa de mortalidade dos ovos seriam as inundações ou o ataque de predadores.

Com isso, os quatis (Nasua nasua), lobinhos (Cerdocyon thous) e porcos-monteiro (Sus scrofa) são os principais responsáveis pelos ataques.

Alimentação

O Jacaré do Pantanal adulto come crustáceos, moluscos e peixe.

Em contrapartida, a dieta dos filhotes tem invertebrados, sendo que a mudança na alimentação ocorre a partir do segundo ano de vida.

Por isso, a partir deste período, os jacarés passam a comer peixes pequenos.

Aliás, cabe falar que as fezes dos indivíduos da espécie podem servir de alimento para alguns peixes.

Curiosidades

Dentre as curiosidades do Jacaré do Pantanal, entenda mais informações sobre a ameaça de extinção:

Apesar de ser resistente e sobreviver em locais diversos, o animal sofre com a mudanças do seu habitat.

E dentre as mudanças, cabe falar sobre o desmatamento, ocupação urbana e as atividades agropecuárias.

A poluição e a construção de indústrias e hidrelétricas também são mudanças, portanto, note o seguinte:

Está ocorrendo a instalação de usinas hidrelétricas nas cabeceiras dos rios que drenam para o Pantanal.

Como resultado de tais ações, ocorre a formação de lagos que inundam as áreas florestadas.

Assim, o pulso de inundação da planície fica desequilibrado.

E no momento em que os indivíduos precisam se reproduzir, eles criam seus ninhos, colocam os ovos e ocorre uma inundação que impede a reprodução.

Há também uma mudança no regime hídrico por conta da construção de canais de drenagem e lagos para irrigação de arroz.

Por consequência, a espécie tem dificuldades com o desenvolvimento.

Outro motivo grave que pode causar a extinção do jacaré seria a caça ilegal.

As pessoas capturam o animal para a venda da pele e carne.

Por fim, devido ao crescimento populacional humano, falta de infraestrutura e planejamento, os problemas vêm sendo agravados.

Com isso, entenda que há diversas unidades de conservação que têm por intuito a proteção da espécie.

Ainda assim, é necessário que o governo trabalhe para desenvolvimento das espécies.

Aliás, é importante a implementação de as medidas rígidas a fim de  acabar com a caça ilegal.

Onde encontrar o Jacaré do Pantanal

O Jacaré do Pantanal vive nas regiões alagadas do nordeste e leste da Bolívia.

Por isso, é visto em diversas regiões do bioma Pantanal.

O Pantanal é drenado pelo Rio Paraguai e flui no sentido norte-sul ao longo da região oeste da bacia.

Ou seja, o local em que a espécie seria mais abundante é o Pantanal porque há uma grande variedade de ambientes aquáticos.

A região também é conservada, o que permite que a reprodução.

Também é interessante citar os rios Guaporé, Mamoré e Madeira que ficam na Amazônia Brasileira.

Além disso, a espécie está nos sistemas do rio Paraná que fica no Paraguai e alguns locais do nordeste da Argentina.

Informações sobre o o Jacaré-do-pantanal no Wikipédia

Gostou das informações sobre o Jacaré do Pantanal? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós.

Veja também: Jacaré do papo amarelo, réptil crocodiliano da família Alligatoridae

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário