Pesca Gerais

Iscas para peixes de água salgada, boas dicas e informações

Iscas para peixes de água salgada podem ser as naturais ou as artificiais, conheça os principais exemplos e defina o melhor para sua pesca

As iscas para peixes de água salgada são divididas em dois grupos principais, as iscas naturais e as artificiais.

Portanto, para conhecer as iscas naturais mais famosas e algumas dicas de pesca em água salgada, nos acompanhe.

Iscas para peixes de água salgada – Opções naturais

As iscas naturais são eficientes para a pesca em água salgada. Por isso, vamos conhecer os principais exemplos a seguir:

Camarão

O camarão é uma isca natural muito utilizada pelos pescadores, pois ela é capaz de atrair peixes de espécies variadas.

A primeira situação é a utilização do camarão vivo.

Ou seja, o pescador usa o animal como isca em locais próximos às estruturas submersas e com pouca profundidade, normalmente inferior a 15 metros.

Também é possível usar o camarão em estruturas como galhadas, piers, canais e costões.

Assim, é comum que os pescadores comprem os camarões frescos próximo ao local de pesca.

Os camarões ferrinhos, sete barbas e o branco são os melhores para o uso como iscas para peixes de água salgada.

Uma dica muito interessante é que, caso você opte por levar o camarão até o local de pesca, fique atento se ele é proveniente daquele local.

Caso contrário, a isca será menos eficiente com relação à atração.

De outra forma, o camarão morto e congelado seria a segunda maneira de utilizar como isca, geralmente indicado para a pesca em alto mar.

Assim, é fundamental que você retire a cabeça dos camarões e mantenha as cascas.

Isso é feito para evitar que a isca seja desestruturada e o manuseio dificultado.

Dessa forma, cabe citar uma dica para a conservação do camarão morto:

  • Remova as cabeças e mantenha as cascas;
  • Lave os camarões com a água do mar;
  • Coloque as iscas em pequenos recipientes;
  • Leve ao congelador.

Por fim, ao utilizar o camarão como isca, descongele aos poucos de acordo com o seu uso.

Basicamente com tais cuidados é possível garantir que a isca fique intacta e mais estruturada.

Iscas para peixes de água salgada podem ser as naturais ou as artificiais, conheça os principais exemplos e defina o melhor para sua pesca
A sardinha, o camarão e a lula são algumas excelente opções de iscas natural para peixes de água salgadas.

Corrupto

Sendo considerado um parente distante do camarão, o Corrupto é outro exemplo de iscas para peixe de água salgada.

Assim, este é um crustáceo cavador que vive em praias rasas de areia fina, geralmente entocado na beira do mar, nas profundezas ou camuflado nos manguezais.

Deste modo, assim como o lambari, o Corrupto é capturado para ser usado como isca natural por diversos pescadores.

Portanto, o crustáceo tem um corpo extremamente delicado e você precisa amarrar a isca ao anzol com um elastricot, sem apertar muito.

Também é possível utilizar pedaços deste crustáceo como iscas ou até mesmo, ele inteiro.

Para usar inteiro, o pescador normalmente prendem a isca em um anzol Wide Gap 1/0, passando pelo interior do corpo e saindo no meio do rabo, deixando as patas expostas.

Além disso, grande parte dos pescadores coloca o Corrupto esticado ou dobrado em formato de uma “bolota”.

Assim, caso você opte por dobrar este tipo de isca, uma dica é que você corte metade da cauda e da cabeça, passando o anzol sem que ele perfure a parte central do corpo.

Com isso, o camurim, robalo, carapeba e pampo, são exemplos de espécies que você poderá capturar com essa isca.

E como dica para obter este crustáceo, sempre saia para pegar durante a maré baixa e use uma bomba de sucção confeccionada em PVC.

para a conservação do Corrupto, faça o seguinte:

  • Coloque as iscas em um recipiente;
  • Adicione um pouco de sal grosso;
  • Complete com a água do mar;
  • Leve ao congelador.

Sardinha

A Sardinha é outro excelente exemplo de iscas para peixes de água salgada, pois é muito versátil.

Dessa forma, caso você não tenha tempo para preparar a isca, este peixe é a melhor alternativa.

Isso porque você pode comprar a sardinha em qualquer peixaria e ela conta com vantagens como a atração de diversas espécies.

Por isso, de modo geral os pescadores usam somente a cabeça ou optam pelo uso do rabo.

Há os que acreditam também que usar o peixe inteiro atrai sorte.

Por esse motivo, para iscar a sardinha, corte um filé inteiro de cada lado e faça pequenos cortes transversais para criar filés menores e colocar no anzol.

Finalmente, para conservar a sardinha é muito simples.

Basta que você salgue a isca alguns dias antes da pesca porque este processo deixa o peixe duro e ele não despedaça facilmente.

Lula

Assim como o exemplo das sardinhas, você pode comprar as lulas em uma peixaria de forma prática.

Por isso, como vantagem principal, este molusco, também conhecido como isca cortada, dificilmente se solta do anzol.

Dessa maneira, é uma isca simples, prática e muito eficiente.

E para o preparo e conservação da lula, entenda que este processo é muito simples:

  • Corte a lula em pedaços ou tiras;
  • Armazene em um saco plástico;
  • Leve ao congelador.

Minhoca de praia

Apesar de parecer uma isca natural muito simples, a minhoca de praia pode ser eficiente para a sua pesca, pois ela atrai os peixes bem como o camarão e a sardinha.

Portanto, quando falamos sobre a sua captura, você deverá simplesmente colocar restos de peixes na entrada de sua toca, que são os pequenos furos na areia.

Com isso, basta aguardar que a minhoca apareça e puxar com as mãos gentilmente para não romper o seu corpo.

À vista disso, use este tipo de isca para peixes de água salgada para a captura de espécies como betaras, maria luizas, cocorocas, bagres e pampos.

E para evitar que as minhocas de praia se desfaçam, leve um pouco de fubá e misture.

Tatuí / Tatuíra

Tatuí ou Tatuíra é outra espécie muito interessante para o uso como iscas para peixes de água salgada.

Tendo em vista que estes crustáceos se enterram na parte molhada da areia, é possível encontrá-los facilmente na praia e em pouca profundidade.

Por isso, para capturá-los, cave com força e rapidez com o auxilio de uma peneira ou com sua própria mão.

Sarnambis

Sarnambis também são bons exemplos de iscas para peixes de água salgada, pois elas são aquelas conchinhas que ficam na superfície da praia com areia escura.

Para capturar, você deve simplesmente afundar a mão na areia e pegar a concha.

E ao utilizar, quebre a concha e coloque o anzol no miolo.

Iscas artificiais iscas para peixes de água salgada

Para encerrar nosso conteúdo, algumas informações rápidas sobre modelos de iscas artificiais:

Jumping Jig

A Jumping Jip é uma modalidade simples que vem crescendo muito ultimamente.  Simula um peixe vivo e como resultado, chama a atenção dos peixes.

É moldada em aço ou chumbo e normalmente é usada na pesca vertical, em práticas de profundidade variada, normalmente, a partir de 10 metros.

Shads

Shads são iscas de silicone que normalmente apresentam o formato de um peixe real.

Assim, Shads podem ser encontrados no mercado em tamanhos e cores distintos.

Por esse motivo, ao considerar a sua variedade, este tipo de isca é usada na pesca de peixes pequenos e para a captura de espécies maiores.

Dancer Shrimp

Ao simular um camarão natural, estas são iscas artificiais feitas de material sintético.

Assim, são réplicas que apresentam um trabalho bem natural e oferece grande durabilidade.

Por isso, é uma alternativa muito boa de iscas para peixes de água salgada.

Conclusão de iscas para peixes de água salgada

Sejam iscas naturais ou artificiais, de fato existem muitas opções aos pescadores, assim como foi possível conferir durante o conteúdo.

Deste modo, o ideal é que você teste os modelos que mais achou interessante e descubra qual a melhor isca para o seu tipo de pescaria.

Gostou das dicas? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para nós.

Veja também: Peixe de água salgada e tipos de peixes do mar, quais são?

Posts Relacionados

Deixe um Comentário