Início » Tem Guaxinim no Brasil? Características, reprodução, habitat, alimentação

Tem Guaxinim no Brasil? Características, reprodução, habitat, alimentação

por Otávio Vieira

O guaxinim também atende pelos nomes vulgares de mão-pelada, guaxinim-sulamericano, cachorro-do-mangue, guaxo, iguanara, jaguaracambé, jaguacampeba e jaguacinim.

Na língua inglesa, este mamífero tem por nome “Crab-eating Raccoon”.

A espécie tem uma distribuição ampla, tendo em vista que está desde a Costa Rica até a América do Sul.

Por isso, podemos incluir alguns locais do Brasil, Uruguai e norte da Argentina, prossiga a leitura e saiba mais informações:

Classificação:

  • Nome científico – Procyon cancrivorus;
  • Família – Procyonidae.

Características do Guaxinim

O Guaxinim tem um porte médio, de 60 a 135 cm, além de poder pesar até 10 kg.

A cauda seria peluda e longa, sendo que há um padrão de cor amarelada e escura, ao mesmo tempo em que a ponta é negra.

Já a cabeça é pequena, o focinho seria pontiagudo, a face esbranquiçada e há um tom negro ao redor dos olhos.

As orelhas também são esbranquiçadas, curtas e arredondadas, assim como a coloração do corpo é cinza-escura com alguns tons amarelados.

De outro modo, a parte ventral tem um tom mais claro de amarelo.

O animal é plantígrado, isto é, anda com os dedos dos pés e os metatarsos planos no chão.

Além disso, tem um membro torácico com tato bem desenvolvido e ágil para cavar e buscar por alimentos no lodo ou água.

Este membro também facilita o manuseio dos alimentos, nado e escalada.

Guaxinim Procyon cancrivorus

Portanto, é comum ver guaxinins subindo em árvores em busca de presas.

Aliás, escalam árvores para fugir de predadores, descansar ou até mesmo para fazer o ninho.

O nome vulgar “mão-pelada” foi dado porque o animal não tem pelos nas mãos.

O Crab-eating Raccoon é noturno, sendo que durante o dia fica em abrigos, buracos no chão e sob raízes.

Por isso, no momento do crepúsculo ou durante a noite, o animal se torna ativo e busca por alimento.

Também é um bicho solitário e que vive próximo das fontes de água como as praias, mangues, rios, lagoas e baías.

Apesar disso, pode estar em locais não-aquáticos em alguns períodos do ano.

Dessa forma, o animal ocorre em todos os biomas do nosso país: pampas, mata atlântica, pantanal, caatinga, Amazônia e cerrado.

Reprodução do Guaxinim

Somente no período de reprodução que o guaxinim encontra um parceiro e um grupo com casais andam juntos.

A gestação dura em média 60 dias e a fêmea gera de 2 a 6 filhotes.

Somente a partir da terceira semana de vida, os filhotes abrem os olhos e com 4 meses eles desmamam e se afastam do grupo.

Com cerca de 1 ano de idade, tornam-se maduros para a reprodução, um processo que ocorre uma vez por ano ao longo dos meses de julho a setembro.

Alimentação

O Crab-eating Raccoon é um animal carnívoro que come anfíbios, caranguejos e peixes.

Por isso, se alimenta de lagartas, girinos, besouros, minhocas, cigarras, aves, cobras, aranhas e insetos, além de outros invertebrados.

E embora seja uma espécie carnívora, a dieta também inclui frutos.

Curiosidades

É interessante falar sobre a conservação do guaxinim.

Portanto, saiba que a espécie foi listada com pouca preocupação de extinção (LC) conforme a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

No entanto, saiba que a espécie está entrando em declínio.

Isso significa que as populações de regiões específicas sofrem com a diminuição por conta da perda do habitat como, por exemplo, a destruição de manguezais.

A prática de tiros, atropelamento em rodovias, caça comercial para o uso da pele e tráfico de animais também são características que afetam os indivíduos.

A poluição das águas que é causada pelo despejo de dejetos industriais e o mercúrio que vem de áreas de garimpo, seria outra causa da diminuição de populações, tendo em vista que a água envenena o animal.

Alguns exemplares também são afetados por doenças como a raiva, cinomose, parvovirose e leptospirose.

Por outro lado, vale trazer como curiosidade o seguinte:

Qual a diferença entre o quati e o guaxinim?

No geral, a mão dos guaxinins não tem pelos e eles tem um porte menor quando comparados aos quatis.

Mão Pelada

Onde encontrar

Esta espécie tem a capacidade de se adaptar em diferentes tipos de habitat, tendo em vista que vive em locais aquáticos e não-aquáticos.

Os exemplares também estão em locais com perturbações antrópicas, isto é, aquelas regiões que foram afetadas pelas ações humanas e não são totalmente naturais.

Mas, é importante falar que embora a espécie tenha a capacidade de se adaptar, há uma certa dependência aos locais onde tem fontes de água.

Como resultado, os guaxinins são mais vistos em áreas de mangue alto por conta da preferência em comer caranguejos.

Estas áreas também têm uma grande disponibilidade de abrigos.

E falando de um modo geral, a distribuição ocorre em toda a América do Sul, incluindo Trinidad e Tobago.

Assim, vive desde a Costa Rica ao sul, passando por grande parte das regiões do continente a leste dos Andes até o norte da Argentina e Uruguai.

Enfim, gostou das informações? Então, deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre o Guaxinim no Wikipédia

Veja também: Cutia: espécies, características, reprodução, curiosidades e onde mora

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário