Pesca Gerais

Golfinho: espécies, características, alimentação e sua inteligência

O nome vulgar “golfinho” está relacionado a alguns animais cetáceos que fazem parte das famílias Delphinidae e Platanistidae.

Dessa forma, outros exemplos de nomes vulgares seriam peixes-botos, toninhas, delfins e botos.

Como vantagem, as espécies conseguem se desenvolver bem no ambiente aquático, vivendo tanto em água doce, quanto em água salgada.

Assim, acredita-se que haja 37 espécies de golfinhos, que possuem características que iremos falar ao decorrer do conteúdo:

Classificação

  • Nome científico – Delphinus delphis, Grampus griseus, Tursiops truncatus e Stenella attenuata;
  • Família – Delphinidae e Delphinidae Gray.

Espécies de golfinho

A espécie Delphinus delphis representa o golfinho comum que tem por principal característica o seu comportamento sociável.

É possível avistar centenas e milhares de indivíduos nadando juntos, tendo em vista que eles vivem em grandes grupos.

Eles nadam a até 60 km por hora, por isso são considerados rápidos e seriam muito bons em acrobacias.

A expetativa de vida máxima é de 35 anos de idade, porém a população do Mar Negro vive em média 22 anos.

Em segundo lugar, conheça o golfinho-de-risso (Grampus griseus) que também atende por golfinho-moleiro ou golfinho-grampo.

Esta seria a quinta maior espécie de delfinídeo já vista, pois os adultos medem até 3 m de comprimento total.

Também foram vistos exemplares raros que alcançaram 4 m de comprimento e 500 kg de massa.

A parte de trás do corpo seria menos robusta quando comparada com a parte da frente e o animal não tem bico.

As barbatanas peitorais são longas e têm um formato de foice, além de a dorsal ser ereta, alta e angular.

Já a barbatana dorsal desta espécie é a segunda maior entre os delfinídeos, sendo ultrapassada somente pela Orca.

A mandíbula tem de 2 a 7 pares de dentes curvos e grandes.

Já o maxilar superior não tem nenhum dente funcional, somente alguns dentes pequenos.

Inclusive, o maxilar superior é mais estendido, em especial, quando comparado com a mandíbula.

Com relação à cor, os indivíduos podem ter diferentes tons de acordo com a sua idade.

Logo no nascimento, os golfinhos são cinza-acastanhados e com o desenvolvimento tornam-se escuros.

Ao observar adultos, também dá para ver algumas cicatrizes brancas pelo corpo.

golfinho nadando no mar

Demais espécies

Como terceira espécie, conheça o golfinho-roaz-corvineiro, golfinho-nariz-de-garrafa ou golfinho-roaz (Tursiops truncatus).

Esta seria a espécie mais famosa em todo o mundo por conta da sua distribuição.

De modo geral, os indivíduos estão em todos os mares, habitando as águas costeiras e oceânicas, com exceção somente dos mares polares.

A espécie também fez parte da série de televisão Flipper e alguns indivíduos são comuns em shows de aquário devido ao carisma e inteligência.

Para que você tenha uma noção, foi no ano de 1920 que exemplares foram pegos para espetáculos em cativeiro e estudos científicos.

Como resultado, é a espécie mais comum em parques temáticos.

Por outro lado, vale falar sobre o golfinho-pintado-Pantropical (Stenella attenuata) que vive em oceanos tropicais e temperados de todo o planeta.

Sendo descrita no ano de 1846, a espécie quase foi vista como ameaçada de extinção na década de 80.

Nessa época, milhões de indivíduos morreram ao ficarem presos em redes de cerco de atum e a espécie tornou-se ameaçada.

Logo após o desenvolvimento de métodos para a preservação da espécie, exemplares que vivem no Oceano Pacífico foram salvos porque conseguiram se reproduzir.

Sendo assim, esta é a espécie de golfinho mais abundante do planeta.

O comprimento total dos golfinhos é de 2 m e eles alcançam até 114 kg de massa na fase adulta.

Podem ser identificados por conta do bico longo e um corpo esbelto.

E quando nascem, os indivíduos não têm manchas, mas elas aparecem à medida que envelhecem.

Características do Golfinho

Falando sobre as características vistas em todas as espécies, entenda o seguinte:

O golfinho é um nadador excelente porque consegue saltar até cinco metros acima da água.

A velocidade média seria de 40 km por hora e os indivíduos também mergulham em grandes profundidades.

A expectativa de vida varia entre os 20 e 35 anos e a fêmea gera somente um filhote por vez.

Inclusive estes são animais sociáveis que vivem em grupo.

Além disso, um ponto que deve ser destacado seria o extraordinário sentido da ecolocalização.

Trata-se de um sistema acústico que permite ao animal captar as informações de outros seres e também do ambiente.

Isso é possível graças à produção de sons de alta frequência ou ultrassônicos que alcançam a faixa de 150 quilohertz.

Os sons são emitidos por estalidos ou cliques e seriam controlados por uma ampola cheia de óleo que fica na testa.

Portanto, as ondas sonoras são dirigidas em feixe à frente, fazendo com que se propaguem até 5 vezes mais rápido do que no ar.

Sendo assim, após atingir uma presa ou objeto, o som se torna um eco e reflete de volta, sendo captado por grande órgão adiposo do golfinho.

Também é possível que o animal capte o eco através de um tecido que fica no maxilar inferior ou até mesmo na mandíbula.

Logo em seguida, o eco vai para o ouvido médio ou interno e parte para o cérebro.

Dessa forma, uma grande região do cérebro é responsável por processar e interpretar as informações sonoras obtidas com a ecolocalização.

golfinho se exibindo para o público

Reprodução do Golfinho

Há poucas informações que esclareçam o acasalamento dos golfinhos, sabendo-se somente que eles não se reproduzem todos os anos.

A maturidade ocorre entre os 2 e 7 anos de idade para a fêmea e eles tornam-se ativos de 3 a 12 anos.

Desse modo, a gestação dura 12 meses e o filhote já nasce com 70 ou 100 cm de comprimento, além de 10 kg de massa.

Um ponto interessante é que o filhote mama até os 4 anos de idade e os machos não oferecem nenhum tipo de cuidado.

Como resultado, algumas fêmeas das espécies têm a função de babá.

Alimentação

Por serem caçadores, os golfinhos comem principalmente os peixes.

Dentre as espécies favoritas, vale falar sobre o bacalhau, arenque, cavala e salmonete.

Alguns indivíduos também comem lulas, polvos e crustáceos.

E como estratégia de caça, eles formam grandes grupos e perseguem cardumes.

Portanto, é comum que eles comam até 1/3 do peso corporal para suprir suas necessidades.

No entanto, o número pode variar conforme a quantidade de alimento que é disponível no local.

dois gofinhos juntos

Curiosidades

A principal curiosidade sobre os golfinhos tem relação com a inteligência dos indivíduos.

Basicamente, as pesquisas permitiram que cientistas treinassem as espécies para que elas executassem diversos tipos de tarefas.

Além disso, este é o animal que mais tem variedade de comportamentos ligados às atividades biológicas básicas como a reprodução e alimentação, sendo muito brincalhão.

Outro exemplo de curiosidade está ligado aos predadores de golfinhos.

As espécies sofrem com ataques de tubarões como o tubarão branco e as orcas, além da caça comercial.

Sendo assim, o principal método de caça dos golfinhos seria os atraindo com peixes.

Por exemplo, os pescadores jogam a rede e aprisionam os peixes para que o grupo de golfinhos venha se alimentar.

Logo em seguida, os pescadores puxam a rede e conseguem capturar tanto o cardume quanto os golfinhos.

Onde encontrar o Golfinho

A distribuição do golfinho depende da espécie.

Por exemplo, o D. delphisvive vive em águas temperadas dos oceanos Pacífico e Atlântico, além de ser visto nos mares do Mediterrâneo e Caribe.

De outro modo, a espécie G. griséus vive em águas temperadas e quentes porque dificilmente estão em locais com a temperatura menor do que 10°C.

Por esse motivo, os indivíduos podem ser vistos em zonas de vertente continental e também nas águas com profundidades entre 400 e 1000 m.

Já o T. truncatus vive em nosso país, em especial na costa do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O golfinho também pode estar em águas afastadas da costa até ao Nordeste.

Por fim, a espécie S. attenuata habita as águas subtropicais e tropicais.

Nesse sentido, é possível citar os oceanos Índico, Pacífico e Atlântico.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre Golfinho no Wikipédia

Veja também: Peixe Dourado: Conheça tudo sobre essa espécie

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário