Início Dicas e Equipamentos Prepare-se para uma pescaria de sucesso, as melhores dicas de pescador

Prepare-se para uma pescaria de sucesso, as melhores dicas de pescador

por Otávio Vieira

Existem algumas dicas de pescador que auxiliam você a encontrar um local perfeito para a pesca, conseguir capturar boas espécies e entender qual seria o melhor clima. No entanto, a tarefa não é fácil!

Diversos pescadores estão em constante evolução, aprendendo cada vez mais a respeito das melhores iscas, cevas, varas, locais, boias e técnicas de pescaria. E com o objetivo de não ficar para trás, é fundamental que você se mantenha atualizado e evite os erros mais básicos.

A pesca é um hobby popular que é apreciado por pessoas há milhares de anos. Desde as primeiras civilizações até os tempos modernos, as pessoas sempre ficaram fascinadas com a ideia de pescar em diferentes lugares do mundo. Na verdade, a pesca é uma das atividades recreativas mais populares em todo o mundo. Pode ser feito em rios, lagos, oceanos e até em lagoas.

Portanto, nos acompanhe e conheça as principais dicas de pesca para que este momento seja o mais tranquilo e prazeroso possível.

A importância de saber dicas e truques

Embora a pesca possa parecer uma atividade simples, existem muitas dicas e truques importantes que podem ajudar as pessoas a se tornarem pescadores de sucesso. Entender como pescar determinados tipos de peixes ou saber qual isca funciona melhor em condições específicas pode fazer toda a diferença na hora de ter um dia de sucesso na água.

Dominar essas técnicas leva tempo e prática, mas uma vez adquiridas, podem levar a uma vida inteira de prazer em qualquer loca de pesca do mundo. Pescadores profissionais passaram anos aperfeiçoando seu ofício e continuam aprendendo novas estratégias ao longo de suas carreiras.

Benefícios além de apenas pegar peixes

Embora pegar peixe seja certamente uma parte da pesca, existem muitos outros benefícios que acompanham esse hobby. Para algumas pessoas, simplesmente passar um tempo ao ar livre cercado pela natureza ou se relacionar com amigos ou familiares enquanto espera por uma refeição pode ser tão gratificante quanto pescar um peixe grande.

A pesca também é conhecida por suas qualidades terapêuticas, pois ajuda as pessoas a relaxar e reduz os níveis de estresse. Especialmente para as crianças, a pesca as ajuda a desenvolver paciência, habilidades de resolução de problemas e uma apreciação pela natureza que podem levar consigo por toda a vida.

Dessa forma, a pesca é um passatempo apreciado por milhões de pessoas em todo o mundo. Ela oferece não apenas a oportunidade de pescar, mas também de apreciar a natureza e se relacionar com os entes queridos.

No entanto, tornar-se um pescador de sucesso leva tempo, esforço e conhecimento de dicas e truques importantes que podem ser aprendidos por meio de pesquisa e prática. Então, se você está procurando melhorar suas habilidades ou simplesmente aproveitar o ar livre, a pesca é um passatempo gratificante que oferece benefícios além de apenas pescar.

Preparação antes da sua próxima pescaria

Pesquisando a localização e o tipo de peixe na área

Antes de embarcar em uma pescaria, é fundamental fazer uma pesquisa sobre a localização e o tipo de pescado da região. Você pode fazer isso buscando conselhos de pescadores experientes que conhecem o local de pesca em que você planeja pescar.

Como alternativa, você pode verificar os fóruns de pesca on-line para obter informações sobre que tipo de peixe é capturado e onde. Esta informação irá ajudá-lo a determinar quais iscas e equipamentos levar, para que você não perca tempo e dinheiro com itens que não serão úteis.

Também é importante estar familiarizado com os regulamentos relativos às leis locais de pesca antes de sair. Por exemplo, algumas espécies podem ter limites de quantas podem ser capturadas ou podem ter restrições durante determinados meses.

Verificação das condições meteorológicas e das marés

O clima desempenha um papel essencial na pesca porque afeta a temperatura da água e os padrões de vento. Ao planejar uma viagem, é essencial verificar as previsões do tempo para que você possa ajustar seus planos de acordo. Também é crucial considerar as marés porque elas afetam os movimentos dos peixes.

Você deve programar suas viagens com base na mudança das marés ou na maré alta. Além de verificar as condições meteorológicas, considere levar roupas adequadas para as condições que você encontrará durante a pesca – capa de chuva para dias chuvosos ou protetor solar para dias ensolarados.

Coletando equipamentos necessários e iscas

O equipamento certo é crucial para o sucesso na pesca. Ao montar o equipamento, considere levar varas, molinetes, anzóis, linhas, chumbos, etc.

Carregue chumbadas extras se estiver pescando no fundo ou boias extras se lançar em estruturas onde é provável que haja obstáculos. Certifique-se de que sua caixa de equipamento tenha material suficientes para as espécies que você planeja capturar.

Algumas iscas vivas populares incluem minhocas, minhocuçu e peixes menores. Se você estiver usando iscas artificiais, pesquise quais são mais eficazes na área em que estará pescando.

Você também vai querer ter um caixa térmica para manter conservada seus peixes capturados até que você possa levá-lo para casa ou armazená-lo no freezer. É melhor preparar muitos lanches e bebidas para que seus níveis de energia permaneçam elevados ao longo do dia.

Familiarizando-se com as regras e legislações locais de pesca

Diferentes estados e regiões têm diferentes regras e legislações de pesca. Certifique-se de verificar com as autoridades locais quaisquer restrições antes de sair em sua viagem de pesca.

Isso inclui a obtenção de quaisquer licenças ou autorizações necessárias antes de realizar qualquer atividade de pesca, conforme aplicável. É importante seguir essas regras e regulamentos, pois eles ajudam a preservar as populações de peixes para as gerações futuras desfrutarem.

Preparando seu barco

Se estiver usando um barco, certifique-se de que esteja devidamente preparado para a viagem. Verifique se o tanque de combustível tem gasolina suficiente antes de sair em sua jornada.

Certifique-se de que todos os equipamentos de segurança, como coletes salva-vidas, luzes, etc., estejam funcionando corretamente e sejam facilmente acessíveis em caso de emergência. Também é essencial levar dispositivos de GPS ou mapas para que você possa navegar com segurança enquanto estiver no local de pesca; isso ajuda a evitar se perder ou ficar preso em águas desconhecidas sem equipamento adequado ou conhecimento das medidas de segurança.

Técnicas de captura de peixes

Diferentes tipos de iscas

Escolher a isca pode ser complicado, pois existem inúmeras opções disponíveis no mercado hoje. Existem três tipos básicos de iscas: iscas vivas, iscas artificiais e pesca com mosca. Isca viva refere-se ao uso de organismos vivos, como minhocas ou grilos, como isca para peixes.

As iscas vivas atraem os peixes porque se movem naturalmente na água, como as presas fariam em seu habitat natural. Iscas artificiais imitam presas da vida real, como peixinhos ou insetos, mas não contêm material orgânico; elas geralmente são fabricadas de materiais plásticos ou metálicos que se assemelham a organismos vivos reais.

A pesca com mosca usa tipos específicos de moscas feitas de penas, peles e materiais sintéticos. Técnicas específicas de arremessos são necessárias para dominar a pesca com mosca, mas a recompensa vale a pena porque você pode pegar muitos peixes usando essa técnica.

Compreendendo o comportamento dos peixes

Saber onde encontrar os peixes é fundamental na hora de pescar. Os peixes têm certos hábitos que seguem quando procuram comida ou tentam evitar o perigo. Entender esses hábitos aumentará suas chances de pescar.

Os peixes geralmente preferem água corrente constante ou com um bom suprimento de oxigênio, pois facilita a respiração e a manutenção dos níveis de energia. Além disso, os peixes são atraídos por coberturas ou estruturas na água, como rochas, galhadas, capim, espinheiros ou troncos, onde podem se esconder de predadores.

Ao procurar sinais de atividade de peixes, preste atenção às ondulações na superfície da água ou peixes saltitantes, o que significa que eles estão se alimentando de insetos ou pequenas presas na área. Esta informação irá ajudá-lo a determinar onde você deve lançar sua linha e qual isca você deve usar.

Dicas de segurança para pesca

A pesca pode ser uma atividade divertida e relaxante, mas é importante tomar as devidas precauções de segurança para evitar acidentes. Siga estas dicas de segurança para garantir que sua viagem de pesca seja agradável e segura.

Vestindo roupas e equipamentos adequados

Ao pescar, use roupas de pesca que o protejam do sol e dos elementos. Escolha tecidos leves e respiráveis, como algodão ou misturas sintéticas, que secarão rapidamente se molharem. Use um chapéu de aba larga para proteger o rosto e o pescoço do sol.

Óculos de sol polarizados não apenas protegem seus olhos do brilho do sol, mas também ajudam você a enxergar melhor na água. Sapatos adequados também são essenciais para a segurança da pesca.

Use sapatos fechados com bom piso que proporcionem tração em superfícies escorregadias. Macacão de pesca também são uma boa opção para quem planeja pescar em riachos ou águas rasas.

Estar ciente dos arredores

Antes de começar a pescar, reserve um tempo para examinar cuidadosamente os arredores. Fique atento a quaisquer obstáculos em seu caminho, como pedras ou troncos, que possam fazer com que você tropece ou caia ao carregar o equipamento.

Esteja ciente de quaisquer outros pescadores na área e certifique-se de não lançar sua linha perto deles ou cruzar suas linhas acidentalmente. Seja cauteloso se outros barcos também estiverem presentes; lembre-se que as embarcações maiores têm prioridade sobre as menores.

Esteja sempre atento às condições meteorológicas ao pescar. Cuidado com as tempestades que se aproximam, ventos fortes que podem criar grandes ondas em represas maiores, como lagos ou oceanos.

Saber como lidar com peixes com segurança

É importante manusear bem os peixes, tanto durante a captura quanto após a captura, para não prejudica-los desnecessariamente – queremos nossos peixes vivos para que possamos colocá-los de volta em seu habitat natural: Comece segurando o peixe corretamente ao manuseá-lo. Ao tirar um peixe da água, segure-o por debaixo da sua barriga.

Nunca toque nos olhos ou guelras de um peixe, pois são áreas muito sensíveis. Se você planeja manter os peixes, invista em uma caixa términa de boa qualidade ou em uma bolsa térmica para mantê-los frescos até chegar em casa.

Nunca solte um peixe de volta na água antes que ele esteja totalmente revivido e possa nadar sozinho. Segure-o suavemente na água e deixe-o nadar assim que estiver forte o suficiente para fazê-lo.

Outras precauções de segurança

Outras precauções de segurança ao pescar incluem sempre usar um colete salva-vidas se estiver pescando de um barco. Levar repelente de insetos para evitar picadas como mosquitos que podem espalhar doenças como o vírus da febre amarela ou da dengue; conhecer habilidades básicas de primeiros socorros em caso de acidentes.

Além disso, certifique-se de ter todas as autorizações e licenças necessárias antes de iniciar sua pescaria – não há nada pior do que descobrir que você precisa de algo quando está prestes a sair para pescar. Lembre-se dessas dicas de segurança ao planejar sua próxima viagem de pesca e certifique-se de que todos tenham uma experiência agradável sem acidentes ou ferimentos!

Dicas avançadas para pescadores experientes

Usando a tecnologia a seu favor

À medida que a tecnologia continua avançando, tornou-se uma ferramenta inestimável para os pescadores. Agora há uma variedade de aplicativos e ferramentas disponíveis que podem ajudá-lo a localizar e pescar mais peixes. Uma ferramenta popular é o localizador de peixes, que usa tecnologia de sonar para detectar a localização de peixes na água.

Também existem aplicativos disponíveis que permitem rastrear as condições climáticas, os horários das marés e as fases da lua, todos os quais podem ser fundamentais para determinar quando e onde pescar.

Aperfeiçoando sua técnica de arremessos

Efetuar lançamentos com as varas é uma habilidade fundamental para qualquer pescador, mas aperfeiçoar sua técnica leva tempo e prática. Uma dica é usar técnicas extraídas de pescadores famosos com conhecimentos em arremessos de pesca.

Antes de sair para sua próxima pescaria, procure treinar bem os arremessos e principalmente os trabalhos das iscas artificiais.

Experimentando diferentes iscas

Os pescadores costumam ter suas iscas favoritas pelas quais juram, mas às vezes mudá-las pode levar a capturas maiores ou diferentes do normal. Esteja disposto a experimentar diferentes tipos de iscas, como iscas vivas e iscas artificiais, bem como diferentes cores ou formas.

Ao usar iscas vivas, certifique-se de que pareça natural em seu ambiente, combinando-as com os arredores, se possível, como combinar caranguejos de areia com praias arenosas ou usar um certo tipo de minhoca para um certo tipo de peixe.

Quando se trata de iscas artificiais, experimente diferentes estilos de iscas, como superfície, meia água e etc. Experimentar diferentes iscas não apenas ajudará você a pegar mais peixes, mas também tornará a experiência muito mais agradável.

Saber quando mudar sua técnica

Uma das habilidades mais importantes que um pescador experiente pode ter é saber quando mudar sua técnica. Os comportamentos dos peixes mudam com base no clima, nas condições das marés e em outros fatores que podem exigir que você faça as coisas de maneira diferente. Saber ler essas mudanças pode ajudá-lo a fazer ajustes rápidos em sua técnica para aumentar suas chances de pescar.

Por exemplo, se você estiver pescando em águas sujas ou em situações de pouca luz, usar cores vivas ou fortes pode ser eficaz, pois pode imitar a aparência de um peixe ferido. Por outro lado, a água limpa se beneficiaria de cores realistas, pois os peixes poderiam vê-las com mais clareza.

Permanecer paciente e observador

A última dica avançada é paciência e observação – às vezes, dar tempo pode levar ao sucesso. A observação de padrões ao longo do tempo também ajuda a melhorar a técnica, permitindo compreender melhor os hábitos e a localização de certos tipos de peixes, como reconhecer os horários de alimentação, por exemplo.

A paciência também é importante para obter boas capturas – ao pescar com iscas vivas, pode haver longos períodos sem nenhuma atividade até que um grande finalmente morda, então esteja preparado para essa possibilidade. No geral, lembre-se de que pescar nem sempre é pegar o maior número possível de peixes, mas aproveitar toda a experiência, seja sozinho ou compartilhando com amigos ao longo de belas paisagens enquanto aprende técnicas que podem durar a vida toda!

O que um pescador precisa saber?

Aqui estão alguns tópicos importantes que um pescador experiente deve saber:

Conhecimento sobre os tipos de peixes e seus hábitos alimentares: Um pescador experiente deve ter conhecimento sobre os tipos de peixes que são comuns na área em que ele está pescando. Além disso, é importante saber os hábitos alimentares de cada tipo de peixe para escolher a isca correta e aumentar suas chances de sucesso na pesca.

Equipamento de pesca: Um pescador experiente deve saber quais equipamentos de pesca são necessários para cada tipo de pesca e como usá-los corretamente. Isso inclui varas de pesca, carretilhas, linhas de pesca, anzóis, iscas e outros acessórios.

Técnicas de pesca: Existem várias técnicas de pesca diferentes que podem ser usadas para capturar peixes. Um pescador experiente deve estar familiarizado com as diferentes técnicas, como pesca com isca natural, pesca com isca artificial, pesca com mosca, entre outras, e saber quando e como usá-las.

Segurança na pesca: A segurança é uma parte importante da pesca. Um pescador experiente deve estar ciente dos perigos potenciais, como condições climáticas extremas, correntezas fortes ou animais perigosos, e saber como se proteger e se manter seguro durante a pesca.

Regulamentos de pesca: Um pescador experiente deve estar ciente dos regulamentos de pesca locais e cumprir todas as leis e regras aplicáveis à área em que está pescando. Isso inclui limites de captura, tamanhos mínimos de peixes, datas de abertura e fechamento da temporada de pesca e outras restrições.

Ética de pesca: Um pescador experiente deve praticar uma pesca ética e sustentável. Isso significa seguir as regras de captura e liberação, não pegar mais peixes do que o necessário, tratar os peixes com cuidado e respeito e deixar o ambiente de pesca limpo e preservado para as próximas gerações.

Como ser um bom pescador?

Ser um bom pescador não se resume apenas a capturar muitos peixes, mas também a ter conhecimento, habilidades e ética na pesca. Aqui estão algumas dicas para se tornar um bom pescador:

Aprenda com os melhores: Um bom pescador deve estar disposto a aprender com os melhores. Isso pode incluir pescadores experientes, guias de pesca, lojas especializadas em pesca ou até mesmo livros e revistas sobre pesca.

Pratique a paciência: A pesca requer paciência e perseverança. Um bom pescador deve estar preparado para passar horas à espera de um peixe. Leve um bom livro, música ou uma conversa com amigos para tornar o tempo mais agradável enquanto espera.

Aprenda a ler o ambiente: Para capturar peixes com sucesso, é importante entender como eles se comportam em diferentes ambientes, como rios, lagos, oceanos e riachos. Aprender a ler o ambiente pode ajudá-lo a escolher o local ideal para pescar e a identificar os melhores pontos para colocar a isca.

Seja respeitoso com o meio ambiente: Um bom pescador deve sempre respeitar o meio ambiente e os animais que vivem nele. Certifique-se de seguir as leis e regulamentos locais de pesca e sempre pratique a pesca responsável.

Mantenha seu equipamento em bom estado: Seus equipamentos de pesca são essenciais para o sucesso na pesca. Por isso, é importante mantê-los em bom estado. Certifique-se de limpar e lubrificar a sua carretilha, molinete e linha após cada pesca. Além disso, verifique periodicamente a resistência da linha, o estado dos anzóis e a funcionalidade do molinete.

Treine suas habilidades de arremesso: O arremesso é uma das habilidades mais importantes na pesca. Um bom pescador deve ser capaz de arremessar com precisão e distância. Para melhorar suas habilidades de arremesso, pratique em diferentes condições climáticas e com diferentes tipos de iscas.

O que não pode faltar para um pescador?

Além das dicas que já foram mencionadas acima, há algumas coisas que não podem faltar para um pescador. Aqui estão alguns tópicos importantes:

Roupas e equipamentos adequados: É importante que um pescador tenha roupas e equipamentos adequados para a pesca, incluindo um chapéu, óculos de sol, protetor solar, repelente de insetos, calçados confortáveis, um colete salva-vidas, capa de chuva e uma bolsa ou mochila para guardar o equipamento.

Iscas e anzóis: Um pescador precisa ter uma variedade de iscas e anzóis para diferentes tipos de pesca. Alguns exemplos de iscas incluem minhocas, grilos, camarões, salsichas, massas, entre outros. Os anzóis também devem ser adequados ao tamanho do peixe que você pretende pescar.

Caixa térmica: Para manter a comida e bebida frescas durante a pescaria, uma caixa térmica é essencial. Além disso, você pode usar a caixa para transportar o peixe que você capturou.

Ferramentas de pesca: Um pescador deve ter algumas ferramentas de pesca, como alicate de pesca, puçá, faca, balança de pesca e alicate de pesca.

Kit de primeiros socorros: Um kit de primeiros socorros pode ser muito útil em caso de emergência. Certifique-se de incluir itens como bandagens, pomadas antibacterianas, medicamentos para dor, entre outros.

Lanterna: Uma lanterna é essencial para pescarias noturnas ou para iluminar áreas escuras durante o dia.

Em resumo, um pescador deve estar preparado com as roupas, equipamentos e ferramentas corretas para garantir uma pesca segura e bem-sucedida. Tenha sempre em mente as necessidades básicas e as peculiaridades do local de pesca e divirta-se!

Como pegar peixe mais fácil?

Pegar peixes nem sempre é fácil, pois é preciso conhecer as técnicas de pesca adequadas e usar os equipamentos corretos. No entanto, existem algumas dicas que podem tornar a pesca mais fácil:

Conheça o local de pesca: Antes de começar a pescar, é importante conhecer o local de pesca e as espécies de peixes que você pode encontrar lá. Descubra onde os peixes se escondem, como se alimentam e que tipo de iscas eles preferem.

Escolha a isca correta: A isca que você usa pode fazer toda a diferença na hora de pegar um peixe. Use uma isca que seja adequada para o tipo de peixe que você está tentando capturar e leve em consideração o clima e a época do ano.

Use o equipamento correto: O equipamento de pesca deve ser adequado para o tipo de peixe que você está tentando capturar. Escolha uma vara de pesca que seja resistente o suficiente para suportar o peso do peixe e uma linha que tenha a resistência adequada.

Esteja atento às condições climáticas: As condições climáticas podem afetar a atividade dos peixes e a forma como eles se comportam. Por exemplo, em dias de sol forte, os peixes tendem a se esconder em áreas sombreadas. Fique atento às mudanças climáticas e adapte sua técnica de pesca de acordo.

Mantenha a calma: Quando você sentir que um peixe mordeu a isca, é importante manter a calma. Não puxe a vara com muita força, pois isso pode fazer o peixe escapar. Em vez disso, deixe o peixe cansar-se um pouco e comece a recolher a linha lentamente.

Seguir essas dicas pode ajudá-lo a pegar peixes com mais facilidade. Lembre-se de que a pesca é uma atividade divertida e relaxante, e que o objetivo principal é se divertir e desfrutar do ambiente natural.

Dicas de pescador – Local ideal de pesca

É interessante que seja esclarecido inicialmente a respeito da escolha do local de pesca. Isso porque como muitos pescadores sabem bem, encontrar um lugar e capturar boas espécies se torna cada dia mais difícil.

Sendo assim, ao decorrer deste tópico será possível conhecer algumas características que devem ser analisadas para a definição do melhor ponto de pesca.

Confira a seguir uma previsão deste tópico:

  • A presença de aves aquáticas;
  • Pedras e rochas;
  • Cachoeiras e corredeiras;
  • Troncos e árvores submersas;
  • Árvores frutíferas;
  • Margem com capim;
  • Cursos d’água;
  • Canais;
  • Barrancos de terra firme.

A presença de aves aquáticas

Primeiro de tudo, um indivíduo aprende a como pescar analisando se há aves aquáticas no local. Mas, muita calma, pois vamos explicar a seguir:

As aves aquáticas se alimentam de pequenos peixes, e estas espécies pequenas também servem de refeição para as espécies maiores. Ou seja, onde estiverem bandos de aves, você encontrará diversos peixes.

Dicas de pescador pai e filho pescando juntos

Pedras e rochas

Dentre as dicas de pescador, lembre-se de que as pedras e rochas servem de refúgio aos peixes de pequeno porte. Por isso, tais locais também são interessantes para pescar.

Por exemplo, em uma ilha você pode buscar por rochas que certamente abrigam organismos vivos como os mariscos, ostras, cracas e alguns peixinhos, algo que atrai os peixes maiores.

Cachoeiras ou corredeiras

Para ter uma boa pescaria, também é fundamental considerar que durante o período de Piracema é comum que as espécies maiores se alimentem nas corredeiras.

Isso porque os peixes menores estão mais vulneráveis e devem vencer diversos obstáculos para realizarem a desova. Assim, este também pode ser um local interessante para a pesca, mas sempre se lembre do limite.

Geralmente o pescador pode capturar peixes somente acima ou abaixo de 200 metros deste local. Por isso, esteja sempre atento para evitar a pesca em um lugar proibido.

Troncos e árvores submersas

Como dicas de pescador, você também precisa considerar locais em que há alguns troncos e árvores submersas, principalmente em rios de água doce, lagos e represas.

Basicamente alguns peixes como o Dourado, seguem os objetos que estão à deriva. Assim, os troncos e as árvores submersas são grandes atrativos para diversas espécies. Além disso, nos troncos existe um grande número de organismos vivos, por isso, vale à pena pescar nestes locais.

Árvores frutíferas

Em especial, na pesca em rio, as árvores frutíferas também são grandes aliadas porque peixes como o Matrinxã se alimentam de frutinhas.

Assim, uma técnica muito interessante é pescar em locais com árvores frutíferas, bem como, usar estes frutos como isca ou adicioná-los em massas.

Margem com capim – Dicas de pescador

Os pequenos peixes costumam abrigar-se nas margens com capim, pois assim eles fogem de seus predadores.

Aliás, graças ao capim, os insetos que fazem parte da alimentação de espécies maiores ficam na superfície, atraindo ainda mais peixes. Portanto, uma boa pescaria pode ocorrer em uma margem que tenha capim.

Cursos d’água

Como dicas de pescador, note também que diversos peixes se encontram nos pequenos cursos d’água. Basicamente seja em água doce ou salgada, os peixes grandes costumam esperar as espécies pequenas que saem destes cursos.

Assim, na junção das águas, é possível que você encontre diversos peixes para capturar.

Canais

Além dos cursos d’água, priorize a pesca em canais, ou seja, a parte mais profunda do rio ou até mesmo do mar.

Por exemplo, os pescadores costumam encontrar os canais no mar por meio da formação de ondas.

Por outro lado, na pescaria em baías e rios de litoral, é possível definir os canais por meio da formação de pedras ou terra firme.

Já para a pesca em rios, é interessante descobrir os remansos, analisando as plantas aquáticas que ficam na superfície.

Em represas, você pode fazer um teste muito simples, porém eficiente:

  • Pegue um bambu ou uma corda com peso;
  • Bata no fundo da represa até encontrar a parte mais profunda.

Deste modo, o canal será encontrado quando a profundidade aumenta repentinamente. Assim, as espécies têm o costume de transitar no fundo, por isso, este tipo de pesca é muito bom.

Barracos de terra firme – Dicas de pescador

Outro local muito propício a aparição de peixes é o barranco.

Dessa maneira, o mais interessante deste local é sua grande profundidade, que se torna a região perfeita para os predadores buscarem peixes pequenos.

O bagre é um exemplo excelente de peixe predador que pode ser localizado facilmente com a pesca em barrancos de terra firme.

infográfico das modalidades de pesca

Conhecendo os sentidos do Peixe – Dicas de pescador

Bem como nós esclarecemos em todos os conteúdos, uma das dicas de pescador é conhecer particularidades acerca da espécie que pretende capturar.

E isso é feito com o intuito principal de tornar a pescaria bem sucedida. Por exemplo, a Carpa Cabeçuda não tem ossos na boca, somente cartilagem. Com isso, o pescador jamais deve fisgar o peixe de uma vez, pois isso vai machucar o animal.

E de modo geral, os peixes possuem características parecidas que seriam a visão, olfato, audição e paladar, apesar de serem de espécies distintas. Portanto, iremos falar ao decorrer deste tópico acerca dos sentidos dos peixes, incluindo dicas de pesca.

Visão

Acredita-se que os peixes são capazes de diferenciar as cores. Além disso, os animais conseguem visualizar variações imperceptíveis aos nossos olhos.

Por esse motivo, existem diversos modelos de iscas artificiais com cores chamativas. Assim, muitos pescadores acreditam que tais iscas atraem mais espécies graças à cor.

Entretanto, diversos indivíduos acreditam que o peixe enxerga preto, branco e algumas variações destas cores.

E daí nasce uma dúvida: Investir em iscas e outros materiais chamativos realmente vale a pena? Bom, entenda o seguinte:

Apesar de a visão do peixe ser um mistério, o uso de iscas chamativas é interessante, pois uma qualidade a mais de atração pode fazer a diferença em sua pesca.

Olfato

Como dicas de pescador, você também precisa conhecer o olfato dos peixes. Assim, eles não possuem nariz, mas sim, fossetas nasais dotadas de células ligadas às fibras do nervo olfativo.

Isso significa que o olfato é uma das qualidades destes animais.

Portanto, lembre-se de que é possível atrair as espécies especialmente por meio dos odores de iscas vivas como a sardinha, por exemplo. Contudo, é interessante destacar uma informação muito importante:

O excelente olfato do peixe também pode denunciar alguns odores incomuns que nós geramos como o cheiro de cigarro, combustível, lubrificante, desodorante, sabão e até mesmo as gotas de urina que restam na mão.

Por isso, ao identificar tais odores, os peixes se afastam.

Um ponto muito interessante também é que os peixes podem gerar odores como uma substância chamada schrecksoffen, quando são submetidos a altos níveis de stress. Assim, os outros peixes ao redor entendem que há perigo presente.

Dessa forma, note que ao ter uma grande briga com o peixe e quando o pescador perde, o local fica improdutivo durante determinado tempo.

Isto é, como dicas de pescador, molhe as mãos no rio ao pegar e soltar o peixe ou faça isso com o auxílio de um pano úmido. Assim você evita que ele identifique odores incomuns e fuja.

Audição

Além de não possuírem nariz, os peixes não têm orelhas. Mas, não se engane!

Estes animais contam com uma espécie de ouvido interno que faz com que eles escutem sons que variam de 30 a 3.000 vibrações por segundo.

Para que você compreenda, nós escutamos até 30.000 vibrações, entretanto, a velocidade do som no ar se propaga a 340 metros por segundo.

Já na água a velocidade é de 1.400 metros por segundo, por isso, apesar de ouvirem pouco, os peixes são capazes de captar o som rapidamente. Sendo assim, como dicas de pescador, a valorização do silêncio em meio à pescaria é essencial.

Paladar

Com o paladar bem aguçado, graças ao grande número de tubérculos que os peixes têm na boca e nadadeiras, você pode atraí-los pelo sabor.

Vale citar que o meio aquático espalha as partículas e oferece a sensação de sabor ao peixe.

Ou seja, investir em iscas que chamem a atenção do peixe por meio do sabor é uma estratégia boa. Além disso, você pode usar massas caseiras.

Dicas de pescador fundamentais

Por fim, cabe citar algumas dicas que são fundamentais para o sucesso e uma boa pescaria. À vista disso, sempre tenha muita atenção no momento de pesca.

Ações como conferir se o nó está bem preso, se a isca de fato é adequada e analisar todos os comportamentos do peixe, de fato faz a diferença. Aliás, sinta-se a vontade para perguntar aos pescadores do local as suas técnicas e quais peixes eles estão capturando com frequência, por exemplo.

Este tipo de comunicação oferecerá vantagens para ambos os lados, por isso, procure piloteiro, donos de hotéis, pesqueiros e ribeirinhos para se informar sobre a região.

Assim você sempre se mantém atualizado, pode incluir melhores estratégias em sua pesca e evita a perda de tempo em um local improdutivo.

Outro ponto muito interessante que se encaixa nas dicas de pescador é encontrar os melhores horários para a pesca como o início da manhã e o final da tarde.

Mas, lembre-se de que isso depende da região e do peixe que você pretende capturar, pois a pesca noturna também é muito eficiente. Inclusive, valorize o silêncio durante a pescaria porque isso auxilia na pesca de espécies como o lambari, pacu, piau e a tilápia.

Finalmente, sempre tenha em mente de que a prática leva a perfeição.

Basicamente você poderá entender de fato quais são as melhores iscas, varas, boias, técnicas, locais, cevas e diversos outros fatores, praticando.

Portanto, permita-se cometer erros e busque meios para corrigi-los, assim você obterá mais experiência.

Aliás, é possível obter prática se mantendo informado por meio de revistas, jornais e batendo um papo com pescadores mais experientes.

Dicas de pescador – Conclusão

E dentre as dicas de pescador, é interessante encerrar este conteúdo falando acerca do seu papel como um cidadão e um bom pescador.

Infelizmente alguns indivíduos que se dizem pescadores, despejam todo o seu lixo como os papéis, copos, bitucas de cigarro e embalagens de alimentação no local de pesca.

Com isso, aquele ambiente de pesca tão bom é transformado em um local completamente desagradável. Além disso, as espécies sofrem grandemente com tais ações. Em outros casos, os pescadores capturam peixes pequenos e realizam o descarte do animal, ainda vivo, na areia da praia.

Este é um exemplo que ocorre com frequência com os bagres, o que consequentemente causa acidente com banhistas e outros pescadores devido o ferrão de bagre.

Portanto, sempre leve uma sacolinha para recolher todo o seu lixo após a pescaria. Inclusive, há pesqueiros em que você nem precisa da sacolinha, pois tem lixeiras no local.

Tenha em mente também o respeito às regras daquele ambiente de pesca e da legislação do Estado, como, por exemplo, a época que a pescaria é legal.

Finalmente tenha respeito pelo animal realizando uma pesca esportiva saudável, sempre tomando cuidado para não maltratar o peixe ou machucá-lo com um tratamento bruto.

Informações sobre pesca no Wikipédia

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Táticas de pesca para o sucesso na sua pescaria esportiva

Acesse nossa Loja Virtual e confiras as promoções!

Youtube Video

Caixa de Comentários do Facebook

Deixe um comentário