Início » Crocodilo Marinho, crocodilo-de-água-salgada ou Crocodylus porosus

Crocodilo Marinho, crocodilo-de-água-salgada ou Crocodylus porosus

por Otávio Vieira

O Crocodilo Marinho também atende pelos nomes vulgares “crocodilo-poroso”, e também “crocodilo-de-água-salgada”.

Nesse sentido, a espécie representa o maior réptil existente na atualidade, oferecendo grandes riscos aos seres humanos.

Com isso, nos acompanhe para entender mais características do animal e como funciona a sua reprodução.

Classificação:

  • Nome científico – Crocodylus porosus;
  • Família – Crocodylidae.

Características do Crocodilo Marinho

O nome vulgar do Crocodilo Marinho na língua inglesa seria saltwater crocodile.

E quando falamos de suas características corporais, saiba que o animal tem focinho largo.

Também há um par de cristas que vai desde os olhos ao focinho.

Além disso, o comprimento total ultrapassa o dobro da largura na base e a espécie pode ou não ter escamas.

Quando as escamas aparecem, elas são pequenas e têm um formato oval.

A espécie também consegue se diferenciar dos demais crocodilos porque o corpo é largo, ao invés de ser magro.

Os jovens têm uma cor amarelo-clara, além de algumas listras negras.

Pode haver manchas em todo o corpo e a cor amarelada se mantém até que o animal se torne adulto.

Com o passar dos anos, podemos notar que a coloração se torna mais escura, finalmente chegando a um tom de esverdeado-monótono.

Pode ser que os adultos tenham algumas partes do corpo mais claras em tons de cinza ou marrom.

Saiba que a variação de cores é grande.

Por isso, há indivíduos com a pele muito pálida e outros com um tom enegrecido.

E como padrão, todos os indivíduos contam com a superfície ventral amarelada ou embranquecida e caudas cinzas.

As caudas também podem ter faixas negras e o corpo tem listras na parte inferior.

A cabeça seria grande e a espécie apresenta dimorfismo sexual.

Com isso, os machos são maiores, tendo em vista que alcançam de 6 a 7 m de comprimento total e pesam 1500 kg.

Em contrapartida, as fêmeas dificilmente ultrapassam 3 m de comprimento.

crocodilo marinho Crocodylus porosus

Reprodução do Crocodilo Marinho

No momento em que chega a estação úmida, geralmente entre março e novembro, o Crocodilo Marinho se reproduz.

Dessa forma, o habitat ideal seriam as zonas de água salgada, em que o macho define um local e o defende.

Logo em seguida, o macho começa a emitir sons para atrair a fêmea e eles constroem um ninho em terra com o uso de ramos e lama.

Neste ninho há entre 40 e 60 ovos que demoram até 90 dias para eclodir.

E assim como ocorre com o Jacaré do Pantanal, o sexo dos filhotes é determinado de acordo com a temperatura.

Isto é, quando a temperatura está em torno de 31 °C, nascem machos.

Já quando ocorrem variações de temperaturas, as crias nascem fêmeas.

Dessa forma, saiba que a mãe protege o ninho durante todo o período.

Logo em seguida, ela desenterra os ovos assim que ocorre o chamamento das crias.

Logo em seguida, elas colocam os filhotes na boca para levá-los até a água.

Infelizmente, grande parte dos filhotes sofre com ataques de predadores e não resistem.

Portanto, diversos estudos nos indicam que conforme as crias crescem, maior será a chance de sobrevivência.

Entenda que o macho adulto suporta a presença de jovens crocodilos em seu território durante pouco tempo.

Neste período, os machos maiores podem até caçar os menores.

Depois de alcançarem um bom tamanho, os jovens são expulsos do rio e vão até as zonas de água salgada para definir o seu próprio território.

Por esse motivo, a maturidade sexual é atingida dos 10 aos 12 anos de idade para as fêmeas.

Eles ficam maduros com 16 anos.

Alimentação

O Crocodilo Marinho tem maxilas com até 68 dentes que são movidas por músculos muito poderosos.

Como resultado, o animal tem a capacidade de esmagar com uma dentada, o crânio de diversos mamíferos.

O comportamento seria carnívoro e o bicho pode comer macacos, búfalos, tartarugas e outros animais que consegue capturar.

E como estratégia de captura, o crocodilo simplesmente aguarda até que sua vítima venha beber água no rio.

Com a chegada da presa, o animal consegue matá-la com uma única dentada e depois come a carcaça no fundo do rio.

Os jovens se alimentam de anfíbios, peixes pequenos, crustáceos e insetos.

crocodilo de água salgada

Curiosidades

Em primeiro lugar, saiba que o Crocodilo Marinho é muito valioso.

Por isso, ele pode ser criado em diversas propriedades rurais com fins lucrativos.

Além disso, quando consideramos de maneira mundial, a espécie não sofre com o risco de extinção.

No entanto, existem algumas regiões em que o crocodilo está seriamente ameaçado.

Por exemplo, há alguns anos, a espécie foi considerada extinta na índia, tendo por solução um programa de reintrodução.

Aliás, em locais da Tailândia e do Sri Lanka, os indivíduos deixaram de ser vistos por conta da destruição do habitat.

E ao analisar Myanmar, vale destacar que a espécie só existe em cativeiro porque desapareceu dos ambientes naturais.

Nesse sentido, a espécie não sofre com riscos de extinção. Entretanto em alguns locais é fundamental que medidas sejam implementadas para reintroduzir ou manter a população.

Portanto, saiba que a pesca comercial é ilegal em diversos lugares como Papua-Nova Guiné, Austrália e Indonésia.

E com relação aos ataques aos seres humanos, saiba o seguinte:

Os relatos de ataques ocorreram principalmente na Austrália, local em que um ou dois foram fatais.

Desse modo, entre os anos de 1971 a 2013, houve somente 106 ataques no país, envolvendo esta espécie.

Apesar disso, é fundamental evitar a visita em habitats naturais dos crocodilos de água salgada para se proteger dos ataques.

De modo geral, a espécie se sente ameaçada com a invasão do seu habitat e certamente atacará com muita agressividade.

Aliás, o número baixo de ataques ocorreu devido aos esforços de funcionários da vida selvagem na Austrália.

Os funcionários distribuem diversos alertas de perigo em rios, lagos e praias, além de oferecerem suporte às vítimas.

Aliás, outros ataques ocorreram em Sumatra, Índia Oriental, mais especificamente nas Ilhas Andaman e também na Birmânia.

Onde encontrar o Crocodilo Marinho

O Crocodilo Marinho vive nos Oceanos Pacífico e Índico.

O animal está na costa leste da Índia, Ilhas Andaman e Nicobar, Myanmar, Tailândia e Bangladesh. Em especial nos manguezais do Delta do Ganges.

Também é comum em Nova Guiné e no Norte da Austrália, além de estar nas Ilhas da Indonésia, Salomão e Filipinas.

Os locais mais comuns para ver os indivíduos seriam as zonas costeiras de mar aberto.

Já em outras ocasiões, os animais podem estar em estuários e rios.

Gostou das informações sobre Crocodilo Marinho? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre o Crocodilo Marinho no Wikipédia

Veja também: Crocodilo Americano e Jacaré-americano principais diferenças e habitat

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário