Pesca Gerais

Aprenda como pescar Curimba: O melhor horário e as melhores iscas

pescador segurando uma curimba grande

O Curimba é um dos peixes mais difíceis de serem pescados, por isso é sempre um bom desafio dentro da pesca esportiva, confira as dicas de como pescar Curimba.

Uma das características mais marcantes do Curimba é sua resistência para morder as iscas e quando abocanha muitos pescadores nem sente a fisgada.

Para que você tenha um maior sucesso nessa empreitada, é importante entender bem os hábitos desse animal, seu habitat, suas características e hábitos alimentares.

Todas essas informações fazem a diferença no rendimento da sua pescaria, então vamos às técnicas para você pescar o Curimba!

como pescar curimba em pesqueiro

Conheça seu oponente!

Muito comum no Brasil, o Curimba pode ser encontrado em diversas regiões, as principais regiões para pesca dessa espécie são Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

pescaria de Curimba

Talvez você possa conhecer essa espécie como curimbatá, curimatã, curimataú, crumatá, grumatã ou sacurimba. Mas seu nome tem origem na língua Tupi é kuruma’tá, seu significado é “papa-terra”.

Esse nome vem do tipo de alimentação que o peixe prefere, que são os micro-organismos que vivem no fundo dos rios em meio a lama.

Ele é um peixe migratório, todo final de ciclo reprodutivo, geralmente na época do aumento dos níveis das águas.

Nessa época a fêmea solta seus óvulos e os machos seus espermas, logo que são fecundados e as larvas se eclodem, elas são levadas pela correnteza até as partes alagadas. Nessa região tem bastante alimento como, invertebrados e algas para alimentar os filhotes.

Uma característica que torna a pesca ainda mais atrativa é que esse peixe não é carnívoro, então a pesca com iscas artificiais não é uma opção.

O peixe não é tão grande, mede em torno de 30 centímetros, mas é possível encontrar alguns Curimbas que cheguem a 80 centímetros. É um peixe que vive bastante tempo e sua boca tem um formato de ventosa, seu peso pode chegar a cinco quilos.

Para saber quais pesqueiros no Estado de São Paulo tem essa espécie boa de briga, confira nosso post dos melhores pesque e solte do estado de São Paulo!

Quais equipamentos utilizar para pescar Curimba

Ao contrário do que se pensa para pescar a Curimba você não precisa de muitos equipamentos, com uma vara de bambu, você já consegue pescar essa espécie.

Mas lembrando ela é um peixe que briga bastante, então se puder optar por um material mais resistente é melhor!

As típicas varas de bambu são encontradas facilmente, para pescar Curimba elas precisam ter em torno de 2 a 4 metros.

A linha precisa ter cerca de meio metro a mais que a vara, se a vara tem 2 metros a linha precisa ter 2 metros e 50 centímetros. A espessura da linha deve ser de 0,30 ou 0,40 mm, de preferência use a linha de monofilamento.

Os anzóis devem ser mais finos, isso ajuda no momento da fisga, os melhores modelos são os números 8 a 2. Alguns pescadores descartam a chumbada, então fica a seu critério.

Entretanto, você também pode usar a carretilha ou molinete para pescar a Curimba. Normalmente os pescadores preferem o molinete que poder ser modelos 1000 ou 2000 abastecido com uma linha 0,30 mm monofilamento.

A vara ideal é de ação lenta com 12 libras e 1,65 metros de comprimento, atende bem. Vara com ponta “mole” ajuda você perceber quando a Curimba se aproximou da isca e está “mamando” próximo ao seu anzol.

Isca para Curimba não é qualquer uma!

Como falamos anteriormente o Curimba é um peixe que se alimenta no fundo dos rios, ele não é carnívoro e se alimenta de detritos, por isso, as iscas artificiais não funcionam. Se tentar usar esse tipo de isca raramente terá qualquer emoção durante sua pesca.

Nesse caso utilize as iscas naturais, você pode experimentar miúdos de frango (tripa de galinha), porco ou boi, use as partes descartadas como fígado ou coração. As massas de pesca também são excelentes!

Elas podem utilizar como base o farelo de arroz, a açúcar ou o trigo, mas tem um truque para fazer que pode aumentar ainda mais suas chances!

Não traga sua massa pronta, as faça na beira do local que irá pescar. Adicione a massa um pouco do barro da parte mais funda que conseguir e use a água do rio. A proporção seria de 20% de água e do barro do rio para a quantidade de massa que esteja fazendo.

Mantenha a calma quando o peixe fisgar

O Curimba pode ser um peixe bem arteiro, ele pode rodear a isca e com isso a vara pode se mexer, mas isso não significa que ele mordeu a isca. Muitos pescadores inexperientes puxam a vara nesse momento e isso assusta o peixe o que dificulta ainda mais a pescaria.

Como o Curimba tem a boca em forma de ventosa, isso garante que o anzol se prenda melhor quando ele realmente for fisgado. Não tente fisgar, isso com o Curimba não funciona, espere ele morder a isca literalmente, para aí sim iniciar a disputa.

Use a técnica do chuveirinho para pescar a Curimba

Por ser um peixe difícil de fisgar, a melhor recomendação para Curimba, é a técnica do chuveirinho. Nessa técnica é utilizada uma isca com uma mola no meio e em volta duas linhas com anzóis.

Na parte central da isca, use uma boa quantidade da massa que indicamos, cubra a mola por completo, assim é mais fácil de atrair a Curimba. Prepare algumas partes de miúdos e coloque nos anzóis ao redor, de preferência para partes de frango e boi.

Dica extra para aumentar suas chances de fisgar: deixe uma pequena parte da ponta do anzol a mostra, no momento da sucção, facilita a fisgada.  Se as iscas de miúdos não fizerem sucesso, coloque a massa nos anzóis também.

Usando a ceva com cuidado

A ceva para pescar Curimba não é uma concordância entre os amantes da pesca esportiva, há quem aprove e há quem discorde. Essa discordância acontece porque a ceva também pode atrair peixes menores que existem no local. Entre eles o Lambari e eles acabam comendo as iscas como a massinha e acaba afastando a Curimba.

Entretanto, se você não tem experiência na pesca esportiva de Curimba, o certo é você tentar primeiro sem a ceva, aí sim, se não tiver sucesso tentar usar a ceva para pescar.

Dica de ceva para Curimba

Preparo da bola de ceva: Misture o farelo de algodão com terra de formigueiro, podendo acrescentar ração de coelho. Acrescente água e misture tudo amassando bem, caso queira incrementar ainda mais o preparo, acrescente um pouco de farinha de trigo. Quando atingir uma boa liga com consistência, forme as bolas.

Arremesse as bolas no local que você estiver pescando. Ou seja, local onde for jogar sua isca com anzol.

pessoa segurando um peixe

Se prepare para essa longa tarefa de como pescar Curimba

Se você quer sentir a emoção de pescar a Curimba precisa ter paciência e estar preparado para ficar várias horas no rio.

Então coloque roupas adequadas, passe repelente, protetor solar, leve água e uns snicker! Mas não se esqueça, faça silêncio absoluto, para não assustar esse peixe! Agora você tem as melhores dicas para pescar a Curimba e aproveitar muito seu momento de pesca esportiva!

Vídeo com dicas de como pescar Curimba

Gostou das dicas de como pescar Curimba? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Agradecimento especial ao Luis Henrique (É o Luis que ta falando) que cedeu as fotos para o post.

Visite nossa Loja Virtual e confira as promoções

Posts Relacionados

2 comentários

jose vieira lopo 23 de setembro de 2020 at 19:48

sou o mineiro conhecido como galego da tapecaria alkmim moro em portonacional tocantins eungostei daws dicas vou tentar elas p-ois aqui as papaterra naomcomem a isca no anzol severi poir 30 dias ja e ja pesquei 3 vezes e nada elas lavam perto do barco mais nao vao na isca tem mtas um grande cardume eru vejo elasso que estou servando com farelo de arroz e pesco com trigo e farelo agora vou tentar mais uma vaz com a tripinha junto com farelo e te dou uma resposta semana que vem belz

Resposta
Otávio Vieira 5 de outubro de 2020 at 11:50

Legal de mais José! A grande sacada é essa mesmo, temos que tentar alternativas para ter sucesso nas pescarias. Aguardo seu retorno. Forte abraço!

Resposta

Deixe um Comentário