Pesca Gerais

Tudo que você precisa saber para comprar uma boa vara de pesca

varas de pesca e alguns molinetes

Uma boa pescaria não depende apenas das habilidades do pescador, é necessário escolher o equipamento adequado, mas como comprar uma vara de pesca? Muitos pescadores, no momento de adquirir sua vara, sempre tem dúvidas sobre qual vara é a melhor.

Por isso, preparamos um post completo, em que vamos falar tudo sobre esse equipamento fundamental para o sucesso da sua pesca esportiva! Primeiramente é de suma importância que você saiba que peixe você irá pescar.

Isso é fundamental, já que a mesma vara que serve para pesca de um Tucunaré não serve para um Robalo. Cada peixe e cada situação de pesca, exige um equipamento adequado.

Então, a primeira pergunta que você deve fazer antes de comprar uma vara de pesca é, qual peixe eu pretendo pescar? E quanto mais específica for essa informação, melhor será o resultado. Já que dentro de uma espécie, existem vários comportamentos diferentes.

Um exemplo, o Tucunaré, é uma espécie de peixe que subdivide em várias outras, e dentro dessas subespécies existem padrões de comportamentos diferentes. O Tucunaré Azul tem um comportamento diferente do Kelberi. Por isso, quanto maior a precisão da espécie, maior o sucesso da pesca.

Como comprar uma vara de pesca de acordo com a necessidade de pescaria

Comprar uma vara de pesca exige muito mais informação sobre a pescaria do que você imagina. A recomendação é sempre levar vários tipos de materiais para que você possa trocar de acordo com a necessidade do local e do temperamento do peixe.

Em uma pescaria de arremesso de precisão utilize uma vara mais curta, as mais recomendadas são a 5,6 e a 5,8. Essa é a medida em pés, em metros a vara de 5,6 terá cerca de 1,70 metros e a de 5,8 cerca de 1,76 metros.

Geralmente, o uso dessa vara é para quando você está em um barco juntamente com outra pessoa. Mas caso você esteja em um caiaque sozinho, aí você tem mais espaço para o arremesso da vara. Assim, há a possibilidade de o uso de uma vara maior para fazer um arremesso lateral. Nesse caso a vara de 6 pés é ideal. Entretanto, ainda há um porém. Se for pescar em pé no caiaque, a vara perfeita é de 5,6 ou 5,5. Assim, você não corre risco da ponta da vara tocar na água. Se a pescaria for sentado, utilize varas de 6 ou 6,3, porque oferece uma possibilidade melhor de arremesso.

Varas para isca soft, que são os shads os jig de pelo ou o spinner baits é mais recomendado varas longas de 6,3, 6,6, 7.0 pés. Mas isso ainda pode variar de acordo com o tamanho médio do peixe que o pescador tem em vista.

pescador exibindo uma vara de pesca com molinete

Como comprar uma vara de pesca de acordo com o local da pescaria

Para que você tenha uma ideia, uma vara para a pescaria dentro de um barco, não é a mesma para a pescaria em um barranco. Uma pescaria de um barranco exige uma vara mais longa, que a pescaria dentro de um barco. Já que é necessário realizar arremessos mais longos, podendo utilizar varas até de 7 pés.

A altura do pescador é outro item que interfere diretamente na escolha da vara. Por exemplo, se o pescador tiver uma baixa estatura de cerca de 1,60 ou menos. Se ele escolher uma vara de 6,3 ou 6,6, quando ele for trabalhar essa vara, provavelmente ela irá tocar a ponta na água.

Nesse caso, é melhor que o pescador escolha uma vara mais curta. Mas caso ele esteja pescado de Bass Boat, ele pode até trabalhar de forma segura uma vara, mas comprida. Pescadores com altura média de 1,70 m pode utilizar varas maiores entre 6,0 e 6,3.

Então, essas questões de onde será a pescaria, e de como você irá pescar, interfere de inúmeras maneiras na escolha da libragem da vara.

Ainda a questão da relação da vara com a isca, se você precisar usar uma isca maior que sua vara suporta, você corre o risco de ter a quebra do blank da sua vara. Por isso, verifique todas essas informações para saber como comprar uma vara de pesca.

Como escolher a libragem da vara de acordo com o peixe

Essa dica é de suma importância, já que se você escolher uma vara errada para o tipo de peixe que irá pescar, você corre o risco de quebrar a sua vara. E não apenas isso, perderá toda a sua viagem para uma pescaria que poderia ter sido incrível.

Lembrando que esses são apenas alguns exemplos, já que seria impossível falar de cada peixe de maneira individual.

Dicas para escolha da libragem da vara de acordo com a espécie do peixe:

  •         O Tucunaré Pinima 20 a 25 libras acima de 5 ou 6 quilos
  •         Tucunaré Amarelo de 8 a 12 libras
  •         Tucunaré Azul de 14 a 20 libras
  •         Robalo Peva ou pequeno vara de 8 a 10 libras
  •         Robalo Flecha menor de 12 a 17, se for um robalo grande de 20 a 25 libras.
  •         O Dourado pequeno no plug de 8 a 10 libras.
  •         Dourado médio no plug de 12 a 17 libras.
  •         Dourado grande no plug de 20 a 25 libras.
  •         Por fim, o Dourado com tuvira vara de 25 até 60 libras, com carbono tubular.

Como comprar uma vara de pesca e a experiência do pescador

Outro fator que interfere em como comprar uma vara de pesca, é a experiência do pescador. O fator experiência é muito importante no momento da escolha da vara. Isso porque, um pescador mais experiente sabe como trabalhar o peixe da melhor forma possível.

Por isso, raramente ele irá quebrar uma vara. Assim, ele pode trabalhar com equipamento no limite. Diferente de um pescador novato que precisa de um pouco mais de sobra de equipamento para trabalhar.

Dessa forma, caso o pescador cometa um erro, essa sobra de material evita que a vara de quebre. Uma boa opção para quem está iniciando é comprar uma vara de carbono sólido, esse tipo de vara raramente irá quebrar em uma briga de um peixe.

O tipo de ação que será realizada com a vara também faz uma grande diferença no momento da escolha da vara. Basicamente há quatro tipos de ações, lenta, média, rápida e extra rápida.

Para pescaria em locais fundos, as varas precisam ter ação rápida ou extra rápida. Agora para pescar arremesso de precisão, na galhadinha, no flipping cast, o arremesso lateral ou side cast, aí pode se utilizar o blank da vara ao seu favor.

Para a pesca do Robalo na galhada, o ideal é uma vara de ação média. Para uma isca como uma zara de 12 gramas ou mais, é indicado é uma vara de ação rápida. A ação lenta é para o arremesso de uma isca leve, micro iscas, com o peso de 3, 4 ou 5 gramas.

Para a pesca de dourado tem a boca dura, a vara precisa ser de ação rápida. Tarpon, Traíra ou Trairão, são peixes que têm a boca dura e necessitam de uma vara de ação rápida. Por fim, a Tilápia precisa de uma vara com ação média.

como comprar uma vara de pesca

Quais são os tipos de varas e para qual finalidade cada um é mais indicado?

Atualmente existe uma boa variedade de varas de pescas, e saber como comprar uma vara de pesca ideal para sua pescaria faz toda a diferença. Conheça cada tipo e a sua melhor indicação.

Vara de pesca de carbono sólido

É uma vara que possibilita uma resistência maior, além de mais resistência no momento da fisgada. Indicada para pescaria de peixes de couro pequenos, médios e grandes, pescarias no modo currico, pesqueiros e no modo secretária com iscas naturais e pescaria de rodada. Dessa forma, sua recomendação é para pescarias de resistência.

Vara de carbono tubular

Indicada para pescaria de arremesso, por ser mais leve, já que seu interior é oco. Pescaria de Jig head, na qual é necessário ter maior sensibilidade para pescar, como na pescaria de peixes em profundidade como o robalo.

Modelo de vara de fibra de vidro

Esses modelos de varas são mais antigos e baratas, porém, são mais resistentes. Sendo indicadas para as pescarias de resistência, de peixes de couro e currico, ou para pescaria em modo secretária e ultra light.

Entretanto, não são indicadas para pescaria de arremesso ou pescarias longas, já que são pesadas e podem cansar o pescador facilmente, além de perder a sensibilidade. Então, a vara de fibra de vidro, tem sua recomendação para pescadores jovens ou inexperientes, pescador que não cuida muito do equipamento, ou que usam iscas naturais.

caniço dentro de um carro

Quantidade de equipamentos que se deve ter

Para que o pescador não perca muito tempo durante as trocas de iscas. O mais recomendado é que o pescador tenha pelo menos três tipos de equipamentos dentro do barco, se tratando do uso de iscas artificiais

Assim, o pescador pode ter uma vara preparada para isca de superfície, outra para isca de meia água e por fim uma isca shad ou jig. Entretanto, se for para uma viagem, o certo é levar um quarto para ficar de reserva na pousada.

Um exemplo da importância de ter a quantidade certa de equipamentos.

Na pescaria de Robalo, a isca mais usada é o camarão artificial, mas nem sempre é o mesmo tipo de camarão que irá fisgar. Em algumas situações o peixe irá preferir a isca cobre, alguns o verde limão, e em outras situações o roxo. O correto é que você leve três conjuntos, e em cada conjunto você coloque uma dessas opções de camarões.

Entretanto, se você já sabe qual cor de camarão está funcionado, mude o peso das iscas, colocando 8 gramas, 12 gramas e 14 gramas em cada equipamento. Para lugares longe, usa a isca de 14 ou 16 gramas. Em um local mais raso, iscas de 8 gramas ou 10 gramas, esse tipo de esquema irá te ajudar a ter uma pescaria muito mais eficiente e produtiva.

Varas de duas partes são boas?

Antigamente as varas de duas partes quebravam muito na região da emenda. Mas de uns anos para cá, os fabricantes melhoraram muito na emenda da vara e isso, as tornaram muito mais resistentes. Por isso, hoje as varas de 2, 3 ou 4 partes possuem uma excelente qualidade, mas mesmo assim, elas acabam sendo mais frágeis que uma vara inteiriça. Nesse caso, evite para pescas de peixes grandes. Mas pode ser boa para peixes menores que exigem menos do blank da vara.

caniço de pesca de duas partes

Cuidados com a sua vara de pesca

Para manter o equipamento sempre com um bom funcionamento, alguns cuidados são importantes. Primeiro, sempre que for pescar em água salgada, assim que terminar de um banho de água doce na sua vara.

Se possível passe “WD-40” em todos os passadores da sua vara, isso é essencial para aumentar a vida útil da sua vara. Outro ponto importante, é ficar de olho nos passadores de porcelana da sua vara, sempre faça uma verificação minuciosa utilizando uma boa luz e uma lupa.

Quando for guardar o seu equipamento, retire a isca da ponta da vara. No momento da pesca, evite ao máximo colocar a mão no blank da sua vara, procure trabalhar a mão sempre no real seat. Quando se segura a vara pelo blank, você quebra a ação da vara, e com isso acontece uma ruptura no blank, exatamente onde você colocou a mão.

Outra situação que pode ocasionar a quebra da sua vara, é o momento em que você joga a vara dentro do barco de pesca após ter pescado. Essas pequenas batidas, causam micro rupturas no blank que são imperceptíveis e no momento em que você pesca um peixe grandes, essas micro rupturas acabam ocasionando a quebra da vara

Por fim, nunca use uma isca com peso maior do que o indicado no blank da sua vara. Em todas as varas você encontra o peso ao qual você pode arremessar.

Agora para que você possa escolher seus equipamentos a recomendação é acessar a nossa loja virtual, lá tem os melhores acessórios e equipamentos do mercado!

Informações sobre vara de pesca no Wikipédia

Gostou das informações? Então deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Vara de pesca Telescópica: Dicas de como escolher a melhor

Posts Relacionados

Deixe um Comentário