Pesca Gerais

Confira algumas dicas de como escolher e usar um colete salva-vidas

Além de oferecer grande segurança em meio à pesca, o colete salva vidas é um equipamento obrigatório em sua embarcação, seja ela de pequeno, médio ou grande porte.

Isso porque em momentos de emergência, saber nadar muito bem ou o conhecimento do rio e da área de pesca, podem não ser suficientes, algo que nos remete a importância dos coletes.

Assim, hoje iremos tratar sobre informações essenciais para realizar a escolha correta do colete salva vidas, a fim de que você não somente siga a lei, mas cuide de sua segurança.

menina pescando com colete salva vidas

Tipos de colete salva vidas

cinco tipos de coletes salva vidas, que são usados de acordo com o local e atividade realizada, por isso, vale conhecer todos os modelos:

Classe I

 

 

O colete salva vidas Classe I é o modelo mais completo do mercado e possui como itens de segurança a gola, adesivos refletivos, alça para resgate, cabo liga-náufrago, luz sinalizadora e apito.

Um ponto muito interessante deste colete é que a sua gola evita o afogamento, pois impede que a pessoa fique com a face voltada para a água, caso ela esteja inconsciente.

Sendo assim, por ser um tipo de colete mais robusto, normalmente é utilizado em plataformas de petróleo e em travessias longe da costa, ou seja, é grandemente usado em oceanos.

No entanto, uma característica que pode ser negativa para alguns pescadores é que o colete classe I geralmente é pesado.

diferentes tamanhos de colete salva vidas

Classe II

 

 

Diferentemente, o colete salva vidas Classe II pode ser encontrado na forma de canga ou de jaleco.

O modelo canga é quadrado e o jaleco pode ser vestido como uma jaqueta, sendo mais confortável.

Os coletes de Classe II são compostos pela gola, adesivos refletivos e apitos, por isso, são ideais para navegação próxima a costa.

E quanto aos seus tipos, não há um melhor ou pior porque isto depende da preferência da pessoa.

Classe III

 

 

O colete Classe III conta apenas com a gola e o apito.

Por esse motivo, é um modelo usado em atividades esportivas que são feitas em rios, lagos e represas.

Basicamente este também é o modelo principal para a pesca e canoagem, especialmente por ser leve e confortável.

Entretanto, vale evidenciar que a durabilidade deste colete pode ser inferior. E por ter menos itens de segurança, o uso em alto mar não é interessante.

garoto usando equipamento para segurança

Classe IV

 

 

Com relação aos itens de segurança, é interessante destacar que eles podem variar de acordo com a atividade realizada pelo profissional.

O colete salva vidas de Classe IV normalmente é um equipamento usado por funcionários que trabalham em situação de risco de queda na água.

Falando acerca das suas vantagens, este equipamento foi feito para o uso durante longos períodos e pode ter formato de colete ou boia.

Classe V

 

 

Finalmente o último modelo de colete seria o Classe V que é ideal para a prática de atividades esportivas. Por exemplo: caiaque, boia cross, jet-ski, stand up paddle, banana-boat, rafting, windsurfe e principalmente a pesca.

É imensamente vantajoso em esportes aquáticos por ser versátil e similar a uma camiseta, oferecendo assim, uma enorme praticidade.

Entretanto, existe um modelo específico para cada uma das atividades esportivas citadas acima. De acordo com a modalidade os itens de segurança variam de um modelo para outro.

colete salva vidas neopreme

Como escolher o melhor colete salva vidas

O tipo, material, tamanho, cor e homologação devem ser observados ao escolher o colete.

Assim, prossiga e compreenda com detalhes cada uma destas características, para garantir segurança no seu esporte favorito:

equipamentos para segurança durante atividades aquáticas

Modelo de colete salva vidas

Vamos considerar primeiro qual seria o tipo/modelo do seu colete por meio do local de uso.

De forma geral, o colete Classe I deve ser usado em águas nacionais e internacionais e o Classe II em navegações próximas à costa até 200 milhas ou 320 quilômetros.

Por outro lado, o modelo Classe III é para rios, lagos e represas, bem como, o Classe IV foi feito para os indivíduos que trabalham em locais que há o risco de queda na água.

Por fim, o colete Classe V é ideal para a prática de esportes aquáticos.

Sendo assim, analise o seu local de pesca e defina inicialmente qual seria o modelo de colete salva vidas ideal em seu caso.

Material

Existem dois tipos de material o nylon ou o Neoprene, por isso, é interessante conhecer sobre ambos para estabelecer o melhor.

Primeiro de tudo, o colete produzido com nylon tem um custo mais acessível e é um material frio, ou seja, interessante caso a água estiver quente, porém pode oferecer suas desvantagens em águas frias.

De outro modo, o colete feito de Neoprene é famoso por ter uma função isotérmica, isto é, a temperatura permanece constante, além de ser mais confortável e fornecer maior liberdade com relação aos movimentos.

Deste modo, os materiais disponibilizam o mesmo nível de segurança, mas é interessante que o pescador analise levando em consideração as suas preferências.

colete salva vidas infantil homologado

Tamanho

Os coletes têm tamanhos diferentes por meio do peso.

Deste modo, confira as seguintes informações de faixas de peso determinadas pelo Departamento de Engenharia da Marinha do Brasil:

  • Tamanho-PP (criança) => até 25 kg;
  • Tamanho-P (criança) => de 25 a 35 kg;
  • Tamanho-M => de 35 a 55 kg;
  • Tamanho-G => de 55 a 110 kg;
  • Tamanho-GG => de 110 a 150 kg.

Cor

Um ponto que parecer ser simples, no entanto, desempenha um papel fundamental na escolha do seu colete salva vidas é a definição da cor.

Cores chamativas como laranja, amarelo e vermelho, são ideais por serem mais visíveis.

Em casos de emergência, a visualização de cores chamativas se torna mais simples, por isso, prefira uma destas cores para o seu colete.

Homologação do colete salva vidas

E para encerrar, entenda que você precisa exigir o certificado de homologação da DPC ao obter o se colete salva vidas.

O certificado garante que o equipamento passou por diversos testes de resistência e performance, exigidos pela Marinha do Brasil.

Obter um colete salva vidas homologado é um direito, portanto, todos os fabricantes devem oferecer a cópia do certificado atualizado.

menino nadando com snorkel

Dessa forma, cabe citar que estas informações podem ser conferidas no site da Marinha do Brasil, em que basta clicar em “Seg. Tráfego Aquaviário” localizada ao centro.

Em seguida, escolher “catálogo de material homologado” e “material homologado”, para que finalmente venha clicar na letra C e escolher “coletes salva vidas” ou na letra B e clicar em “boias circulares”.

Será possível conferir todas as informações com respeito à homologação.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para nós

Informações sobre colete salva vidas no Wikipédia

Veja também GPS Náutico – Como escolher o modelo ideal para navegação, acesse!

Precisar de algum acessório de Náutica, acesse também nossa Loja Virtual e confira as promoções

Posts Relacionados

Deixe um Comentário