Início AnimaisPet Chinchila: tudo que é preciso para cuidar deste bichinho de estimação

Chinchila: tudo que é preciso para cuidar deste bichinho de estimação

por Otávio Vieira

A Chinchila é natural das áreas frias e montanhosas do Chile, sendo que é um animal muito carinhoso, sociável, agitado e inteligente. Como um pet de estimação, também é apegado ao seu tutor e interativo.

A chinchila é um roedor da família Chinchillidae. São animais pequenos, com pelagem densa e um rabinho longo e fino. As chinchilas são nativas da América do Sul e vivem em ambientes montanhosos.

As chinchilas são caçadas para a extração de sua pelagem, que é considerada uma das mais finas e macias do mundo. A pele da chinchila é muito valorizada na indústria da moda, sendo usada para fazer casacos, cachecóis, luvas e outros acessórios. A chinchila é um animal ameaçado de extinção devido à sua caça indiscriminada. No entanto, nos últimos anos, tem havido um aumento no número de chinchilas criadas em cativeiro para a produção de peles.

A chinchila é um animal mamífero da família Chinchilidae. Originário da América do Sul, mais especificamente da Cordilheira dos Andes , possui uma pelagem cinza espessa e muito macia que varia de tom de acordo com a raça.

Tem um tamanho que chega a 26 centímetros e uma longa cauda volumosa. O peso das fêmeas é de 800 gramas , enquanto o dos machos é de 600 gramas.

Se você está pensando em adotar uma chinchila, é importante estar ciente de que eles são animais que precisam de muito cuidado e atenção. Neste artigo, vamos te dar algumas dicas sobre como cuidar de uma chinchila.

Portanto, aos que pretendem ter o pet, é importante conhecer particularidades que devem ser levadas em consideração no cuidado diário, entenda mais a seguir:

Classificação:

  • Nome científico: Chinchilla
  • Família: Chinchillidae
  • Classificação: Vertebrado / Mamífero
  • Reprodução: Vivípara
  • Alimentando: Herbívoro
  • Habitat: Terrestre
  • Ordem: Roedores
  • Gênero: Chinchila
  • Longevidade: 8 – 10 anos
  • Tamanho: 22 – 38cm
  • Peso: 370 – 490g

Informações sobre a Chinchila e características

Descoberto no século XVI, este animal era caçado por conta da pele. Dessa forma, no início do século XX os indivíduos em natureza se tornaram raros.

No ano de 1923 o biólogo Mathias Chapman levou os últimos 11 indivíduos para os EUA, sendo que a sua descendência salvou a espécie da extinção.

A partir dos anos 60, o animal tornou-se popular. Por isso, Chinchila é um nome vulgar que representa mamíferos roedores naturais dos Andes da América do Sul

A pelagem seria cerca de 30 vezes mais suave que o cabelo humano, além de ser densa, com 20,000 pelos por centímetro quadrado.

Devido a esta densidade capilar, as pulgas não sobrevivem em sua pelagem e o pelo não pode ser molhado.

Esta é uma espécie ativa, precisando fazer exercícios diariamente. E tendo em vista o seu espírito aventureiro, o pequeno roedor ama observar e explorar. Por ser sociável, a vida solitária não é boa.

Uma das características mais marcantes deste mamífero está relacionada com a sua bela pelagem que tende a ser cinzenta, branca ou preta.

A chinchila é um animal de patas curtas , no entanto, as patas traseiras são mais longas, estas últimas ajudam-na a impulsionar-se para subir e mover-se rapidamente.

Nas patas dianteiras tem cinco dedos e nas patas traseiras quatro. Tem pequenos dentes incisivos alaranjados.

chinchila

Entenda mais sobre a alimentação da Chinchila

A chinchila é um animal puramente herbívoro. No seu habitat natural alimenta-se de uma multiplicidade de espécies vegetais. Eles geralmente comem arbustos, gramíneas e frutas que pegam com os membros anteriores. Dentro de seu ecossistema, eles se especializam no consumo de uma planta herbácea conhecida como capim rei. Esta erva é nativa dos altos páramos andinos.

Eventualmente também consomem insetos como forma de adaptação às diferentes estações e períodos de escassez. Parece que não precisam beber água, mas é porque a obtêm através do orvalho das plantas.

A chinchila tem uma dieta herbívora, ou seja, alimenta-se de capim como o feno. Da mesma forma, seu cardápio pode variar em frutas e cereais.

É conveniente que o animal tenha por perto um pequeno recipiente com água para sua hidratação diária. Em algumas ocasiões, o fornecimento de suplementos vitamínicos é útil para melhorar seu estado nutricional, que deve ser prescrito por um veterinário.

O que a Chinchila pode comer?

Há uma ração específica para a espécie e que deve ser dada, pois inclui todos os minerais e vitaminas necessários.

Além disso, as frutas, legumes e vegetais como o brócolis, aveia em grão, maçã, cenoura, couve, tomate e o feno, podem ser incluídos na dieta. A maioria dos especialistas afirma que é necessário dar sempre pequenas quantidades.

Outros exemplo de alimento são: Uvas passas, sementes de girassol, oleaginosas como avelãs, nozes e amêndoas.

Mas, este tipo de alimento pode ser dado somente 2 vezes por semana. Por fim, a alfafa ajuda no trânsito intestinal desses bichinhos e no desgaste dos dentes, por isso, note a grande variedade de alimentos.

Saiba mais sobre o comportamento da Chinchila

A chinchila tem um estilo de vida bastante engraçado, pois gosta de correr e brincar em seu espaço. É um animal noturno muito ativo e barulhento ao mesmo tempo.

Como sinal de carinho, costuma roçar com a boca os dedos dos humanos, o que ocorre quando o roedor sente confiança em seu dono, que muitas vezes conseguiu semear esse carinho.

Como mencionamos anteriormente, este espécime é limpo com banhos de areia. Ele também é considerado inteligente, pois aprende truques com facilidade.

Quanto à forma de comunicação, o faz por meio de latidos ou gritos. Ele tem o hábito de se afastar quando começa a comer.

Como funciona a reprodução da Chinchila

Entre cinco e oito meses a chinchila atinge a maturidade sexual, segundo especialistas o período de acasalamento se repete em várias épocas do ano.

Para uma reprodução bem-sucedida, se houver a presença de vários indivíduos, é recomendável agrupá-los em pares separadamente, para que se adaptem rapidamente ao início da cópula.

Período de gestação

A chinchila é um animal vivíparo, os filhotes são formados no ventre da fêmea. Tem um período de gestação de 111 dias.

Com um ano eles nascem entre uma ou duas criaturas, que estão totalmente desenvolvidas com pelos, dentes e olhos. Depois de várias horas, eles se mobilizam pulando e correndo.

A partir do quinto dia, os pequenos já podem consumir alimentos sólidos, embora continuem a beber leite materno por dois meses.

Habitat e onde encontra a Chinchila

Como indicamos, as chinchilas vivem nas montanhas dos Andes. Inicialmente, eles estavam espalhados pelos Andes centrais e montanhas vizinhas. Em meados do século 19, multidões de chinchilas ainda podiam ser vistas movendo-se com extraordinária velocidade pelas paredes íngremes de rocha.

O seu habitat caracteriza-se por ser uma zona rochosa e desértica. Uma de suas duas variedades vive a mais de 4.500 m de altitude. Há muito tempo, centenas de indivíduos viviam juntos em grupos familiares. Nesses territórios desérticos, as chinchilas fazem seus ninhos em buracos que encontram entre as rochas. Eles também os constroem entre matagais espinhosos. Eles cuidam de seus pelos banhando-se em poeira vulcânica.

É permitido criar Chinchila?

O habitat da espécie é diferente do que estamos acostumados em nosso país, mas assim como o hamster, coelho e porquinho-da-índia, este é um animal doméstico conforme o Ibama, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis.

Portanto, a criação é legal.

Vale destacar que a autorização do Ibama para criação e venda é feita com a loja, ou seja, o tutor não deve se preocupar com registro junto ao órgão responsável.

Apesar disso, no momento da compra, exija que o vendedor tenha este documento, visto que a compra legalizada ajuda a acabar com os maus-tratos e o tráfico de animais.

criança com uma chinchila

No entanto, qual o valor de uma Chinchila?

O valor depende do local em que você pretende comprar, além do sexo e a cor do bichinho.

Porém, é possível comprar por R $500 a R $800, sendo que os pets são vendidos a partir dos 2 meses de vida, momento em que não dependem da mãe e comem sozinhos.

É um bom pet para crianças?

Por outro lado, saiba que a espécie pode morder caso sinta-se assustada.

Aliás, o pelo faz com que este roedor aparente ser grande, embora tenha somente 500 gramas, sendo sensível e muito frágil.

Nesse sentido, é fundamental que o exemplar seja manuseado por uma criança mais velha ou um adulto.

chinchilla

Principais cuidados gerais com a Chinchila

Para os roedores, quanto maior for a gaiola, melhor será a qualidade de vida do pet.

Dessa forma, na hora em que for comprar, priorize os modelos maiores de gaiola, além de definir um bom local para colocar o bichinho (uma área tranquila, silenciosa e com temperaturas amenas).

Em contrapartida, você deve ter atenção aos dentes do seu pet. Assim como ocorre com os demais roedores, o dente da Chinchila cresce ao decorrer de sua vida, algo ótimo, já que ela morde e rói objetos para desgastar seus dentinhos.

No entanto, se o animal não tem o que roer, os dentes crescem muito e isso causa problemas graves de saúde como, por exemplo, as lesões e má-oclusão.

Para evitar estes problemas, compre os brinquedinhos específicos para chinchilas que também estimulam o funcionamento do intestino.

Outra forma de cuidado com o pet é a interação. Ao menos uma vez por dia, tire o bichinho da gaiola e brinque!

Para os momentos em que ficará confinado, o animal também precisa de distrações como as prateleiras e grades que permitem o salto e a escalada. Aliás, invista na famosa roda de roedores.

Por fim, saiba que a espécie tem uma das maiores expectativas de vida entre os roedores domésticos, vivendo até 20 anos.

Mas, para que o seu pet lhe acompanhe durante muito tempo, você precisa garantir a sua saúde levando-o ao veterinário regularmente.

Cuidados com chinchilas em casa

A chinchila precisa de cuidados básicos associados ao ambiente onde vive, nesse sentido, é aconselhável ter uma gaiola grande onde ela possa se movimentar confortavelmente.

Por isso dentro da gaiola deve haver uma arena especial, criada para esse tipo de animal doméstico, que o roedor normalmente usa para limpar o pelo rolando sobre ele.

Os veterinários proíbem banhá-lo com água, pois o próprio pelo é denso e demoraria muito para secar, isso causa um estado de resfriado, que se não for tratado a tempo vira pneumonia.

A gaiola deve ser constantemente limpa para evitar o aparecimento de patógenos. Também não é recomendado submeter o animal a temperaturas ou correntes de ar muito altas.

Os especialistas aconselham colocar uma caixa de madeira dentro da gaiola para que este espécime se sinta calmo e possa descansar em paz.

chinchilla

Higiene sem água

A Chinchila é um pet muito limpo, por isso, fica estressada quando está em ambientes sujos.

Dessa forma, a limpeza da gaiola deve ser diária, removendo qualquer resíduo, tal como a lavagem deve ser feita 1 vez por semana (deixe a gaiola secar completamente).

Com relação ao banho, saiba que é muito importante para o roedor, porém você jamais deve colocá-lo na água.

A pele tem origem desértica, não aceitando bem a umidade e fazendo com que os pelos não sequem.

Como resultado, o bichinho que é exposto à água pode desenvolver várias doenças de pele, causadas pela proliferação de fungos.

De acordo com Pablo Pezoa, especialista em animais silvestres e não convencionais, “o banho retira uma barreira natural que eles têm contra agentes patogênicos, deixando-os mais expostos a doenças de pele”.

No geral, você pode dar banho seco com o uso de carbonato de cálcio, no máximo 3 vezes por semana, a fim de remover sujeiras e a oleosidade.

A técnica é muito simples, basta que você despeje o pó de banho seco em um recipiente e coloque-o dentro da gaiola. O pet irá rolar no pó de banho e você deverá remover o recipiente para que a Chinchila não defeque nele.

Principais ameaças da Chinchila

As chinchilas têm sido caçadas por humanos há anos para comercializar suas peles e exportá-las para a Europa. Esta atividade ilegal colocou em perigo a existência dos roedores que estão na natureza.

Atualmente é penalizado em vários países do mundo matar chinchilas para esse fim, porém, alguns grupos não cumprem as ordens e continuam realizando essa terrível ação.

Esperemos que esta situação mude para preservar esta bela espécie da família chinchillidae, que desperta ternura em todos os lares onde reside.

As chinchilas são presas dos predadores típicos de seu ambiente. Fazem parte da dieta de raposas e gatos selvagens e também de aves de rapina. Eles têm como mecanismo de defesa sua agilidade para se mover entre as rochas. Por outro lado, ajudam-se mutuamente desprendendo-se da cauda quando são atacados pelo atacante.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante!

Informações sobre a Chinchila no Wikipédia

Veja também: Furão: característica, alimentação, reprodução o que preciso para ter um?

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Youtube Video

Caixa de Comentários do Facebook

Deixe um comentário