Início PeixesBaleia Baleia-azul: tamanho, peso, habitat, características e sua reprodução

Baleia-azul: tamanho, peso, habitat, características e sua reprodução

por Otávio Vieira

Bem-vindo a uma viagem cativante ao reino de Balaenoptera musculus, a baleia azul, a maior e mais magnífica criatura que agraciou nosso planeta. Neste artigo, vamos mergulhar nas profundezas do conhecimento sobre este majestoso mamífero marinho, explorando seu tamanho incrível, características únicas, habitat, comportamento e os esforços críticos de conservação em vigor para proteger esta espécie inspiradora. Então, vamos mergulhar e descobrir as maravilhas do Balaenoptera musculus.

Assim como diversas espécies do oceano, a Baleia Azul está sofrendo com a diminuição das populações. Infelizmente acredita-se que haja somente de 3 a 4 mil indivíduos da espécie, sendo que 2 mil estão na costa californiana. E com isso, a espécie está na lista dos animais ameaçados de extinção desde os anos 60. Dessa forma, o grupo da Califórnia seria a maior esperança num longo e gradual processo de aumento populacional.

A baleia azul, é uma espécie de cetáceo pertencente à família “Balaenopteridae”. Seu nome se deve à cor de seu corpo. Acredita-se que as baleias existam há 50 milhões de anos e a espécie evoluiu de animais terrestres com patas, embora devido à necessidade de alimentação tenham ido parar ao mar. Segundo estudos científicos, hoje a baleia é a maior espécie aquática do mundo graças a outros cinco milhões de gerações anteriores que aumentaram de tamanho ao longo dos anos.

Além disso, os cientistas propõem a teoria de que esse animal não precisa fazer grandes esforços para comer como peixes ou focas, já que ao se alimentar pode ingerir 457.000 calorias em uma única mordida, o que facilita que ele tenha grande massa muscular.

Baleia-azul Balaenoptera musculus: O gentil gigante dos mares

Vamos começar entendendo o que diferencia o Balaenoptera musculus e o torna verdadeiramente extraordinário. Como o nome científico sugere, Balaenoptera musculus pertence à família Balaenopteridae e é comumente conhecida como baleia azul. Ele ostenta o título de ser o maior animal da Terra, tanto em peso quanto em comprimento, com espécimes adultos chegando a impressionantes 27 metros de comprimento e pesando cerca de 190 toneladas. Seu coração sozinho é do tamanho de um carro pequeno, batendo ritmicamente para sustentar seu corpo maciço.

Classificação

  • Nome científico: Balaenoptera musculus
  • Família: Balaenopteridae
  • Classificação: Vertebrados / Mamíferos
  • Reprodução: Vivípara
  • Alimentando: Carnívoro
  • Habitat: Água
  • Ordem: Artiodactyla
  • Gênero: Balaenoptera
  • Longevidade: 80 – 90 anos
  • Tamanho: 20 – 27 m
  • Peso: 50.000 – 190.000 kg

Principais características da Baleia Azul

Em primeiro lugar, saiba que a Baleia Azul tem um corpo longo, pontiagudo e estreito, bem como o dorso pode apresentar diferentes tons de azuis-acinzentados.

Já o ventre do animal é claro e a cabeça tem um formato de U, com um espinhaço que vai desde o espiráculo até o topo do lábio superior. A nadadeira dorsal pode ser diferente de acordo com o exemplar, pois alguns têm a nadadeira pequena, sendo dificilmente vista quando mergulham. Em contrapartida, alguns indivíduos podem ter a nadadeira dorsal proeminente e com o formato de foice.

E cabe mencionar alguns comportamentos da espécie que são capazes de diferenciá-la: As baleias-azuis costumam levantar o espiráculo e os ombros no momento em que sobem para respirar na superfície. Por isso, é possível observar parte do corpo fora da água, algo que não ocorre com espécies como as baleias jubarte.

Alguns indivíduos que vivem nos oceanos Pacífico e Atlântico levantam as nadadeiras de suas caudas quando mergulham. E no momento em que elas respiram, costumam expelir um jorro que atinge até 12 m de altura. Quanto à cor, a face superior apresenta um tom de cinza, juntamente com uma borda fina e branca.

Por outro lado, a face inferior é branca, bem como as nadadeiras e a cabeça têm uma cor acinzentada. As partes superiores e algumas barbatanas da Baleia Azul também podem ser malhadas, sendo que o padrão varia de indivíduo para indivíduo.

Por exemplo, algumas baleias apresentam tons de azuis-escuros, pretos e cinzas, ao mesmo tempo em que outros têm como padrão o cinza-claro. Por fim, a espécie alcança uma velocidade de até 50 km/h por curtos períodos de tempo, mas normalmente nadam em uma velocidade de 20 km/h.

Baleia Azul

Baleia Azul

Características gerais sobre a espécie

O tamanho colossal da baleia azul é, sem dúvida, sua característica mais marcante, mas ela possui várias outras características físicas únicas que auxiliam na sua identificação. Seu corpo é alongado e aerodinâmico, apresentando uma coloração cinza-azulada manchada, que dá à espécie seu nome comum. Balaenoptera musculus tem uma cabeça larga em forma de U, marcada por duas bolhas através das quais exala com força antes de inalar ar fresco. As barbatanas de sua cauda, que podem ter até 7,6 metros de largura, permitem que eles naveguem no oceano com graça e poder.

Este animal marinho é considerado uma das maiores espécies do planeta terra, podendo medir entre 24 a 27 metros de comprimento e pesar entre 100 e 190 toneladas. Seu corpo é cinza-azulado com uma cabeça achatada em forma de U. Tem aproximadamente 55 e 88 ranhuras (dobras ao nível da barriga) que ajudam a expelir a água.

Essa espécie comumente aparece na água e puxa seu respiradouro pela superfície para respirar, liberando um jato d’água capaz de atingir de 6 a 12 metros de altura.

Ele pode nadar a uma velocidade de 30 milhas por hora. A barbatana dorsal é de forma retangular, assim como os golfinhos. Não tem dentes, por isso usa os filamentos de 550 a 790 que o ajudam a engolir a comida.

Possuem barbatanas longas com aproximadamente três a quatro metros de comprimento e podem atingir velocidades de natação de até 50 km/h.

A língua pesa cerca de 2,7 toneladas. Este animal aquático tem uma boca grande que lhe permite armazenar grandes toneladas de comida e água, embora a garganta seja pequena e só lhe permita engolir pequenos objetos. Seu coração pode pesar até 600 kg e eles usam sons de zumbido para se comunicar uns com os outros.

Como ocorre a reprodução da Baleia Azul

Uma grande curiosidade sobre a Baleia Azul é que apesar de ser um mamífero, geralmente não amamenta os filhotes pelas tetas. Por ter um leite gorduroso, a baleia o solta na água e o filhote consegue sugar, sem que ele se misture com a água.

O acasalamento desta espécie marítima ocorre no final do outono, a fêmea dá à luz apenas um filhote após 12 meses de gestação e eles geralmente engravidam a cada dois ou três anos. Os filhotes ao nascer medem entre sete ou oito metros de comprimento e pesam 2.700kg.

Nos primeiros meses consomem até oitenta litros de leite por dia e as fêmeas não comem nada enquanto amamentam seus filhotes.

A maturidade sexual dos machos ocorre cinco anos após o nascimento, geralmente medem entre 21 e 23 metros de comprimento, mas começam a se reproduzir aos dez ou quinze anos de idade.

Comportamento alimentar: uma dieta movida a krill

Balaenoptera musculus é uma espécie de alimentação filtrada, contando com uma dieta composta principalmente de pequenos crustáceos semelhantes a camarões conhecidos como krill. Uma única baleia azul adulta pode consumir várias toneladas de krill em um único dia. Eles empregam um método de alimentação exclusivo chamado “alimentação estocada”, no qual abrem bem suas bocas enormes e engolem grandes volumes de água contendo krill. A água é então expelida através das barbatanas, deixando o krill preso para consumo.

Do que eles se alimentam?

A princípio, saiba que as lâminas córneas ficam na parte frontal da boca que seria espessa. Nesse sentido, há cerca de 300 lâminas com 1 m de comprimento cada, sendo que elas estão ligadas à maxila e percorrem até o interior da boca.

As lâminas córneas têm de 70 a 118 dobras ventrais, que seriam as ranhuras, e ficam na garganta. Ajuda a evacuar a água da boca depois que a Baleia Azul se alimenta.

Por isso, a dieta inclui principalmente o krill, tendo em vista que a Baleia Azul consegue comer até 3.600 kg de krill em um dia, o que é equivalente a 1,5 milhões de kcal.

Com isso, as baleias-azuis se alimentam em locais com a profundidade superior a 100 m e geralmente mergulham durante 10 minutos. Também podem ficar 20 minutos e já foi registrado um caso de um indivíduo que mergulhou durante 36 minutos.

Há também as baleias que comem na superfície durante a noite e a estratégia de caça é simples: Primeiro a baleia nada em direção aos grupos de krill com a boca aberta e depois pressiona a água para fora com ajuda da bolsa ventral e da língua.

A água também passa pelas lâminas córneas e finalmente sai do corpo, para que o animal engula o krill que ficou preso. Além disso, cabe mencionar que a espécie também se alimenta de crustáceos, lulas e peixes pequenos. Aliás diminui a velocidade para 5 km/h quando está caçando.

Curiosidades sobre a Baleia Azul

Uma curiosidade interessante é que a Baleia Azul representa um dos maiores animais que viveram e que temos conhecimento. Para que você tenha noção, por conta das dimensões quando adulto e vivo, o animal nunca foi pesado.

Por isso, uma estratégia seria pesar e medir o animal morto, cortando o corpo em pedaços. Através desta estratégia, alguns exemplares tinham o peso entre 150 e 190 toneladas, além de 27 m de comprimento total.

Mas, entenda que ao cortar o corpo em pedaços, o peso e o comprimento são menores, não sendo coniventes com a realidade.

O Laboratório Nacional de Mamíferos Marinhos dos Estados Unidos estima que os indivíduos tenham 27m de comprimento e ultrapassam 180 toneladas de peso. Assim, as baleias da Antártida costumam ser maiores do que as que vivem nos oceanos Pacífico e Atlântico.

Baleia Azul no Mar

Baleia Azul no Mar

Habitat: vagando pelas águas globais

A distribuição de Balaenoptera musculus se estende por todos os principais oceanos do mundo, abrangendo regiões polares e tropicais. Esses gigantes gentis realizam migrações épicas, seguindo mudanças sazonais na disponibilidade de alimentos. Durante a estação de alimentação, eles se mudam para águas polares ricas em nutrientes, onde se alimentam de krill, sua principal fonte de alimento. À medida que os meses mais frios se aproximam, eles embarcam em extensas viagens para águas mais quentes para reprodução e parto.

Onde encontrar a Baleia-azul

É importante falar que a Baleia Azul está distribuída em 3 subespécies, sendo a primeira o B. m. musculus que vive no norte dos oceanos Atlântico e Pacífico.

A segunda é o B. m. intermedia que está no oceano Antártico. Seguida do B. m. brevicauda que vive no oceano Índico e no sul do oceano Pacífico, atendendo pelo nome vulgar “baleia-azul-pigmeia”.

E com relação à queda do número de indivíduos, entenda que existiam grandes populações até o início do século XX que estavam na maioria dos oceanos. As baleias viviam em grupos e o maior que já foi visto na Antártida tinha cerca de 239 000 indivíduos.

Mas, foi neste mesmo século que as baleias da espécie foram mortas e quase entraram em extinção por conta dos baleeiros. Tornando-se vulnerável e sendo protegida pela comunidade internacional em 1996.

Dessa forma, em 2002 haviam de 5 a 12 mil baleias-azuis ao redor do mundo e elas estavam distribuídas em 5 grupos. Atualmente, os grupos são ainda menores, pois contam com 2 mil indivíduos cada e vivem nos oceanos Pacífico, Antártico e Índico. Também há dois grupos no Hemisfério Sul e algumas baleias vivem no Atlântico.

Habita águas polares e tropicais ao redor do mundo já que ali se concentra a maior quantidade de alimento, a baleia azul também é encontrada nas águas frias do Oceano Antártico, no Oceano Pacífico ou no sul do Equador.

A baleia vive toda a sua vida acompanhada pela mesma fêmea, mas em certos casos mudam de parceiros (seja por morte ou perda). São espécies que geralmente andam sempre sozinhas. Eles tendem a migrar para ambientes mais quentes, como as Ilhas Farallon, Baía de Monterrey, Costa Rica ou Golfo do México em diferentes épocas do ano ou quando chega a época de acasalamento.

Comunicação e vocalização

Como seres altamente sociais, as baleias azuis se comunicam usando um elaborado sistema de sons, chamados e canções. Essas vocalizações, que podem percorrer grandes distâncias debaixo d’água, servem a vários propósitos, incluindo acasalamento, navegação e manutenção de laços sociais. Suas canções, em especial, são uma maravilha da natureza, com cada população tendo suas melodias distintas que podem durar até 20 minutos.

Quais são os seus predadores?

Como a maior espécie marinha do mundo, a baleia azul não tem animais predadores. A caça à baleia é ilegal e existe uma lei que a proíbe desde 1996.

Mas atualmente o maior predador desse animal aquático é o ser humano, já que caçam as baleias para vender sua carne, pele ou gordura. Os filhotes dessas espécies são frequentemente comidos por baleias assassinas.

Esforços de conservação: protegendo os gigantes

Balaenoptera musculus tem enfrentado inúmeras ameaças ao longo dos anos, principalmente devido às atividades humanas. Da indústria baleeira às colisões com navios e ao impacto das mudanças climáticas em suas fontes de alimento, esses gigantes dos mares precisam de nossa proteção mais do que nunca. Felizmente, houve esforços significativos de conservação nos últimos tempos para garantir sua sobrevivência. Muitas organizações internacionais e governos colaboram para estabelecer áreas marinhas protegidas, reduzir colisões com navios e aumentar a conscientização sobre seu estado de conservação.

Perguntas frequentes sobre Balaenoptera musculus

Quanto tempo uma baleia azul pode viver?

As baleias azuis podem viver cerca de 70 a 90 anos na natureza.

Balaenoptera musculus é uma espécie ameaçada?

Sim, Balaenoptera musculus é classificado como ameaçado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

Qual é o propósito das canções da baleia azul?

As canções das baleias azuis servem a vários propósitos, inclusive atrair parceiros e manter laços sociais.

Como as baleias azuis se comunicam debaixo d’água?

As baleias azuis se comunicam usando uma série de vocalizações de baixa frequência que podem percorrer longas distâncias na água.

Qual é o tamanho do coração de uma baleia azul?

O coração de uma baleia azul pode pesar até 1.300 libras (590 kg) e tem aproximadamente o tamanho de um carro pequeno.

Quanto krill uma baleia azul pode consumir por dia?

Uma baleia azul adulta pode consumir várias toneladas de krill diariamente durante a estação de alimentação.

Conclusão

Em conclusão, Balaenoptera musculus, a baleia azul, é uma extraordinária maravilha da natureza que continua a inspirar admiração e admiração em todos que a encontram. Desde seu tamanho colossal até suas características únicas e métodos de comunicação intrincados, a baleia azul é um testemunho da diversidade e grandeza da vida em nossos oceanos. No entanto, é essencial para nós, como administradores do planeta, proteger essas criaturas magníficas e garantir que as gerações futuras possam testemunhar sua majestade.

Então, vamos unir nossos esforços na conservação e salvaguarda dos gigantes dos mares, o magnífico Balaenoptera musculus!

Informações sobre a Baleia-azul no Wikipédia

Gostou das informações sobre a Baleia Azul? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Veja também: Baleia Comum ou Baleia Fin, segundo maior animal existente

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Youtube Video

Caixa de Comentários do Facebook

Deixe um comentário