Pesca Gerais

Bacurau: lendas, reprodução, seu canto, tamanho, peso e seu habitat

O Bacurau pode ser visto como um pássaro inofensivo e pequeno, porém é sagaz e muito ágil em seus voos.

Dessa forma, a espécie desenvolveu diversas estratégias para despistar os seus predadores, movimentando-se até pelo chão da mata sem ser visto.

Além disso, é uma das espécies mais famosas do nosso país, sendo um bom representante da fauna nacional e estando presente em várias lendas.

Apesar disso, este é um pássaro misterioso e que aparece somente quando o silêncio da noite chega, vamos entender mais a seguir:

Classificação:

  • Nome científico – Nyctidromus albicollis;
  • Família – Caprimulgidae.

Características do Bacurau

7 subespécies, sendo que 2 podem ser vistas no Brasil.

No geral, os indivíduos têm de 22 a 28 cm de comprimento, sendo que o macho pesa entre 44 e 87 gramas.

Já a fêmea tem de 43 a 90 gramas.

Com relação à cor, o macho adulto conta com um tom de marrom acinzentado, além da parte de cima ser tingida de castanho e ter algumas manchas brancas, cinzas e marrons.

As asas são castanhas, penas marrom-acinzentadas com manchas distintas beges ou marrons.

No momento do voo, é possível observar as pontas negras das asas do macho, bem como uma ampla faixa clara na asa.

Cauda branca, partes inferiores castanho-acinzentadas e marcações marrons e amarelas na barriga e nos flancos, também são características importantes.

Às vezes há uma mancha branca que fica somente na parte de baixo da garganta da ave e a parte central da coroa é riscada de marrom escuro.

Além disso, a espécie não tem colar nucal, a parte auricular é acastanhada, o bico seria negro e curto, contendo duas narinas grandes.

Por outro lado, as pernas e os pés são curtos, tendo cor cinza e os olhos são marrons escuros.

Como diferencial a cor da fêmea é bege ou parda nas asas.

As penas da cauda têm barras e não há penas retrizes externas brancas, tendo em vista que somente a ponta é clara.

Mas, tenha em mente que estas são características gerais do Bacurau, isto é, a plumagem e o tamanho mudam de acordo com a subespécie analisada.

Com relação aos jovens, a plumagem é parecida com a dos adultos.

Mas, as bandas pardas ou brancas das asas são mais estreitas.

Dessa forma, as bandas são pardas em fêmeas e brancas em machos.

bacurau curiango

Reprodução do Bacurau

O ninho da espécie se resume a um pequeno buraco ou depressão no solo em que a fêmea coloca 2 ovos.

Tais ovos medem 27 x 20 mm, pesando 5,75 gramas, além de terem uma cor rosada, juntamente com manchas escuras e pequenas.

Portanto, o tempo de incubação é de 19 dias, sendo que macho e fêmea intercalam entre a atividade de chocar os ovos, embora o trabalho seja maior para a fêmea.

Após a eclosão, os filhotes devem ser cuidados pelos pais e o macho alimenta os pequenos.

O adulto usa o comportamento de “asa quebrada” para distrair o predador e assim, proteger a prole.

Ao final do 25° dia de vida, os filhotinhos abandonam o ninho.

Os pequenos têm uma plumagem que reforça a adaptação genética ao meio ambiente, ou seja, é quase idêntica ao solo em que vivem.

Assim, o Bacurau movimenta-se tranquilamente entre as folhagens, camuflando-se de predadores.

Isso faz com que os filhotes tenham toda a liberdade para explorar o ambiente externo e se preparem para a vida fora do ninho.

Alimentação

A espécie é insetívora, isto é, se alimenta de vários tipos de insetos.

Por isso, abelha, besouro, mariposa, vespa, borboleta e formiga são alguns insetos que servem de alimento.

E além da variedade, as estratégias de caça tornam a alimentação uma tarefa fácil.

Por exemplo, a ave come os insetos em locais abertos ou em matas fechadas durante o seu voo ou camuflando-se no solo.

curiango

Curiosidades do Bacurau

Em primeiro lugar, vale destacar que o Bacurau está presente em várias lendas brasileiras normalmente contadas pelos primeiros habitantes das terras tupiniquins.

Aliás, vale entender mais informações sobre o comportamento da ave:

É um animal noturno, sendo que canta durante a noite, emitindo sons característicos.

Inclusive, quando a noite se adensa, ocorre uma mudança no canto, pois a ave emite um assobio “cu-ri-an-go”.

O canto é tão exclusivo que serviu de inspiração para o nome da espécie.

Outro ponto importante sobre o comportamento é que a ave vive no chão, buscando por insetos.

É curioso porque o Bacurau também é um excelente voador, além de ser ágil.

Dificilmente a ave é vista durante o dia e quando isso ocorre, provavelmente é porque tenha se assustado e fugiu voando.

Distribuição

O pássaro vive em diversas regiões florestais do nosso país, em especial no Cerrado.

Aliás, pode ser visto em campos com árvores espaçadas, isto é, os indivíduos preferem o clima tropical com uma temperatura um pouco maior.

Com relação à distribuição mundial, entenda que a ave é vista em países da América do Sul e Central com temperaturas semelhantes às brasileiras.

Também vive na América do Norte, mais especificamente no México e extremo sul dos Estados Unidos.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante!

Informações sobre o Bacurau no Wikipédia

Veja também: Pardal: informações sobre o pássaro encontrado nos centros urbanos

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário