Pesca Gerais

Anu-branco (Guira guira): o que come, reprodução e suas curiosidades

Anu-branco é uma ave de nome Guira Cuckoo na língua inglesa e que tem um voo lento e fraco, sendo que é vítima de atropelamento em estradas.

Além disso, a espécie exala um odor que atrai os animais carnívoros como os morcegos, apesar disso, não é uma ave arisca ou reclusa, sendo muito sociável.

Os indivíduos têm o costume de andar e bandos com o intuito de aumentar as chances de sobrevivência, em especial durante a época de inverno.

Aliás, estão bem distribuídos em nosso país, pois poucos locais não contam com a sua presença, vamos entender mais a seguir:

Classificação:

  • Nome científico – Guira guira;
  • Família – Cuculidae.

Característica do Anu-branco

Primeiro de tudo, vale destacar alguns nomes vulgares:

Piririta, piriguá, piló, guirá-acangatara, pelincho, anum-do-campo, alma-de-gato (a Piaya cayana também é chamada assim), bem como, de rabo-de-palha.

A ave mede de 36 a 42 cm de comprimento, além de a cauda ter 20 cm.

O peso está entre 113 e 168,6 gramas e com relação à coloração, saiba que ela é de ocre-amarelada com uma crista desgrenhada.

A pele da face é amarela e nesta região do corpo não há pelos.

Íris que variam de amarelo-alaranjado ao branco-azulada, bico curvo e forte, de cor amarelo-alaranjado, bem como fino anel periocular amarelo pálido ao redor dos olhos.

Por outro lado, as coberteiras das asas e o dorso contam com algumas estrias, as penas são negras e têm as bordas claras.

Uropígio branco, rêmiges marrom enegrecidas, e cauda graduada, sendo que tem belas retrizes e cada uma é dividida em três partes, contendo cores diferentes:

Preto no centro, camurça pálido na parte basal e na porção distal, há um tom branco.

Por fim, o ventre, peito e a garganta do Anu-branco são pálidos, sendo que os dois últimos contam com estrias negras.

Além disso, os jovens têm rêmiges com pequenas faixas claras nas pontas, o bico e as retrizes cinzas e íris escuras.

Outro ponto interessante é que a espécie não tem dimorfismo sexual, ou seja, macho e fêmea não se diferenciam por características corporais visíveis aos nossos olhos.

Por fim, a vocalização é estridente e alta: iä, iä, iä.

O grito acima é visto como um chamado durante o voo.

Já a vocalização “glüü” seria como um canto baixo e o “i-i-i-i” é uma advertência.

anu branco

Reprodução do Anu-branco

O Anu-branco tem ninhos individuais ou coletivos, sendo que no segundo caso, a fêmea o constrói.

Se a fêmea ver que o ninho está ocupado, ela simplesmente joga fora os ovos de outras aves.

Vale destacar também que os adultos têm o péssimo hábito de abandonar os ovos à própria sorte, não tendo nenhum zelo por eles.

Estes ovos chamam a atenção porque têm a cor verde-marinho e são grandes (de 17 a 23% do peso da fêmea).

Quando nascem, os filhotes deixam o ninho mesmo antes de aprenderem a voar, porém são alimentados pelos pais.

Alimentação

Para falar de alimentação, saiba que esta é uma espécie carnívora que come lagartas pequenas, percevejos, gafanhotos, lagartixas e camundongos.

Também pode pescar em locais rasos, e quando está em lugares com poucas presas, come bagas, frutas, sementes e coquinhos.

Curiosidades

Em primeiro lugar, iremos falar detalhes sobre os predadores da espécie:

Tendo em vista que o animal exala odor que atrai os animais carnívoros, estes são os seus predadores.

Nesse sentido, pode sofrer com ataques de suiriri, além de algumas corujas.

Os inseticidas também oferecem grandes riscos para o Anu-branco, embora ele seja útil à lavoura.

O atropelamento em estradas ocorre por conta do voo fraco e lento, inclusive, o animal pode ser arrastado ao mar pelos ventos fortes.

Além disso, o costume de apanhar sol e se banhar na poeira.

Como resultado, a sua plumagem ganha um tom de terra do local ou de cinza e carvão, assim como quando corre antes em capim molhado, as penas ficam pegajosas.

Durante o período da manhã e depois de chuvas, a ave enxuga as asas ao pousar e abri-las.

De outro modo, durante a noite o maior desafio seria o de se esquentar, algo feito em grupo, tendo em vista que os indivíduos se juntam em filas apertadas.

Também tem o costume de pernoitar em moitas de taquara.

Infelizmente esta é uma espécie que sofre muito com o inverno e quando a ave não consegue se esquentar, pode morrer de frio.

anu-branco ou Guira Cuckoo

Onde encontrar o Anu-branco

O Anu-branco está distribuído desde o estuário amazônico até à Bolívia, Uruguai e Argentina.

Aliás, está no sudeste do Amapá e no Pantanal, lugares abertos como as lavouras e campos, além de serem vistos em estradas.

Por isso, é uma ave que se beneficia, até certo ponto, pelo desaparecimento da mata alta.

E devido ao seu hábito de migração, a espécie hoje pode ser vista em locais em que era desconhecida.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante!

Informações sobre o Anu-branco no Wikipédia

Veja também: Gralha-azul: reprodução, o que come, suas cores, a lenda desse pássaro

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Posts Relacionados

Deixe um Comentário