Início » Água Viva, espécies, características, alimentação e curiosidades

Água Viva, espécies, características, alimentação e curiosidades

por Otávio Vieira

A água viva tem por nome lugar Jellyfish ou jellies na língua inglesa, algo que significa “geleia do mar”.

E dentre as características que destacam as espécies, saiba que elas têm a capacidade de sobreviver em águas pobres em oxigênio e ricas em nutrientes, principalmente quando comparadas aos seus concorrentes.

Sendo assim, o animal se alimenta de seres como os plânctons.

Por esse motivo, prossiga a leitura e saiba mais informações, incluindo características e curiosidades.

Classificação

  • Nome científico – Rhizostoma pulmo, Cotylorhiza tuberculata, Aurelia aurita e Pelagia noctiluca;
  • Família – Rhizostomatidae, Cepheidae, Ulmaridae e Pelagiidae.

Espécies de Água Viva

Primeiro de tudo, conheça a água viva barril que tem por nome científico Rhizostoma pulmo.

Os indivíduos têm o diâmetro médio de 40 cm, porém podem ter até 150 cm.

Sendo assim, a espécie é a maior água-viva que vive em águas britânicas, tendo em vista que alcança quase 1 m de comprimento e 25 kg de massa.

Também é um animal venenoso, porém não é capaz de matar outro ser com o veneno.

Portanto, nos casos em que o bicho atacou o ser humano, os efeitos foram de lesões superficiais, bem como, inflamação e queimação na pele.

Outra característica interessante é que os exemplares da espécie servem de principal alimento para a tartaruga de couro.

De outro modo, a água-viva do Mediterrâneo, água-viva-ovo-frito ou geleia do Mediterrâneo, tem por nome científico Cotylorhiza tuberculata.

Por isso, saiba que os indivíduos de fato, são parecidos com um ovo frito, por isso um dos nomes vulgares.

O diâmetro máximo é de 40 cm, mas o padrão seria de 17 cm, além de o comprimento máximo ser de 6 m.

A espécie também pode atacar o seu humano, causando alergias em pessoas mais sensíveis como, por exemplo, uma coceira no local.

Dentre as características que destacam a espécie, entenda que os exemplares não precisam da maré para se locomover.

E isso ocorre porque o animal tem a capacidade de propulsionar a água.

água viva Rhizostoma pulmo

Demais espécies de Água Viva

Além disso, a medusa-da-lua (Aurelia aurita) tem um diâmetro de disco entre 5 cm e 40 cm.

Este tipo de água viva tem uma cor que varia e como característica principal, vale falar sobre as quatro gônadas em forma de picadura.

As gônadas são órgãos que contam com uma cor viva alaranjada ou amarelada.

O animal tem braços anais muito longos porque eles podem alcançar o tamanho do diâmetro do disco e geralmente se movimenta contraindo o disco.

Assim, a movimentação é feita de forma horizontal a fim de que os  tentáculos tenham maior superfície para a comida.

Por outro lado, é essencial falar sobre o seguinte:

Com o aumento exagerado das populações, ocorre a diminuição dos recursos naturais e um desequilíbrio na teia alimentar.

Mas, saiba que a espécie desempenha um papel muito importante na transformação da matéria orgânica pelágica.

Isso significa que é necessário manter um número adequado de populações.

E como último exemplo de espécie, conheça a água-viva da família Pelagiidae (Pelagia noctiluca).

Este é o único animal vivo do seu gênero, atendendo também pelos nomes vulgares de água-viva luminosa, água-viva roxa e água-viva noturna.

Sendo assim, o seu nome científico “pelagia” significa “do mar”, ao mesmo tempo em que “nocti” seria “noite” e “luca” representa a luz.

Por esse motivo, o nome científico está relacionado à capacidade de a espécie brilhar no escuro.

Esta capacidade tem por nome bioluminescência e também pode ser vista em animais como os vaga-lumes.

Assim, as cores variam, o comprimento é pequeno e quando a espécie ataca uma pessoa, a dor dura por um tempo considerável.

Características da Água Viva

Dentre as principais características de uma água viva, vale falar sobre o sino em forma de guarda-chuva.

Tal estrutura é composta por uma massa de matéria gelatinosa transparente que tem por nome “mesogleia” e forma o esqueleto hidrostático do animal.

Um ponto interessante é que 95% ou mais da mesogléia é composta por água, apesar de também ter colágeno e outras proteínas fibrosas.

Além disso, entenda que há lóbulos arredondados que dividem a borda do sino, que seriam os “lappets”, permitindo que o sino se flexione.

Nas lacunas, podemos ver órgãos rudimentares dos sentidos que ficam pendurados e têm por nome “rhopalia”.

De outro modo, a margem do sino tem tentáculos, assim como na parte de baixo está o manúbrium.

Esta seria uma estrutura em formato de caule, que também funciona como ânus, em sua ponta.

Reprodução

Infelizmente há poucas informações sobre a história de vida das águas-vivas porque elas vivem no fundo do mar, local em que o estudo da reprodução é complicado.

Apesar disso, acredita-se que a água viva tem uma reprodução assexuada, sendo que muitos exemplares morrem depois do processo.

Por outro lado, também é interessante falar sobre a espécie Turritopsis dohrnii:

Estes indivíduos rendem muitas pesquisas científicas porque acredita-se que eles são efetivamente imortais.

Isso é possível por conta da capacidade de se transformar de volta ao estágio de pólipo.

Como resultado, o animal escapa da morte pós-reprodução.

água-viva jellies

Alimentação

Normalmente a água viva é carnívora e por isso, se alimenta de crustáceos, organismos planctônicos e peixes de pequeno porte.

Também pode comer outras espécies de medusas, assim como as ovas e larvas de peixes.

A caça seria passiva e os indivíduos usam os tentáculos.

Além disso, eles podem se afundar na água com os tentáculos abertos a fim de atordoar ou matar a vítima.

Outra característica interessante é que a técnica de natação ajuda na alimentação.

Ou seja, no momento em que o sino da medusa se expande, ela  suga água, o que traz mais presas em potencial ao alcance dos tentáculos.

Aliás, saiba que é possível que haja águas vivas onívoras que comem plantas microscópicas.

Curiosidades sobre Água Viva

Com relação ao veneno da água viva, é importante que você saiba o seguinte:

Quando o tentáculo é tocado, milhões de nematocistos perfuram a pele da pessoa.

Como resultado, o veneno é injetado, mas saiba que a reação do animal varia conforme a espécie.

Por exemplo, em um estudo publicado na Communications Biology, foi possível observar a espécie Cassiopea xamachana.

Como forma de proteção, os indivíduos liberam pequenas bolas de células que nadam ao seu redor e picam tudo o que está à frente.

No entanto, esta não é uma técnica de proteção comum em todas as medusas.

E com relação aos efeitos, saiba que a pessoa pode sentir um leve desconforto ou até mesmo uma dor intensa.

No geral, as picadas não são mortais, porém espécies como a vespa do mar (Chironex fleckeri) possuem um veneno mortal, tendo em vista que causam um choque.

Dessa forma, as águas vivas são responsáveis pela morte de 20 a 40 pessoas por ano, somente nas Filipinas.

água viva na mão de uma pessoa

Onde encontrar a Água Viva

A distribuição da água viva depende das espécies, por exemplo, o Rhizostoma pulmo vive no nordeste do Atlântico e no Adriático.

Portanto, está em locais como o Mar Mediterrâneo, Mar de Azov e também o Mar Negro.

Os indivíduos também são vistos desde o Atlântico sul ao largo da costa oeste da África do Sul até a Baía Falsa, além do Mar da Irlanda.

O Cotylorhiza tuberculata também está no Mar Mediterrâneo e Mar Adriático, tal como o Mar Egeu.

Por outro lado, o Aurelia aurita tem a distribuição em todos os oceanos do mundo, em especial nas águas costeiras.

Como resultado,  estão em águas salobras, próximo de recifes oceânicos e que têm a temperatura entre 9 °C e 19 °C.

Alguns também podem suportar temperaturas negativas de – 6 °C a – 31 °C.

E por fim, o Pelagia noctiluca está na parte do Atlântico Norte, desde o Equador até o Mar do Norte e o Canadá.

Nesse sentido, há relatos de indivíduos em outros mares tropicais ou temperados quentes de todo o planeta, como os oceanos Índico e Pacífico.

Gostou das informações? Deixe seu comentário logo abaixo, ele é importante para nós!

Informações sobre a Água Viva no Wikipédia

Veja também: Peixes do mar, quais são? Tudo sobre as espécies de água salgada

Acesse nossa Loja Virtual e confira as promoções!

Caixa de Comentários do Facebook

Você pode gostar

Deixe um comentário